Marcos fereS: Conto de Fadas Flor de formosura....

Conto de Fadas


Flor de formosura.
Mistura a sua face. Com a luz do seu amor.
Não esconde essa beleza que invade.
Que vem para o mundo e lhe transforma em flor.
Doce aconchegante, chegaste. Meus olhos fitaste.
E nele, se aconchegou. Os sonhos que sentias, encontrastes.
E nem era tanto sonho. Era o seu ninho de amor.
Muito não precisava. Jogava na vida, largada.
Se preparando para seu dia chegar.
E aquele, que era seu queria. Nem de perto chegaria,
no príncipe, que construiu a salvar.
Mas esse sapo, bojudo. Quem diria.
Seria o seu guia, para o ponte do castelo atravessar.
E do encantamento sofrido. Era o que a libertaria.
Para essa verdadeiramente brindar.
E truques, não mais precisaria.
Esse sapo de aceitaria do seu jeito de ser.
Enfim liberta. De toda prontidão em alerta.
Somente, para uma vida melhor viver.
Descobrir, que príncipes e princesas.
São contos de fadas borralheiras.
Em que em todo o tempo aconteceu.
E que a melhor estória da vida.
É a do sapo e da abóbora.
Que nas suas próprias verdades se uniram.
E seu próprio amor viveu.

marcos fereS

1 compartilhamento
Inserida por marcosviniciusfereS