Do coração da poesia É do coração... Enide Santos

Do coração da poesia É do coração da poesia Que ouço os mais belos gritos. E dos seus segredos Colho pequenos viscos. Há um oásis no tempo Em que o verso se cri... Frase de Enide Santos.

Do coração da poesia

É do coração da poesia
Que ouço os mais belos gritos.
E dos seus segredos
Colho pequenos viscos.

Há um oásis no tempo
Em que o verso se cria
E desta fonte de redenção
Despe-se o sentir da emoção

Toma-me, ó dor de poesia,
Inflama-me o corpo
Revista-o,
Soterra-o de amor.

Debulha este meu sofrer
Deixe-me em teus braços enternecer.
Doa-me seus rios
Infeste em mim seus brios

Empresta-me a tua cor
O teu semblante
O teu olor.
Resgata-me desta ilha

Regozija o meu falar
Apure o meu paladar.
Deixe o teu coração, ó poesia!
Com o meu orar.

Enide Santos 04/01/15

1 compartilhamento
Inserida por EnideSantos