Coleção pessoal de OficialECF

1 - 20 do total de 110 pensamentos na coleção de OficialECF

PAIXÃO

Um encontro, um grande encontro nos pátios de Betel para o amor.

Seduzido no primeiro instante, seduzido pelo brilho do diamante, usted.

Seguindo os teus passos, seguindo o seu caminho e andar musical, beleza de coral e plano celestial. Encontrei nos teus lábios o sim e quem diria no futuro que o mesmo também diria o não. Mas não ò pude perceber e na hora exata, percebi, pelo seu sim exitante, pelo seu sim titubeante, dar os vestígios, de um não, não, um não, que me derrubou no chão à puxar tão rápido o meu carpete.

Como um fruto temporão, colhi as tuas uvas brancas diretamente dos frutos dos teus lábios que não foram só palavras, mas sim também, beijos, cuja poesia era o entoar de cânticos da lira. E também ouvi, Deus tocar na gigante e universal arpa de cordas de ouro puro com ornamentos de pedras preciosas e ouvi Deus à sua própria regência de um salmo ao amor, de um salmo ao amor na terra, tão humano e tão inspirado. Inspirados pelos frutos do santo espírito.

E todos os cantos se fizeram os pátios dum reino, qual Salomão era Deus e quais apaixonados eu e minha trigueira nos campos, florestas e montes.

Não me deixe cair no laço, na armadilha do pecado de ver o teu olhar se desviar ao meu e em outra direção mirar exacerbando em mim a raiz de todo o mal, o ciúme.

Pois a loucura também ligada à paixão, me levaria à ensandecidas ações cujo vento do mal me poria, me colocaria na direção contrária ao teu favor.

E desabotoaria o meu blusão de mangas longas expondo o meu peito e fazendo soltar todo o sentimento 'imbonito' de decepção precoce contra teus olhos que deram lugar à outro açafrão da planície costeira que não era eu.

Paixão

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

(Considerações Finais)

É de fato um tanto ignorante
, se usar tanto popularmente essa palavra
, a timidez

É que quem não tem cão
,
caça com gato
.

*tímido: Que tem temor; que não tem coragem; medroso; inseguro. - Alpheu Tersariol

Não é assim que eu me julgo...

Apesar de minha simplicidade
,
encontro sofisticação
.

Por anos estive em contato
com a palavra discreto
,
e acho que à absorvi

*Discreto: Reservado em suas palavras e atos; que tem ou em que há discrição; recatado. - Alpheu Tersariol

Além de tudo sou o patinho feio
,
um cisne
.

Um lobo que não gosta de ser
confundido com um cachorro

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: considerações finais

(Devaneios que Fazem Sentido […])

A noite pede licença quando chega a tarde
A tarde dá licença quando chega a noite
Já é d'manhã bem cedinho quando a noite d'sperta
E os sonhos são constatados quando a noite abre os olhos e vê a luz do sol

__

O mesmo poema, agora em versão espanhola:

(Ensueños que Tienen Sentido [...])

Las excusas de la noche a la hora tardía
La excusa de la tarde cuando llega la noche
Es muy temprano en la mañana, cuando la noche en vela
Y los sueños se registran cuando la noche abre los ojos y ve la luz del sol

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

(NÃO)

Eu não estou sozinho
Tenho comigo
Aquela que não me abandona
A amiga solidão

E ela nunca é tão sozinha
Pois tem à mim
Qual aliado

Aliada tenho eu
Tenho ela
Escorrendo dos meus olhos

Tenho ela
Cheia de sais
Entre os meus lábios

Minha face que não sabe nadar
Está naufragando agora
Naufragando agora
Por essa água de mar
Que sai dos meus olhos-mar

Margaridas
coletem esse orvalho
E elaborem na boca da abelha
O mel
Mais puro e mais doce

O mais medicinal
Para este zangão
Que nem mesmo sabe dizer à ti
Um 'não'

Edson Cerqueira Felix
2 compartilhamentos

(PEriquita, peRIQUItinha, PeriquiTÁ)

Me encobre ó cobre
Me encobre ó copa d'oliveira
Topa copa de oliveira

Que abriga o sabiá
Sabiá me fez um ninho
Para o meu amor nãná

Nãna, nãna periquita
Onde deita o sabiá
Nãna periquita
No colo do sabiá

Sabiá te dá um divã
O meu colo pra tu deitar

*Para minha amiga (angolana): Eufémia Neto

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Este curso é uma nave de Ashtar Sheran (O SENAC) cujos comandantes (Milton, Eliane e Flavio), nos levam (Turma The Vox 2014/2015) à uma divertida viagem, nas galáxias da comunicação.

