Izabella Procopio: PONTUANDO O AMOR: Amor repleto de...

PONTUANDO O AMOR:
Amor repleto de emoções que devoram nossas almas nunca tem ponto final.
Pois,amor eloquente é com exclamações.
Mas, também é de reticências dando a impressão de uma pausa necessária para a saudade.
E caso me interroguem se este amor existe mesmo, responderei com vocativo e entre aspas: "Amor,mostra para eles que não é para questioná-lo e sim para sentir." Como reação, o amor se irritou e respondeu após dois pontos e travessão para enfatizar sua fala:- Parem de ficar me pontuando!
Sugiro que me joguem numa folha de papel em branco e hiperbolizem-me, porque sou exagero; metoforizem-me porque sou um afogar de muitas sensações.
E se quiserem me pintar, só deixarei se for colorido, ok?
Já que sou mais alegria do que dor.
Acreditem nisto!

Agora me peguem no colo e levem-me para dentro de seus corações sem medo de que eu possa ser morada permanente.

E por favor, sem jamais me pontuar!
Gosto de que me sintam sem freios.

E para finalizar,lembrem-se do que verdadeiramente sou:
abstrato, subjetividade, um nada presente inexplicável.

1 compartilhamento
Inserida por bellaprocopio