Wilton Lazarotto: Enfim, tudo mudou. Você sofria por que...

Enfim, tudo mudou.
Você sofria por que as roupas não serviam, teve que por aparelho, tinha espinhas, sofria com todos os conteúdos, o dinheiro era escaço, seu meio de locomoção era um guarda-chuva, ninguém te olhava, procurava, ligava, mas o tempo te prestigiou. O resultado das horas na academia, das madrugadas de estudos, do bom currículo que te proporcionaram estabilidade, um bom salário, o tão sonhado carro e o número de manequim. Hoje quem você tanto admirava no passado ficou feio, não tem mais àquele mesmo brilho, o mesmo encanto e você nem mais o quer, há coisa melhor por vir. Você nem se importa mais, mas se diverte mais. Se não te convidam para festa, você vê um filme. O mundo pode desabar, pois você tem o dom de dormir tranquila. Quem te esnobava hoje corre atrás, quem te criticava, continua criticando, mas no fundo se arrependendo de não ter se esforçado mais, lutado mais, tentado mais, não ter feito como você. Deixe pra lá, esqueça as criticas, esqueça do mau olhado, do povo mesquinho e vá viver os teus sonhos, a tua vida. Mil te conhecem, mas cinco se importam, três literalmente te amam, por isso, sofra por quem valha a pena, não perca mais tempo. Mantenha o ritmo, aumente os sonhos e vá adiante, veja o quão generoso o tempo foi, tudo porque você correu atrás do que realmente importava: você.

2 compartilhamentos
Inserida por iiiiiii