Karla Fabricya: Às vezes a tempestade acontece dentro...

Às vezes a tempestade acontece dentro de mim, no lugar mais perceptível e mais intocável, acontece na alma. É tão além de mim e tão em mim que percebem e ignoram por não poderem tocar-me. E eu sei que estas sequelas e estes temporais que acontecem em mim são todos culpa nossa, nós nos afastamos quando nos amávamos e não sentíamos. Era tão intenso que preferimos silenciar o sentimento para evitarmos dores. Mais agora sei que a dor por ter te deixado ir é maior que qualquer outra dor que eu poderia estar sentindo. Tento me proteger do mal tempo e percebo que ele está em mim, eu sempre pensei que poderia conseguir sem você, mas não, eu não posso e em mim acontece um mar revolto todas as vezes que ouço falarem teu nome e todas as vezes que me recordo de ti. É assim sempre, não sei se em você existe essa paixão louca que me escraviza mas sei que o teu olhar quando cruza o meu me pede pra si incansavelmente, sei porque te conheço bem, é como você dizia, eu te conheço melhor que você mesmo. Agora sei que o remédio pro mal tempo em mim é a tua mansidão e o sol brilhante que é você. Então vem, traga-se de volta pra mim e me acalma, e sossega o oceano que está tão agitado aqui.

1 compartilhamento
Inserida por karlafers