Camila Vieira: Têm horas em que eu gosto de ficar...

Têm horas em que eu gosto de ficar sozinha,ouvindo minhas músicas e escrevendo as minhas besteiras.Não gosto que me interrompam nesses meus devaneios,gosto de me escutar pensando e depois me traduzir no papel.É o meu jeito,eu me tranco dentro de mim mesma e me concentro em minhas emoções,é bom isso.A gente coloca tanta gente no centro e esquece da gente mesmo.Ai eu paro,pra me ouvir,pra me entender,pra me transcrever,pra me sentir eu mesma.Paro pra me reencontrar,antes de tudo.E aí eu me encontro,me acho em memórias perdidas e em músicas antigas que antes eu nem lebrava, e volto a ouvi-las como se fossem trazer tudo de volta.Nesses meus minutos,me irrito com as pessoas,é engraçado isso,mas gosto de ficar só e me desvendar.É o meu espaço,meu tempo de “solidão boa”,meu tempo louco de me descobrir e de me fazer também.Contruo ideias,me descubro em poemas e me esqueço em melodias singelas.Minha loucura é minha marca registrada,minha estranhez é o que me devolve ao mundo real.Poucos me compreendem,ou talvez ninguém o faça.Eu não me importo,aprendi a apreciar o meu vazio e enchê-lo de minhas próprias incoerências.Sou agora independente das aparências,vivo pra mim mesma e pra minha felicidade.E faço alguns felizes também.

1 compartilhamento
Inserida por Micavieira