Olha vejam só, já estou gostando de vocês. Experiência como essa eu nunca experimentei. Eu queria mesmo era ir com vocês, mas já que 'vocês não podem', boa viagem e até outra vez (Pluft, plaft zoom, o nome Senac é “àzoom”).

Um seixo branco
No coração de cada um de nós
, Representando
, Uma pérola de grandiosíssimo valor
Predicados de amor

[edson cerqueira felix by Turma THE VOX 2014/2015]

Edson Cerqueira Felix

Até quando
Até quando os jardins vão ser pisados
Até quando o do Éden será furtado
Aviltado
Surrupiado
Novamente furtado
Depois de novamente plantado

Até quando
os fabricantes de armas vão fabricar a morte para me matar
a morte para lhe matar

Até quando,
olhos vão chorar
Sentimentos se 'despetalar'
Como as rosas morrendo
Na divina comédia humana
Elaborada por nossa mão
Ou pela desgraça,
por essa desgraçada vida

Tem quem chame a vida de milagre
E tem quem...:
“A praga da vida”

Deus? = ...fanfarrão...

Meus ouvidos estão à deplorar o choro dos(as) injustiçados(as)
Sofrimento
(puta sofrimento)

Suspiros...

(A mão que uma hora constrói é a mesma que noutra, destrói)

“A terrestre e extraterrestre”

UNIVERSO DECADENTE

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: universo decadente

A generosidade
De um templo com farturas
De frutos doces
Sim de frutas

Queria estar à sua altura
Mas posso também ficar sob ti

Galga abelhinha da flor o néctar
Néctar em flor
Flor do campo seu
Flor do campo meu
Te presenteio com um androceu
Tão meu
Tão 'c'eu

(Para minha amiga “ISA”)

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Éh
Eis aqui o ébano e o lírio
Eis aqui o templo meu
Meu templo sim

Jasmins plantados por todo corpo
Perfumes de flores
Todas as flores
Y florestas
I florestas

Cheiro de cedro
É o meu suor
Cheiro forte de cedros

Nu me sinto bem vestido de mim mesmo
Vestido, ainda não plenamente vestido me sinto

The end

Edson Cerqueira Felix

“As veredas da justiça, são como árvores juntas à regos de água de um rio, cujo fruto vem na sua estação e cuja folhagem não murcha e tudo o que fizer será bem sucedido.”

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

(Programa SARAUS)

Uma fonte da juventude
Amores da juventude
Paixões

Uma reunião comigo mesmo
De mim para mim
E vocês

Um ornato espiritual para o meu pescoço
Mais bonito que o colar de ouro no teu pescoço
E que o de pérolas verdadeiras no da princesa...

Uma fonte de mel
Para o paladar mais amargo ou salgado de um alguém
Mel para o intelecto
Para a emoção
Mel cultural

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

os humildes serão exaltados

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: desprezados exaltados

“Não viva de sonhos, mas tenha um!”

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: sonhar acordado

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (26/03/2015).
Preito à: Artes | Língua Portuguesa | Linguística | Literatura Brasileira | Literatura e Retórica | Poesia Brasileira.

O meu coração está solitário
De um amor
Romântico amor

Meu lado masculino
Está sozinho
E eu gostaria que você
Que você
Me abraçasse agora

O outono chegou
Mais uma vez

E minha alma gêmea se foi de vez

Eu parei para compor esta canção
Enquanto minhas lágrimas molham as folhas do caderno
Eu dedilho o meu violão

Não é uma canção popular
É clássica
E é um clássico

Minhas unhas tocam
As cordas de aço
Do meu violão de doze cordas

Na letra da música
Eu vou lembrar do seu beijo
Da sua boca cheia de sorrisos

Do seu abraço
Dos seus olhos

Arpejos vão concluindo a canção
E um gemido afinado
Ecoa pelo estúdio

Essa canção é pra você
Ela chama-se
'Perdão'

(Piegas)

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (24/03/2015).
Preito à: Artes | Língua Portuguesa | Linguística | Literatura Brasileira | Literatura e Retórica | Poesia Brasileira.

