Rose Bona: Viver é investir, Investir é viver......

Viver é investir,
Investir é viver...
Não investir apenas ao nível efêmero e material, mas em valores mais altos e duradouros, enraizados ao espiritual.
Nenhum investimento humano é totalmente gratuito, neutro, sem consequências.
Investir exige, envolve e compromete.
Às vezes nos faz sofrer, arrancando lágrimas, suscitando pesadelos, noites mal dormidas, vacilações agônicas. Mas logicamente, existem investimentos alegres, fáceis, gratificantes, talhados ao nosso gosto e feitio, proporcionais às nossas forças qual realizamos sorrindo, cantando, agradecendo. Outros nem tanto, pois, nos desgastam quase que arrancando pedaços de nosso ser.
Muitas vezes vivemos na esperança e de esperanças, cansaços e decepções, mágoas e desalentos e assim vivenciamos e acumulamos experiências.
Experimentamos a sensação indefinível de não acabamento, a solidão da alma, o sonho irrealizado, o voto de confiança que não veio, o tempo passando, a inevitável certeza da morte.
Vivemos a nostalgia difusa das praias que não andamos, do livro que não escrevemos, de algo ou alguém que nos falta. Da expectativa frustrada, do entusiasmo que foi embora... das sombras vulneráveis tecendo o eterno doce-amargo da nossa incompletude.
Visualizando o hoje, nosso olhar se volta ao passado, relembrando vivências, sentimento de culpa talvez. E o amanhã nos invade acenando esperanças, ao lado das incertezas e das apreensões.
Como andarilhos do tempo, viajantes a caminho há fardos dos quais conseguimos desvencilhar, jogando-os longe, percorremos outros atalhos. Porém, existem outros que são intransferíveis, apenas nossos.
Temos uma existência que nos cabe assumir e administrar, retocando-a com esmero e lucidez como faz o poeta com seus poemas e o artista com sua obra-prima.
Por isto viver é investir, e investir é viver. Investir com sabedoria no banco da eternidade onde os juros não desvalorizam jamais.
Na longa jornada da vida unificamos trabalho e lazer, alegria e sofrimento, saúde e doença, vitória e desencanto, passado, presente e futuro; o que somos, o que temos.... e assim, a vida se faz num exercício constante, em benefício de doação, de fé, esperança e generosidade no altar do tempo a caminho da eternidade.

1 compartilhamento
Inserida por RoseBona