Ian: Alguns temas tem tomado grandes...

Alguns temas tem tomado grandes proporções este ano, eleições, olimpíadas de Londres e a Copa. Vêm então questionamento sobre a real importância de cada um desses fatos, que proporções eles devem tomar e o quão dispendioso cada um deles deve ser. O Slogan do nosso Brasil é “Pais do Futebol”, mas não seria país da fome?
Estima-se que diariamente 32.000.000 (9.000.000) defrontam com o problema da fome, a renda mensal destes lhes garantes, na melhor das hipóteses, apenas a aquisição de uma cesta básica. 7.200.000 desses famintos é na região nordeste. O problema não é gerado pela falta de recurso no país, mas sim pelo o mal e desproporcional emprego da renda gerada.
Os gastos estimados para que o Brasil sedie a Copa de 2014 chega ao absurdo de 27 bilhões. Se considerarmos a cesta básica melhor avaliada por um portal de notícias (R$ 299.96) e multiplicarmos pela quantidade de famílias, veremos que o gasto na copa daria para sustentar por 10 meses todas estas 9 milhões de familias necessitadas.
Só com estes dados já vemos que talvez o povo brasileiro deveria rever se não somos talvez o país da fome, e quando o problema da fome estiver totalmente resolvido poderíamos pensar em ser o país do futebol

1 compartilhamento
Inserida por Gielian