Coleção pessoal de Marylucy

1 - 20 do total de 97 pensamentos na coleção de Marylucy

Não procure ser o melhor, mas sim o mais humilde. Porque até a maior árvore da floresta começa do chão.
Seja simples porque o maior homem do mundo e dono de tudo morreu de braços aberto por ti.
Amigos são pessoas especiais que trazem vida e cores aos nossos momentos, sejam quais forem.
São eles que multiplicam as nossas alegrias e diminuem as nossas dores, tornando os nossos dias cheio sonhos e repletos de magia.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Reflexão
As decepções...
As angustias...
As tristezas..
Temos que entregar nas mãos de Deus.
Ele sabe o que faz...
Nós não sabemos o que falamos.
Deus tem um proposito na vida de cada um de nós.
Somos fracos, mas se paramos e pensarmos...
Vemos que...
Tudo o que passamos tem um só significado.
A purificação para um novo dia que vai nascer...
E nós continuamos evoluindo cada dia mais.
Caindo e levantando e assim seguimos nossos...
Caminhos.
Caímos e levantamos e vemos que...
Tudo tem sentido.
Deus está no alto céus...
E nós somos corpos cósmicos esperando a nossa evolução terena.
Para ganharmos sabedoria Divina.
E assim aprender a perdoar aqueles que magoam...
Nos deixando entristecidos com suas palavras.

Maria José
3 compartilhamentos

Eterna paixão, Poema.

Foi para você que colhi as rosas soltei o perfume que inala o amor...
Foi para você toquei as estrelas trazendo para ti o amor infinito.

Foi Para ti que criei todas as palavras que fala de amor.
Foi para você que escrevi todos os versos e trovas de amor.

Foi por você que senti o sabor do amor adolescente pelo qual me entreguei.
Foi para ti que dei voz aos meus versos, foi às minhas mãos que escreveu.

Foi para você que abri a porta do tempo e corri o mundo pensando que tudo estava em nós.

Nesse doce engano de sermos donos sem nada termos simplesmente porque era de noite e sonhávamos andando de mãos dada na escuridão.

Ficávamos de olhos nos olhos...

Vivendo de um só olhar...

Amando de uma só vida e uma eterna paixão.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Amor de corpo inteiro, Poema.

Quero seu amor de corpo inteiro...
Quero viver no teu coração.
Quero te amar e sofrer essa dor que me embriaga...
Que me desvanece de paixão...

Na tua alma, em teus encantos, nos doce sabor dos beijos seus.

E nos teus ardentes prantos suspirar e morrer contigo de amor.
Quero em teus lábios beber o doce mel dos teus amores.

Quero em teu ser todo me envolver e de esperança morrer.

Quero tremer e sentir o compasso do seu coração.
No aconchego dos braços seus, quero dormir e sonhar...

Que o dia nunca vai acabar.
Vem, anjo, meu encanto...
Minha alma, meu coração a ti espera.

Que noite bela e o suspiro do vento trás a brisa do amor...

O frescor da noite fria dá-me lindos momentos de amor.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Doce Saudade- Poema

Saudade...
Eu não queria senti-la, mas é mais forte que eu.
Todas essas lembranças me escravizam me tiram a paz, sinto saudades de você, saudades dos nossos abraços, dos nossos carinhos, enfim, de tudo de bom que juntos vivemos ,e que a vida cruelmente roubou de mim.

Hoje, junto com a saudade, uma solidão terrível impera ao meu redor.

Tudo é vazio, tudo é triste! Só há saudade de você que insiste em machucar meu frágil coração.

Quero reviver com você todos os nossos momentos, sentir o seu beijo, seu calor.
Eu tentei te esquecer, mas foi em vão, perdi as rédeas do meu coração.
Eu sei que preciso superar tudo isso, mas se tornou muito difícil, sinto saudades, de nos dois.

Não sei se vou voltar a ver você novamente, algum dia, mas gostaria que essas palavras chegassem ao seu coração e você entendesse que minha vida perdeu a cor e deu lugar a uma imensa dor.

Não sei qual a razão do amor, nem o motivo que nos afastou, talvez seja por isso que essa saudade dói tanto, a triste certeza de que, não o verei mais que, sentirei sua presença dentro de mim.
Queria poder gritar, explodir esta angústia, mas ela se resume em um choro onde ódio e tristeza se mistura.
Queria poder te dizer, o quanto amo você, mas não posso; queria que houvesse uma maneira de erradicar esse maldito sentimento da minha vida.

Queria ver você, olhar nos seus olhos, mas esse desejo é o mesmo que tentar agarrar o sol...
Alcançar as estrelas no infinito.

