Valmir mizio: O amor é aquele sentimento que deve...

O amor é aquele sentimento que deve chegar sem pedir nada em troca. Simplesmente ser por ser sem cobranças. O amor que se pede é doença, é fragilidade, é carência e tudo isso não é problema do outro, é seu, meu ou de quem for. Se alguém chega na minha vida pra tirar a minha paz, que razão tem pra ela permanecer? Eu quero sossego. Quero o amor que venha pra me encher de esperança sendo espontâneo e libertando meu amor próprio. Ah, o amor próprio. Como ele é importante para nosso bem-estar. Imagina duas pessoas assim, mesmo na imensidão das suas diferenças, cada um com sua individualidade e resolvem pegar na mão um do outro e encarar o desafio diário. Isso seria fantástico. Mas só pode acontecer com a vontade de ambos, sem ambivalências. O amor é construção diária e não se encontra numa caixinha de chocolate que depois que acaba, ficamos amargamente arrependidos do nosso ato falho de impulsividade. O amor transita entre o ir e o ficar, e se valer a pena, fica quem sabe que o valor do outro é maior que mais uma aventura fugaz ou uma tentativa de encontrar no outro a solução dos nossos problemas. O amor é transparente, vê quem sente, sente quem doa sem querer que o amor do outro seja como o nosso. Essa a razão para duas pessoas seguirem em um só caminho, mesmo que cada um veja de uma cor, de um tom, com outros sons. O amor é livre, porque se for prisão, adoece a alma e mais um ciclo se encerrará. Sem mais.

1 compartilhamento
Inserida por valmirmizio