Vilma Galvão: Queria entender o que se passa na...

Queria entender o que se passa na cabeça das pessoas,
saber porque tomam certas atitudes.
Queria estar próxima a elas quando estivessem com problemas,
e tentar ajudar de alguma forma,
ou apenas abraça-las e nesse abraço dizer:
Não fique triste, estou aqui e quero ajudar...

Queria ter o poder de advinhar quando alguém está precisando de ajuda,
e poder ajudar com alegria...

Percebo que não conhecemos as pessoas,
nem mesmo aquelas que acreditamos conhecer bem.

Realmente, não conhecemos as pessoas...

Julgamos as pessoas pelo que ela mostra nos olhos, no sorriso,
mas desconhecemos o que está dentro dela,
muitas vezes atrás do sorriso, escondem algo tão imenso.

E quantas são as pessoas que estão chorando, e nós,
não estamos vendo as lágrimas...

Realmente, não conhecemos as pessoas...

Num momento de dor, algumas pessoas conseguem relaxar e encontrar soluções.
Mas tem as pessoas que não sobrevivem a essa mesma dor,
não por ser mais fracas, mas sim porque são diferentes,
cada um age diferentemente numa mesma situação...

Somos todos um enigma!

Realmente, não conhecemos as pessoas...

Procuro amar as pessoas, mostrar a elas que vale a pena a vida, apesar de tudo,
tento ser amiga, estar ao lado quando estão tristes ou sorrindo,
mas algumas fogem quando estão passando por situações difíceis,
e eu lamento não estar com elas...

Tenho pensado a respeito de tudo isso,
e vendo o que vale a pena nessa vida,
se tudo o que nos preocupa, merece ter o nosso sorriso apagado.
Tenho pensando no quanto estamos longe das pessoas que amamos,
não temos dado a assistência necessária para elas.

Não,
realmente,
não conhecemos as pessoas...

1 compartilhamento
Inserida por vilmagalvao