Tanto amor não foi suficiente para evitar esse desfecho, e hoje esse amor me sufoca e a saudade, vive atormentar-me.
Há, que doce saudade de você.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Parte de mim. Poema
Quando você chegou, transformou meus sonhos em realidade.
Então você se foi, deixando rastros de saudade.
Frustrando meus sonhos.
Minhas ilusões você levou quando saiu da minha vida, restando somente a realidade de uma paixão que nunca foi vivida.
Foi quase insuportável viver assim, pois minha angústia você não conhecia, não sabia das marcas que ficaram em mim, nem tampouco da solidão que me consumia.
Mal sabe você da minha amargura que tento esconder.
Vem de um amor distante, ausente que nasceu, mas não teve tempo para florescer. Porém, o brilho dos meus olhos denuncia o quanto um pouco de mim se transformou em você.
Mesmo distante, sua presença em mim continua em forma de um amor que insiste em viver.
Cumpra seu destino, pois meu conflito jamais terá fim.
Mesmo não fazendo parte do seu caminho, você sempre será parte de mim!
Por Autora Maria José dos Santos Ferreira.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

"Anjo meu" Poema


Vejo-te em volto, como um anjo, todo de branco e um olhar cheio de amor.
Um lindo sorriso nos lábios e um jeito de menino.
Sua pele clara e delicada como a pele de um anjo.
Como um anjo você surgiu em minha vida.
Tão deslumbrante repleto de amor e sedução.
Como um anjo, de vestes brancas em vulto em nuvens.
Às claras nuvens no céu límpido cobriam seu semblante.
Sorridente alegre e solto envolvente na chamas ardentes de um amor infinito.
Nas claras nuvens você sumia e sua voz não aparecia, mas o desejo de te amar-me fez acreditar em um amor de verdade.
Talvez um amor de criança marota, que sonha e sonha com um amor de um anjo.
Mas que amor de verdade pode existir em um anjo.
Anjos são seres que não entrega aos sentimentos, mas nos ama como seres humanos.
Amei um anjo!
E que lindo anjo, descendo dos céus, com vestes brancas e um so
rriso de menino.
E assim que eu te vejo como um lindo anjo.
Um anjo iluminador e dono do meu coração.
Amar-te me faz sentir o céu sob meus pés.
E minha alma flutua leve e solta como se estivesse ao lado de um verdadeiro anjo.
Amor meu como é lindo estar com você.
Estar contigo é como sentir as nuvens ,quase alcançando o céu!
Vibrar com as estrelas azuis.
Estar com você é sentir o brilho do universo sob nos dois.
É como se voássemos nas asas do vento, sentir um só sentimento, na imensidão de amor sem fim.
Anjo meu nas luzes que ilumina nossos corações, cheio de desejo e sentimentos misturando se com a alegria e o bem estar, de estarmos ligados um ao outro eternamente.
Viver e contemplar o infinito.
Amar sem limite e sentir o sangue ferver nas veias.
Sentir o coração pulsar em alta velocidade, sem freios sem parada, sem ponto final.
Anjo meu, que maravilhoso andarmos na mesma estrada, seguindo uma só jornada até chegamos ao terminal do amor.
Anjo meu você é meu sonho deseja o ser mais amado que eu desejo ter.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

“Soneto” da Noiva
A noite cai à nostálgica sombria vem...
Não existe nada mais triste que um adeus deixado por sobre a terra fria.
Que funda mágoa, que mistério encerra por causa do amor.
Seu pranto é feito como geada fria, que traz o dia da grande dor.
Noiva do sonho, a demandar um beijo, buscado alento por um amor defeito.
Andando, por entre as nuvens, sonolenta...
Segue-lhe os passos, nessa marcha lenta.
Das estrelas o pálido cortejo.
Aos dúbios raios do luar, parece ver um anjo de vestes claras...
Caminhando na mesma direção clamado pelo amor ausente...
Adorando, ergue uma prece.
E pensa que é sua alma disfarçada...
Em noite que, no espaço, anda vagando...
Num manto de agonias rebuçadas.
Buscando um caminho para sua estrada.
No silencio da noite acorda assustada...
Por ver sua alma desamparada.
Na busca pelos anseios da vossa alma.
Não encontrando nada volta dormir.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Lembro-me de nos dois. Poema.

A sua presença me faz bem, eu me sinto segura em seus braços e nada mais me fizesse feliz além de você, meu grande amor. É como se a cada troca de olhares me fizesse viajar além do paraíso, onde nada mais faria sentido além de nós dois, e o suave perfume das flores.
Você é a essência da minha vida, pois cada momento contigo é como se eu vivesse mil anos ao seu lado, por isso, fica comigo, esqueça o mundo lá fora e viva o nosso mundo superando nossos problemas juntos. Eu te amo e não há nada além de nós, só eu e você.

