Kevin Martins: Mais uma vez, aqui vamos nós, amor....

Mais uma vez, aqui vamos nós, amor.
Mais uma vez que eu tive o dia apertando o estômago
e o peito
e nem sabia o motivo
Nos desencontramos tanto
que agora parecemos velhos amantes
que são novos, por ironia.
Eu torci para o mundo
e para qualquer deus que pudesse ouvir
para que nós não perdêssemos o amor
e não perdemos
ele está sentado aqui nesse sofá, nos olhando
Me abrace firme
Me beije como quiser
e da forma mais bonita que conseguires
eu não consigo amar outra mulher
nem sou louco, ao ponto de querer
Te esperei, hoje
como espero em todos os intervalos
dos piscares de olhos
Te esperei hoje, para que pudéssemos nos ver
de novo
com os mesmos olhos que se amam
A saudade levou minha fome
e trouxe de volta as minhas orações antes de dormir
Sim, eu rezo.
Eu rezo por meus pais
eu rezo por ti, todos os dias
Pois não há travesseiro
nem ocupação
que me faça ficar tranquilo
sem me preocupar que o mundo te machuque
quanto me machucou
Mas tome teu tempo
meu quarto ainda é teu
minha gata ainda mia como antes
a saudade ainda é só tua
meus braços, também
Nem que não entendam minha dor
eu sempre convivi
e só acharei sossego
nos braços teus
Pois não é na esquina que se encontra o amor
nem sonha em casamento
nem cria os filhos
É no peito
é no cultivo
é na saudade
é nesse sofá
e nos meus poemas - que são pedaços dolorosamente verdadeiros de mim
Eu te amo
e só sei o que traz, isso
não peça que eu explique.
Eu te amo
segure firme
eu já plantei minhas raízes
eu já construí a nossa casa
Eu te amo
fique como quiser
os tijolos do meu peito
foram feitos
com o fogo da tua presença.

1 compartilhamento
Inserida por kevinmartins6