Claudia de Marchi: Quem sabe, um dia! Eu nunca acreditei...

Quem sabe, um dia!
Eu nunca acreditei que um relacionamento pudesse ser eterno, eu sempre acreditei que o "pra sempre, sempre acaba", por isso eu sempre terminei meus relacionamentos. Por que esperar o tempo passar se eu sabia que o castelo ia cair?
Eu me adiantava ao tempo, me adiantava ao outro e a tudo que pudesse acontecer, então eu me tornei uma espécie de mestra em terminar relacionamentos antes que a paixão morresse por completo. Se há algo de errado comigo? Talvez. Falta de fé no amor? Falta de romantismo? Não sei.
O que me importa, realmente é que eu sempre soube amar e cuidar de quem eu escolhi para ficar ao meu lado, de falta de carinho, respeito e parceria nunca ninguém irá reclamar.
Se eu fui complexa e fria demais no romper? Talvez, mas relacionamentos que não terminam pelo passar do tempo, pelo falecimento dos amantes, terminam pela morte de algum sentimento, na verdade qualquer espécie de fim impinge dor às pessoas, eu só fui estúpida a ponto de me antecipar ao decorrer das circunstâncias.
Mas, quem sabe um dia eu passe a crer que as afinidades podem fazer uma relação durar muito, muito tempo? Quem sabe um dia eu volte a acreditar em "almas gêmeas"? Quem sabe? Quem sabe, um dia!

1 compartilhamento
Inserida por Ebonyworld