Coleção pessoal de Rislene

Encontrados 8 pensamentos na coleção de Rislene

Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.

Clarice Lispector
3.8 mil compartilhamentos

Sim, minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem das grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.

Clarice Lispector
24 mil compartilhamentos

A vontade é impotente perante o que está para trás dela. Não poder destruir o tempo, nem a avidez transbordante do tempo, é a angústia mais solitária da vontade.

Friedrich Nietzsche
1.8 mil compartilhamentos

A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.

Friedrich Nietzsche
26 mil compartilhamentos

Leões! Como será a vida dos homens que fixam sua força e proposito na imagem dos leões? Nossas instituições, predios antigos, possuem suas imagens, mas essas caem na contradição da vida, nas corrupções, mostrando atualmente suas fraquezas. Concordo, são fraquezas humanas, e talvez seus gestores estejam longe de agirem como leões. Mas como será agir como um leão? Existiria lugar para a fraqueza?

Rislene Oliver

Muitos sentem medo da solidão, e vivem a buscar um amor, alguém, algo, para jogar fora esse medo. As vezes, tornam a vida dos que convivem com ele um pesadelo, pois afinal, se doam pouco, o medo não permite. A solidão, possui muitas faces, eu conheço as minhas, e confesso, que na minha solidão, dou alegria, apoio e amor à muitos.

Rislene Oliver

Queria poder de abraçar, transmitir todo o afeto e carinho que anseias, mas essa fronteira, a que você criu, precisa ser superada. Superação, sim, depois o risco, sem medo, apenas o desejo de se jogar neste desconhecido, que é puro amor.

Rislene Oliver

Sinceramente, não sei o que fazer para esquecer você! Me pergunto: porque esquecê-lo? Não existe uma alternativa? Dificil esquecer, pois o sonho de te conhecer ainda persiste, aceso, em chama!

Rislene Oliver