Paulo Roberto do Carmo: REVOLUÇÃO As bocas amordaçadas não...

REVOLUÇÃO As bocas amordaçadas não estão caladas. A consciência não está domada. Os ventres famintos ainda estão fecundos. A esperança ferida sangra no coração.... Frase de Paulo Roberto do Carmo.

REVOLUÇÃO

As bocas amordaçadas
não estão caladas.
A consciência
não está domada.
Os ventres famintos
ainda estão fecundos.
A esperança ferida
sangra no coração.
A revolução que há de vir
cristalizada no ar
já não tem ouvidos
apenas garras
e armas azeitadas
de baionetas ensarilhadas
no peito aberto em dor.

1 compartilhamento
Inserida por pensador