Vilma Galvão: Quando pensares em mim e por ventura eu...

Quando pensares em mim
e por ventura eu estiver longe de você,
procure lembrar dessa mensagem agora;
que fiz para você...
Você que é meu amigo,
que caminha comigo
que compartilha suas alegrias
e aguenta também as minhas tristezas.
Quando pensares em mim
e eu já não puder estar perto de você,
lembre-se que eu te amei
em cada mensagem que te enviei fui sincera.
Que orei por ti todas as noites
pedindo a Deus que conservasse a nossa amizade.
Quando um dia você perceber
que eu já não mais envio mensagens a você,
que os poemas que eu costumava enviar
já não aparecem na sua caixa de emails e nas redes sociais,
que meu nome já não aparece nas listas de amigos,
e que minha lembrança está quase apagada
na sua cabeça:
lembre-se dessa mensagem de agora,
que escrevo para lhe dizer o quanto você é especial na minha vida,
o quanto preciso de você para continuar a minha luta,
e o quanto espero chegar a sua mensagem seja ela o assunto que for...
Lembre-se de mim quando mais tarde
perguntares se já teve um grande amigo.
Lembre-se que fui este amigo.
Que só desejou bem a você,
que em noites solitárias, procurou você
na esperança de sorrir...
Lembre-se de mim,
quando pensar que nunca foi amado,
pois eu te amei em cada verso,
em cada mensagem,
em cada linha,
em cada resposta,
em todas as vezes que estive ausente...
Quando pensares em mim
e eu não puder mais lhe responder:
Lembre-se desse beijo que agora
virtualmente lhe deixo...

Amo você meu amigo...

2 compartilhamentos
Inserida por vilmagalvao