Celso roberto nadilo: olhando para o começo nada importava...

olhando para o começo nada importava mesmo,
nunca foi importante somente criei
uma importância sem relações reais
não entendia porque doía tanto que besteira,
se nunca ouve nada apenas um deserto enorme,
num mundo de dores era um alivio um futuro,
bom macio mais sem adores apenas mais miragem
sem nada, me senti sem rumo mas queres uma ligação
por fim isso não importa mais pois posso criar
minhas próprias ilusões... deve rir das minhas
declarações ou algo mais perverso no poço dessa
alma perdida em algum lugar,
não quero mais isso pra mim, não me importo mais,
estou olhando para olhos que me deram esperanças
apenas me deixou num vazio sem fim,
como magica senti de novo mesma sensação...
mais uma história que começa na imensidão,
tudo foi uma mentira sem fim, então olhei
tentei sorrir abandonei todos meus sentimentos
por feridas tão profundas, dores que não consigo
explicar pois nada me faz senti melhor...
não sei tem tanto para me dizer,
continuar com essa agonia...
que te fiz de mau somente foi gostar de você...
não quero me prender nada nem ninguém como você,
fique com tua vida suas intenções que sejam
o melhor para tua pessoa não me deixe mais marcas
pois estou cansado de tantas feridas dessa vida.
por celso roberto nadilo

1 compartilhamento
Inserida por hellmouse666