Coleção pessoal de sidneysaymon

1 - 20 do total de 91 pensamentos na coleção de sidneysaymon

- Você mora com quem?
- Antes eu dividia um sótão com boletos bancários.
- E agora?
- Casei, dai compramos um apê. Moramos todos lá, eu, ela, meu boletos, os novos boletos do apartamento e também os boletos dela.

Sidney Saymon
1 compartilhamento

Se eu nunca ver você de novo
Eu sempre vou levar você
dentro
fora

na ponta dos meus dedos
e nas bordas do meu cérebro

e em centros
centros
do que eu sou do
que restou.

Charles Bukowski
104 compartilhamentos

Não sei quanto às outras pessoas, mas quando me abaixo para colocar os sapatos de manhã, penso, Deus, não teria uma forma melhor de começar os dias do que acordando?

Sidney Saymon
1 compartilhamento

Todos os monstros são humanos. Esta é uma das verdade que descobri nesta vida. Nós, humanos, somos capazes de criar coisas magníficas. Contudo, também alcançamos o extremo da perversão e maldade, fizemos coisas indescritíveis, piores e mais repugnantes do que mostrado nas histórias de terror. Todos os monstros são humanos.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: monstro humanidade

Quase fui assaltado agora, de novo. Uma vez por semana? Não aguento! Contagem, Betim e BH (e provavelmente muitos outros lugares) estão extremamente violentas. Não vou citar razões políticos para estarmos nessa situação, postar textão de indignação, reclamação ou coisa do tipo. Quero deixar aqui um conselho/dica/macete (sei lá, o que você preferir): não revide e não tente esconder celular/carteira/outros durante o assalto. Na quarta-feira passada entraram dois carinhas armados no ônibus em que eu estava anunciando assalto. Alguns passageiros, visando manter o que conseguiram com muito esforço, tentaram esconder os celulares. O problema é que isso foi percebido pelos bandidos, dai fizeram ameaças, apontaram arma e deixaram 'todo mundo louco'. Eu entreguei meu celular e o dinheiro que tinha. Fiz isso com gosto? Nem um pouco! Raiva, indignação, frustração por perder um bem cuja qual ainda tenho 5 prestações a pagar e não usei nem por um mês, tudo isso depois de uma jornada de 12 horas de trabalho. Talvez alguma coisa pudesse ser feita, no frenesi do momento, mas dai talvez eu não estivesse aqui.. vivo! Postando 'textão de Facebook' mesmo após dizer que não ia fazer hehe. E 'talvez' não me agrada muito, prefiro 'certezas'. Como a certeza de que estou sentido cheiro de torta e poderei apreciá-la daqui a 30 segundos hehe... Tendo saúde e boa vontade o resto a gente desembola.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: violência frustação

Hoje fui assaltado, de novo. Desta vez levaram meu celular de origem chinesa, o chip com meus contatos, trinta e cinco reais em notas sujas de graxa, meu bom humor, grande parte da paixão que tenho por essa cidade e um pedaço da minha vontade de continuar seguindo mesmo com (tantas) adversidades...

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: assalto criminalidade

Hoje fui assaltado, de novo. Desta vez levaram meu celular de origem chinesa, o chip com meus contatos, trinta e cinco reais em notas sujas de graxa, meu bom humor, grande parte da paixão que tenho por essa cidade e um pedaço da minha vontade de continuar seguindo mesmo com (tantas) adversidades...

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: assalto criminalidade

Só para constar o número do azar é 2008.07.11365-7

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: número inscrição

Em um súbito momento de ânimo me levantei do sofá, esfreguei os olhos, peguei as chaves do carro e a carteira... ahh, mas que bobeira a minha. Levantei á toa. Na farmácia não vende remédio para saudades.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: saudade farmácia

Lúcia aposentou hoje, parabéns Lúcia! Pra ser sincero fiquei um pouco chateado, pois parei pra pensar nisso e vi que ainda faltam mais de 10 mil dias para eu me aposentar... deveria ter começado a pagar a previdência aos 2 anos, mas nessa idade tava preocupado em aumentar meu vocabulário e quitar a casa própria. 30/06/2016

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: aposentadoria lúcia

Toda uma vida baseada em: "Sei. É complicado".

