Laércio Monteiro: Em sua obra, Aforismos para Sabedoria de...

Em sua obra, Aforismos para Sabedoria de Vida, Arthur Schopenhauer disse: "Homens de inteligência elevada são pouco sociáveis". Desde então, algumas coisas precisam ser esclarecidas sobre tipos como esses. Desde os primórdios da humanidade, existem indivíduos que encontram satisfação ao estarem isolados dos seres da própria espécie, ou seja, humanos. Para a maioria desses seres, isso se associa à idéia de que eles não possuem a capacidade de relacionarem-se com os demais, resultando no afastamento da sociedade e na aquisição de poucos amigos. Mas, em um ponto de vista contraditório à tal concepção errônea, benefícios existem nessa condição. Estamos cercados de pessoas que substituem o intelecto pela tolice, preferem ocupar a mente com pensamentos pobres e atividades irrelevantes ao invés de aproveitar a vasta quantidade de coisas proveitosas, diversificadas e evolutivas que estão à mercê de qualquer um, mas não é qualquer um que as quer, sendo então desprezadas ou rejeitadas. O homem em plena solidão pensa por ele mesmo, sem a influência inercial de terceiros que querem conduzi-lo à obtusidade intelectual. Se o mundo por completo fosse um pouco mais rico de razão, não seria necessária a abstinência a seres humanos.

2 compartilhamentos
Inserida por LaercioMonteiro