Ingryd Jhoenny: Amor como um filho As vezes eu penso que...

Amor como um filho

As vezes eu penso que o amor é como uma vida.

Assim como o amor, existem células sexuais em nosso interior, que ficam intactas até você encontrar a pessoa que mexe com você e que você confia para lhe gerar um filho. Pois bem, o amor também permanece intacto até você se apaixonar por alguém, daí são meses para ser gerado esse amor, no inicio são apenas sintomas de paixão, mas quando há certeza do amor você cuida muito bem desse sentimento, como se cuidasse de um filho, faz gostos, mimos e tudo que você acha que ele merece. Mas filhos crescem e viram adolescentes, muito rebeldes por sinal, entretanto o amor também tem sua adolescência, com isso existe o amor tem suas crises de dúvidas, te trata mau, te humilha, mas você ama mesmo assim. Ninguém desiste de um filho, não é mesmo ? nem do amor !

Com o passar do tempo ele vai crescendo, se tornando mais velho e responsável, deixa de magoar os outros e passa a ser bom, muito bom. Mesmo se o amor abandonar sua casa e for embora, o filho pródigo a sua casa sempre volta, e se o amor é seu, será sempre seu, pode existir milhares de crises, porém ele voltará.

1 compartilhamento
Inserida por IngrydJhoenny