Brenda A. Cruz: Porque ficar se debatendo,numa luta tão...

Porque ficar se debatendo,numa luta tão grande,buscando saciar o seu coração sedendo em poços fundos,que desgastam forças,se você tem uma água que verdadeiramente sacia o profundo do seu coração? Porque gastar tempo em coisas que não nos acrescentam? Porque se esforçar tanto,buscando aquilo que não mata sua sede profunda? Deus o convida para a fonte das águas. Ele é a fonte.Se você O escutar,comerá manjares maravilhosos,nunca antes provados. Se você O escutar,sua alma viverá. Eis a vida não apenas vivida, mas a vida em abundância.A água de Deus sacia-nos para sempre.
Quando bebemos a ;água viva de Deus,que verdadeiramente sacia,o nosso interior se transforma numa fonte que jorra para a vida eterna. Isso significa que,tendo em nosso interior, no fundo do nosso coração uma fonte,além de não precisarmos mais buscar a nossa saciedade naquilo que está fora de nós,não estamos mais à mercê das contingências desta vida para estamos em paz,felizes e repletos de vida interior. E mais, se nos tornamos fonte que jorra,além de saciados,transbordamos para outros a água eterna que bebemos. As pessoas que nos rodeiam sentem a paz,a alegria,o amor,a vida,e tantas outras graças que transbordam em nós.Por isso Jesus distingue a água do poço,que está fora,da água viva,que está dentro.
Não busque fora de você aquilo que você pode encontrar dentro de si mesmo! Deus mora em você!Portanto, a Vida,o Amor,a Paz,a Liberdade,o Bem, a Felicidade, tudo isso está dentro de você.Por quê? Porque Deus mora no seu interior,no seu coração!
Santo Agostinho, sob o impacto deste encontro,dentro de si,no seu coração, ele escreve um dos poemas mais belos do cristianismo:
''Tarde vos amei,ó Beleza tão antiga e tão nova.Tarde vos amei!
Eis que habitáveis dentro de mim,e eu lá fora a procurar-Vos!
Estáveis comigo, e eu não estava convosco!
Retinha-me longe de Vós aquilo que não existiria se não existisse em Vós.
Porém me chamastes com uma voz tão forte que rompestes a minha surdez!
Brilhastes,cintilastes e logo afugentastes a minha cegueira!
Exalastes perfume: respirei-o suspirando por Vós.
Eu vos saboreei,e agora tenho fome e sede de Vós.
Vós me tocastes e ardi no desejo da Vossa paz.
Agostinho,ao descobrir a Fonte infinita, Deus,sente que seu coração encontrou repouso.Encontrou a saciedade,a felicidade.

1 compartilhamento
Inserida por brendaacruz