Hermes Fernandes: Entre aspas - Um poema Para quê tantas...

Entre aspas - Um poema Para quê tantas asneiras Se inventaram as “aspas”? Uns comem pelas beiras Outros se fartam de raspas Desqualificam o oponente Expondo-o a... Frase de Hermes Fernandes.

Entre aspas - Um poema

Para quê tantas asneiras
Se inventaram as “aspas”?
Uns comem pelas beiras
Outros se fartam de raspas
Desqualificam o oponente
Expondo-o ao ridículo
Vale é o escândalo recente
Não importa o seu currículo
Quem nos deu procuração
Pra pensar pelos demais?
Se quiser dar sua opinião
Tem que provar ser capaz
Basta dizer o que pensa
E as pedras lhe atingirão
Porém sua recompensa
Vai além de se ter a razão
Se deles recebe sentença
de Deus vem seu galardão
Ser autêntico tem um preço
Quem se dispõe a pagar?
Se agrado ou se aborreço
Ou se vão me difamar
No meu rumo permaneço
Sei aonde vou chegar
Não me tratem pelo título
Entre aspas ou colchetes
Isso é só mais um capítulo
Falem grosso ou em falsetes
Só me nego andar em círculo
iludido entre verbetes

Por Hermes C. Fernandes em 26/06/2014

1 compartilhamento
Inserida por HermesFernandes