Karol Amorim: Você me pediu pra te escrever uma...

Você me pediu pra te escrever uma carta, mas nada do que eu te falar vai expressar o tamanho do friozinho que eu sinto na barriga quando eu olho pra você ou quando vem alguma mensagem sua. Pensei que ninguém mais nesse mundo fosse capaz de me fazer sentir assim, mas quando deito a minha cabeça no travesseiro tenho a certeza de que é você tudo aquilo que faltava em mim. Eu gosto do seu nariz tortinho e do jeito que você tranca os dentes quando sorrir. Eu gosto da sua liberdade e do seu jeito de se vestir. As vezes eu penso mesmo em te prender pra te deixar bem longe desse mundo, mas vejo você como um passarinho procurando se encontrar. E eu deixo você voar se você em todas as vezes for me encontrar. Meu coração é o seu lugar agora. Pela primeira vez eu não consigo desviar os olhos de alguém que quer me fazer bem. É a primeira vez que eu não preciso ligar pedindo pra alguém ter mais tempo pra ouvir as minhas crises porque você tem um jeito delicado de escutar todas as minhas reclamações sorrindo. E eu sei que sou uma garota complicada pra te namorar, mas você não teve medo do que eu posso te fazer sentir. Nunca tenha medo de mim. E essa carta é só pra te pedir que não tenha medo de quando eu te ligar de madrugada, de quando eu te falar que preciso conversar, de quando eu te deixar brava. Essa carta é pra te fazer acreditar que eu vou dar certo com você. Terão dias em que eu não vou precisar te dizer o quanto você é bonita ou o quanto você me encanta. Terão dias em que você vai se tocar de tudo o que tá significando pra mim só de me olhar. E eu quero te olhar por pelo menos mais dois milhões de anos porque você é linda. Você me chama de abusada e me tira o sono, mas obrigada por tornar os meus dias melhores.

1 compartilhamento
Inserida por KarolAmorim