Vilma Galvão: Vamos voar Calibre as suas asas e, VAMOS...

Vamos voar




Calibre as suas asas e,
VAMOS VOAR...

Vamos fazer algumas visitas
para algumas pessoas especiais...

Não importa quanto tempo você não voa,
não importa quanto tempo tenha agora,
não importa a sua idade,
lhe convido a voar comigo...

Vamos levar um abraço especial a cada mulher,
que no ventre já abrigou a vida.
A cada mulher que com seu sangue e dor,
fez vir à vida uma pessoa...

Vamos voar até elas,
abraçá-las,
beijá-las,
acarinhá-las...

Vamos pensar em cada mãe,
que agora está triste,
que sente saudade de um filho, ou de todos os filhos...
Vamos lembrar daquela mãe que
olha sua despensa e chora
por não ter o que dar de comer aos seus filhos...
Lembrar também da que perdeu seu filho,
ou aquela que foi abandonada por eles...

Vamos visitá-las,
levar um pouco de alegria,
dar a elas um sentido melhor para a vida...

Eu e você podemos fazer isso,
voar em direção a essas mães...

Não importa se você não as conheça,
não importa se você também é mãe,
não importa se já passou da idade de voar,
calibre suas asas,
e voe comigo!

Pensemos nas mulheres que agora nada esperam da vida,
que já se cansaram de esperar a felicidade,
que entregaram os pontos e apenas esperam o fim.
Vamos levar a nossa alegria e carinho a estas mulheres...

Como motivo, usaremos o Dia das Mães,
mas nada impede que continuemos a visitá-las depois,
fazendo o papel de filhos.

Convido você a voar comigo,
a abraçar cada mãe,
a dizer a elas o quanto são necessárias para o mundo
e que são a fábrica mais importante:
a fábrica da vida!

Voe comigo,
e façamos muitas mães felizes desse dia em diante...

1 compartilhamento
Inserida por vilmagalvao