Sérgio o Cancioneiro: Ao entardecer um fenomenal crepúsculo,...

Ao entardecer um fenomenal crepúsculo,
Solitário numa estrada deserta,
Me contrai músculo por músculo,
A saudade demais aperta,
Como fui impotente e minúsculo,
Em não ficar alerta,
Ao teu poder maiúsculo...

1 compartilhamento
Inserida por sergiocancioneiro