Isabel Morais Ribeiro Fonseca: RAMOS DESPIDOS - Despe o meu corpo Como...

RAMOS DESPIDOS

- Despe o meu corpo
Como se de uma árvore tratasse

Nas tempestuosas chuvas
- Do nosso amado outono

Ama-me com os ramos despidos
- De folhas de várias cores
Com a veracidade com que caiem no chão.

1 compartilhamento