Alexandra Barcellos: Ele falava lentamente Não porque lhe...

Ele falava lentamente
Não porque lhe ensinaram
Mas porque era o seu jeito de ser

Não gostava de desperdiçar palavras
Com a mesma velocidade das grandes cidades
Ele amava seguir o compasso
Do seu próprio coração

Liberto e frágil
Forte e cômico

Fazia isso com a mesma humanidade
De quem descobre pedaços de paz
Pelos caminhos das desilusões

No aglomerado do nosso tempo
Não se irritava com o lado de fora
Aprendera a semear seu espírito
Com um pouco de loucura
Tão necessária quanto o ar
Para sobreviver.

1 compartilhamento
Inserida por AlexandraBarcellos