Vilma Galvão: Cegueira de amor Ando sem rumo pelas...

Cegueira de amor Ando sem rumo pelas veias da tua alma, buscando seu amor, algo que te faça ser meu algo que te toque bem no fundo e o prenda no meu coração... ... Frase de Vilma Galvão.

Cegueira de amor


Ando sem rumo pelas veias da tua alma,
buscando seu amor,
algo que te faça ser meu
algo que te toque bem no fundo
e o prenda no meu coração...
Ando sem rumo pela sua estrada,
batendo de frente com você,
mas,
continua a não me enxergar,
me ignorar talvez...
Ando buscando você,
com precisão,
com pretensão
com emoção....
Mas tudo o que consigo,
são raros olhares,
que continua não me enxergando...
Vou batendo de frente com a solidão,
e num mudar de rumo,
encontro-me,
sozinha,
perdida,
sem amor,
sem você...
Desisto,
acalmo-me,
volto e me surpreendo,
novamente sem rumo...
buscando-te...

1 compartilhamento
Inserida por vilmagalvao