Sidney Saymon
1 compartilhamento

#EuJaMentiQue "Li e aceito os termos de uso". Centenas, talvez milhares de vezes... não consigo evitar.

Sidney Saymon
1 compartilhamento

Chego em casa. Quase as oito. Exausto, morro no chuveiro. Penso que devia economizar água, inevitavelmente o pensamento voa para outras causas, o comportamento apático do governo para o desperdício dos grandes donos de industrias. A fadiga do corpo permanece. Esqueço de esquecer de pensar. Saio do banho. Sonolento, visto uma roupa limpa, ainda pensando, agora no ódio indecente em um comentário que li no facebook sobre uma greve estudantil. Tomo um café e me sento em minha cadeira dura, na verdade muito dura. Abro o sistema escolar e vejo todas as tarefas pendentes, a nota baixa em física me relembra o quão ruim sou nas matérias exatas. Levo as mãos à cabeça ao me lembrar que quero cursar letras ou filosofia, mas ambas não garantem qualquer segurança financeira. Volto-me para a tarefa escolar, uma lista de matemática, não consigo fazer sequer uma questão, nem sei o nome da matéria. De fato me disperso em todas as aulas, o assunto não me é interessante. Amanhã tem prova. Queria escrever um poema, mas isso não vale ponto. Tudo precisa valer algo para ser feito. Queria ver um filme, porém me forço a estudar quando me lembro de outro comentário no facebook e percebo que, caso eu não passe em uma faculdade federal, mas um aluno do Bernoulli sim, alguém pode dizer que não me esforcei o bastante, afinal a meritocracia não falha. Passou uma reportagem no fantástico, sobre um menino pobre que está cursando medicina. Tento fazer mais um exercício. Apago. Acordo alguns minutos depois, assustado, um pouco desesperado. Preciso de pontos na matéria, não sei nada. Deixo tudo para última hora sempre. Não tenho todo tempo do mundo. Em dias como hoje, eu peço um pouco de paz, de calma. Uma ambição tola: poder levar a vida no meu ritmo sem preocupações. Sem lembrar que ainda ontem vi um menino catando comida em um lixo de praça e sua mãe estava do lado. Em dias como esse, eu adoraria não ter esse incômodo por tudo que me parece errado. Apenas me bastaria não ser visto como outro comunista preguiçoso de conversa fiada. E se esse texto não servir para nada, amor me perdoa.

Hélio Júnior
1 compartilhamento
Tags: exaustão vida

Era um cara tão distraído, mas tão distraído, que em certa e infeliz ocasião, pôs um balde para encher e somente após pensar em todas as dores que teve na vida, descobrir solução para os problemas mais recentes e fazer anotações mentais sobre como ser uma pessoa melhor foi que percebeu que no balde havia um furo.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: cara distraído

Que dia é hoje? Na verdade não importa. Sei que já passou algum tempo, as coisas seguiram o curso, mas eu ainda preciso falar com você. Sim. Se estiver lendo isso, por favor, me ligue.

Sidney Saymon
1 compartilhamento

Além de ser impossível agradar a todos, também é absolutamente desnecessário.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: sociedade regras

Era um cara tão distraído, mas tão distraído que em certa e infeliz ocasião quebrou dois ovos na pia, fritou as cascas na manteiga e só percebeu o que tinha feito na mesa de cirurgia.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: ovos distraído

Gentileza gera gentileza, mas não põe a mesa.

Sidney Saymon
1 compartilhamento
Tags: gentileza verdades

Saudade até de ser os motivos de saudade alguém.

Sidney Saymon
1 compartilhamento

Pensador. Pensa, dor. Pesar. Pesar e dor... O que fez o pensador para merecer tanto pesar e dor?

Sidney Saymon
1 compartilhamento