Eu caí
Eu não, eu desabei
E quão forte foi a queda

Fazer o quê
Agora é a hora de chorar

Minhas vistas estão vermelhas
Da dor
De você partir

Hoje faz três anos desde o fim
E ainda há
Ainda há uma sereia lamentando bem fundo no meu coração
E ela toca uma harpa sem cordas

Harpa feita de minhas costelas

(Harpa Desafinada)

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: harpa desafinada

BROADCASTERS

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (27/02/2015).
Preito à: Língua Portuguesa | Literatura Brasileira | Poesia Brasileira.

Estamos no ar
Sozinhos ou acompanhados
Estamos sempre juntinhos

Nas ondas do dial
Levando ao ar
A melhor programação
Radiofônica da nossa localidade
Ou uma das melhores.

Autonomamente
Ligeiramente
Pacato e feroz na
Programação que é nossa...

Somos broadcasters na broadcaster
Juntos fazendo
Um bom trabalho.

Um ótimo trabalho.

https://www.youtube.com/watch?v=4h5GPdd2fak

http://eletequerevocenao.blogspot.com.br/2015/03/broadcasters.html

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento
Tags: antônio augusto

A DANÇA DE UM LOUCO

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | Nova Iguaçu – RJ, BR (23/02/2015).
Preito à: Língua Portuguesa | Literatura Brasileira | Poesia Brasileira.

Saraus poéticos beginning
Estão retornando no ano presente
No presente ano
Que me/nos brindarão com o presente

Presente
Presente
Digo, estar presente é/compõe um belo presente
Não modesto,
Mas um nobre presente

Da cultura
Milenar
Daqueles, que são em um só,
Em uma só pessoa,
Um pouco de tudo, do tudo,
Pois um poeta disse:

Que poeta pensa em tudo
E eu só penso em você

E outro disse que
A flor do lírio,
Só cai no tempo
Do calor

Eu também quero cair
Nos braços do meu amor

E eu ainda digo
Que o calor, é o ardor
Que inflama a atmosfera

Que de efeito estufou.

E eu não esqueci, que esse poema,
É torto de imprecisão

Sem precisão
Porque de precisão
Talvez não se precise
Não.

http://eletequerevocenao.blogspot.com.br/2015/02/a-danca-de-um-louco.html

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (25/12/2014).
Preito à: Divinas Abelhas.

FAVO DE PURO MEL

Há muito mel no favo
Dourado de abastecimento
As bençãos da abelha rainha
Abelhinhas e zangões

De mel estão repletas células
Alvéolos de mel
Doce mel do mais doce mel

http://oficialecf.blogspot.com.br/2014/12/favo-de-puro-mel.html

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Autor Edson Cerqueira Felix 20-12-2014

[E tá rolando agora, convite pro coração meu, um hotel dos amantes como Eu.]

http://oficialecf.blogspot.com.br/2014/12/autor-edson-cerqueira-felix-20-12-2014.html

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento

Autor Edson Cerqueira Felix (20/12/2014).

ALBATROZ

Conte com o titio
Pro que der e vier do bem
Zen estou hoje muito bem

Adoro você demais mesmo
Amanhã o sol vai brilhar pra mim e você
E ao anoitecer na lua você o vai ver

Um beijo grandiosamente esplendoroso
Nas bochechas arredondadas cheias
Traços de Vagner meu irmão

No ar a poesia vai ficar
Guardada em meu colar
Pen drive de pingente
E nele histórias da gente

E por falar na gente
Continue sorridente
Presente
e contente

Saliente
Sentimento de orgulho em seus avós
Sou apenas
No céu albatroz
Que vê tudo e vem lhe falar
Quando o mar tá de ressaca
Não ouse mergulhar

http://oficialecf.blogspot.com.br/2014/12/albatroz.html

Edson Cerqueira Felix
1 compartilhamento