Coleção pessoal de voualivoltoja

1 - 20 do total de 57 pensamentos na coleção de voualivoltoja

QUINTA

malme quer
bem-me quis:
grata amizade
e memoráveis
bem-te-vis!

A. Zarfeg

QUINTA

bom dia,
dia bom:
prAZer com
ou sem
batom!

A. Zarfeg

QUINTA


as Chaves
são poucas
para lacrar
as vontades
loucas!

A. Zarfeg

QUINTA

Andreia Donadon
José Colaço
(que dupla):
aplaudo o
golaço!

A. Zarfeg

QUINTA

diga aí,
seu Malaquia:
pimenta for
ever ou
poesia?

A. Zarfeg

QUINTA

quinta caiu
do céu
no meu
quebra-cabeça:
troféu!

A. Zarfeg

p.o.e.s.i.a

eu poderia viver sem a p.alavra feito bicho o.dioso,
intratável e e.goísta, mas não abriria mão
(essa acostumada às nuvens) do s.ilêncio,
que me escuta, da i.lha, que me abraça, e das a.lturas,
que me cobram comp.a.i.x.ã.o

A. Zarfeg

QUINTA

sem mágica
nem plástica:
você é linda
mais que
elástica!

A. Zarfeg

QUINTA

disse adeus
aos recitais
ficou prosa
mais que
demais!

A. Zarfeg

QUINTA

uma questão
de dom?
apenas jeito
de poetar
Donadon!

A. Zarfeg

Nesta data e sempremente:
Parabéns, amiga Cris,
Por você ser corpo e mente
Na defesa dos brasis!

A. Zarfeg
Tags: cristhiane ferreguett

Rosalba

A rosa faz caras e bocas
na linha do tempo

Pinta o céu na baía de
todos os santos

A rosa e seus dilemas:
cara ou canoa?

Uma rosa é uma rosa
não uma make

Na baía
aviso aos navegantes

No face
já é primavera, te amo

A. Zarfeg

VAL OU VEM

Dito ou inscrito
Na nuvem

Dito ou bendito
Pela lírica

O que é, o que é:
VAL ou vem?

Com jeito e arte,
Melhor fica!

Com sol e sorte,
Parece rica!

O que é, o que é:
VAL ou verso?

Com amor/a
Descomplica!

Com/paixão
Intensifica!

O que é, o que é:
VAL ou prosa?

Com ritmo e rio,
Simplifica!

A. Zarfeg

Eu vou derramar gota a gota, mas vou dizer AVE, POESIA!

A. Zarfeg

Foi massa, mas poderia ter sido pão de queijo!

A. Zarfeg

Janeiro

Janeiro é o primeiro mês do ano nos calendários juliano e gregoriano. O que nem todos sabem é que “janeiro” remete a Jano, deus na mitologia romana.

E o mais interessante: Jano tinha duas faces, uma olhando para trás, para o passado; a outra olhando para frente, para o futuro.

O mês de janeiro é exatamente isto: o momento de iniciarmos o ano novo, tomarmos pé da situação, em sentido pessoal e social, e fazermos projeções para o futuro.

Ao mesmo tempo, janeiro constitui a hora de pararmos para pensar, refletir e fazer um balanço das ações concluídas no ano velho.

Que estamos esperando? Mãos à obra!

A. Zarfeg

Um projeto é um voo que pode passar ou passarinho! Parabéns, Manoel Binas!

A. Zarfeg
1 compartilhamento

Queria me casar numa cerimônia ecológica e natural: beijos de língua portuguesa!

A. Zarfeg

Que o Natal seja uma porta e uma obra sempre abertas para boi, boiada, gente, gentarada. O que, porventura não passar ou ficar para trás, é mistério. Dos grandes.

A. Zarfeg
1 compartilhamento
Tags: natal irmandade

É tempo de encantar a linguagem – um verso;
de cultivar a docilidade – um pássaro; de compartilhar a solidariedade
– um abraço!

A. Zarfeg