Sonia Souza: QUEM AMA CUIDA E EDUCA Não é de hoje...

QUEM AMA CUIDA E EDUCA

Não é de hoje que ouvimos falar e isso é verdade, que a educação de um indivíduo constitui e sempre será a base de qualquer sociedade, que busca uma evolução, seja moral ou intelectual. Infelizmente podemos observar que na sociedade atual, este setor não é a prioridade das políticas públicas, embora este fator ficasse muito bem camuflado, porque ouvimos uma propaganda muito bem elaborada, riquíssima e de alta qualidade, mas que em quase nada condiz com a realidade das inúmeras situações deploráveis que circundam a educação, (professores mal remunerados e insatisfeitos, escolas que não sofreram qualquer tipo de avanço, alunos mal educados, pais que não ensinam mais os valores a seus filhos, enfim, poderia citar milhares de exemplos de como a educação, hoje é deixada o segundo plano). Não basta somente tornar obrigatório o ensino dos 4 aos 17 anos, mas é preciso que tenha um comprometimento muito maior e buscar alternativas que consigam manter este sujeito na escola e que garanta que realmente ele irá se constituir um cidadão que cobre seus direitos mas que também seja ciente de suas obrigações.

Será que a escola dará conta de apresentar a sociedade um ser que passou 14 anos em seu poder e que este mesmo ser está qualificado para o mercado de trabalho e para viver em sociedade e lutar por seus direitos ou será que isto seria apenas um plano muito bem arquitetado com o intuito de camuflar o interesse daqueles que estão por trás de tantas leis criadas e nem sempre aplicadas.

Um outro fator agravante para o desenvolvimento educacional da pessoa está ligado a questão familiar, que no mundo atual está cada vez mais desprovida de qualquer valor, seja espiritual, material, moral ou ético.

Quem nunca ouviu dizer que hoje tudo é permitido? Há uma corrente empenhada a nos manter de olhos vendados, ouvidos tapados e boca cerrada a uma estrutura totalmente contrária aquilo que sabemos ser moralmente incorreto, estamos nos acostumando a estes modernismos!

Sabemos que a educação básica é obrigatoriedade do governo, e que isso não é cumprido de forma adequada, devido a vários fatores que enfatiza o desenvolvimento integral da criança e sua formação essencial, para que no futuro ela possa exercer a cidadania. O ser humano não pode ser visto apenas como números, seu valor não poder estar agregado apenas a uma estatística. O que de fato deveria ocorrer, seria instituições de ensino adequado, com educadores estimulados, e preparados com condições favoráveis a um trabalho digno e que garantisse à permanência dos alunos no ambiente escolar.

A família é quem dá suporte na formação da criança. A educação que ela recebe em casa é a coluna que sustentará esta criança para um futuro melhor e mais humano, é suposto que todo ser precisa e necessitam de carinho, amor e princípios.

Infelizmente, os pais estão delegando esta responsabilidade a terceiros e a consequência disso é que a instituição família está perdendo sua força na sua concepção e se encontra num processo de falência, criando adultos frustrados, insatisfeitos e incapazes de resolver seus problemas.

É urgente encontrar, em todos os poderes constituídos: sociedade, estado e família, cada um fazendo a parte que compete à transformação possível e necessária para mudar esta situação.

1 compartilhamento
Inserida por marcelo1960