Coleção pessoal de paulocelente

101 - 120 do total de 465 pensamentos na coleção de paulocelente

⁠Dai livros de doutrina humana e social as Crianças hoje, para livrar-lhes de doutrinas religiosas amanhã.

Paulo Celente

⁠Minha vontade é de agradecer ao Criador do Céu, da Terra e de toda essa inteligência, por existir as vontades boas e por ter vontades para supri-las à vontade com boa vontade, surgindo novas vontades.

Paulo Celente

⁠Nas Escolas comuns, imaginamos o tédio torturador de precisar guardar os sonhos e dores, para ficar sentado por 4 horas em uma sala, em um ambiente que traz vícios do mundo separatista, competitivo e bagunçado, estudando conteúdos que não faz parte da gente, nunca ouviu falar na prática e nem vai ouvir fora da Escola. É extremamente desestimulante e incapacitador de si próprio.

Paulo Celente

⁠Aprende-se coisas na Escola que nunca vai se utilizar na prática cotidiana nesta encarnação, metodologias centenárias de outrora. Argumenta-se ser necessário para desenvolver o ser humano, porém, nota-se o resultado na atualidade, o (des)envolvimento humano.

Paulo Celente

⁠É necessário estar alguém melhor.
É desnecessário estar melhor que alguém.

Paulo Celente

⁠Nasceu para fazer o que se sente bem sem fazer mal a alguém.

Paulo Celente

⁠Reciclar as coisas, quando poupar é prudência, é riqueza de vontades e ações pela consciência.

Paulo Celente

⁠Respeitar não é uma doação, é não tirar.

Paulo Celente

⁠Felicidade não seria somente necessitar ter, seria ter somente o que necessitar.

Paulo Celente

⁠Ao conhecer as técnicas de engenharias, em geral, nota-se que o ser humano pode ser fantástico, que os corpos do covid não precisariam ser enterrados direto na terra e que não fazem questão de o povo estar inteligente.

Por isso também trabalhamos pelo melhoramento do todo, pois o atraso não é natureza, é calculado e premeditado, pois o ser humano pode e é muito mais.

Paulo Celente

⁠Apego = prisão (tudo ou nada)
Desapego = liberdade (nada é tudo)
Consciência = equilíbrio (pouco de cada)

Paulo Celente

⁠Toda e qualquer pressa faz com que a vida útil diminua, configurando-se pressa de morrer.

Tanto pressa por atraso ou por querer algo, ela ofega com o sentimento de não querer perder algo, enquanto se perde e contamina o espaço.

A pressa é de ordem mental e biológica e deveria ser acessada raramente somente quando necessário.

A pressa seca a boca, muda olhares, acelera os corpos físicos e mentais, desencadeia erros, imperfeições, doenças e desconecta de si.

A pressa é condicionamento e ansiedade, vinda de alguma invenção terrena.

A pressa não é natural.

Paulo Celente

⁠Proceder é além de
fazer tudo correto, é
fazer tudo e correto.

Paulo Celente

⁠Fome num país que produz toneladas de alimentos, com tantos ricos, não significa falta de comunicação, mas sim, falta de noção e articulação.

Enxergar e não saber como ajudar é fruto da programação incapacitadora e automatismo.

Mais uma da armação separatista do “cada um por si”, articulado pelo sistema.

Paulo Celente

⁠Para operar milagres incríveis na terra é necessário trabalhar e estudar, não tendo erros e ilusões, é infalível, imediato e prosperador.

Paulo Celente

⁠O mapa do globo terrestre utilizado até atualmente, não representa os tamanhos e formatos reais dos países.

Te situa, é muita mentira todos os dias para todos lados.

Mapa digital

⁠O sentido da vida é reconhecer-se, energizar-se e praticar o bem.

Paulo Celente

⁠No breve futuro, somente se expressará, autorias de bons exemplos, quando já obteve-se boas conquistas, porém, ao obter boas conquistas, já não se quer se expressar, pois se completou em silêncios.

Paulo Celente

⁠⁠Eu sou a abundância que oferta a escassez. Eu sou a caridade em silêncio que me faz enriquecer.
Eu sou, Eu sou, Eu sou.

Paulo Celente

⁠Antes, facilmente namorava e dificilmente terminava, agora dificilmente namora e facilmente termina.

Paulo Celente