Eu daria tudo pra ver seus lindos olhos brilharem pra mim todas as manhãs, ouvir a sua voz dizendo que me ama sentir o seu perfume suavizando tudo ao redor.
Daria tudo pra ser a dona do seu olhar e seu sorriso cheio de ternura…
Mas, isso é apenas uma ilusão que bateu na minha janela desde a primeira vez que te vi. Naquele momento minha alma gritou: Preciso cuidá-lo, amá-lo... E o desejo - mesmo sabendo que essa história é impossível, ah, ele só aumenta e por não ser realizado machuca o peito meu, e rasgando em pedacinhos o meu pobre coração amargurado pela dor do desamor. Ainda sabendo que não me ama, eu preciso ver-te novamente, contemplar teu olhar. E a dúvida que me atormenta é se eu vou poder fazer isso outra vez.
E depois de tudo o que houve e das palavras curtas proferidas em tom de indiferença, a única solução é esquecer.
Mas me diz!
Como esquecer aquele que fez meu mundo parar de girar ?

Você mudou a minha vida, desviou-me do caminho em que seguia. Como te encontrar de novo? Porque só em sonho tu apareces para mim. A sua imagem em minha cabeça é embaçada e confusa, mas ainda é você que predomina, dia e noite, noite e dia.

Eu amo você, anjo meu.
Eu posso ter mil e uma paixões, mas será sempre você o meu grande amor. Você é o que eu tenho de mais bonito, profundo, nas minhas lembranças, não é exagero se eu disser que daria a minha vida por você, é a verdade, por que a minha vida não faria sentido sem a sua eu te amo incondicional, eu não tenho nada seu que possa chamar de meu, nada do que eu realmente queira.

Houve um tempo em que eu me tornei obsessiva, houve um tempo em que pensei está louca, mas esse tempo felizmente passou hoje eu tenho fixado cravado em mim esse sentimento que só Deus sabe a dimensão, e eu sei, é amor. Eu te amo de todas as formas que se possa amar uma pessoa, e não importa o tempo que passar, vai ser amor, talvez ele mude se transforme, mas será amor, lindo, e por ser amor, ele é livre, o meu maior conforto é a sua felicidade, eu não sei quando comecei a te amar assim, eu nem sabia que era amor, mas aconteceu, e eu entreguei nas mãos daquele que te colocou no meu caminho, tudo tem uma razão de ser, não vai ser em vão, eu sei. Eu vou está aqui quando ninguém mais estiver, e você sabe disso, vou te deixar sem mim quando me pedir isso, e mesmo assim vou procurar saber como você está, como eu já disse, é amor, não importa se estou perto ou longe, se você me ama ou odeia, é e sempre vai ser amor.

Lembro-me de já ter ficado triste por te deixar triste.
Lembro-me de me sentir mal com isso.

Lembro-me dos momentos em que a gente foi bobo e feliz.

Lembro que sou feliz a maior parte do tempo, pelo
simples fato de você existir em mim.

Lembro-me de descobrir que um sentimento não serve para ser dito, como coisa que fica bem em filme ou texto, ele tem que ser vivido de forma plena.

Lembro-me de não conseguir me permitir sentir tanta felicidade assim.
Lembro-me da tua mão, que sempre acha a minha. Lembro-me dos teus dedos, que sempre me fazem carinho. Lembro-me da tua boca, que sempre me acalma. Lembro-me do teu rosto de menino, que me olha como se ainda fosse aquela primeira vez.
Lembro-me de cada coisa que descubro manias, gestos, pensamentos.

Lembro-me que te amo e e sempre te amarei.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Soneto-razão do amor.

Fique o amor no coração; suave e lento se inspirem no balanço do mar e não se retire as doces palavras dos seus lamento.
Seja o amor como a luz que, ilumina a alma e trás claridade ao olhar de quem chora; no amor se mire e, fiel ao sentimento, não te afeta as enganosas rotações do tempo.
O amor é o centro de tudo, não se afaste da razão de si mesmo, e se contente em luzir para se vivenciar. Seja o amor como o tempo – não se gaste e, não se apaga, renasça a cada noite clareia quem está na treva. O amor é como uma rosa que teima nascer entre pedras, desafiando o calor intenso e a falta d água, mas depois de algum tempo, suas raízes encontra o solo fértil, então na calada da noite, cresce torna-se uma linda rosa.
O amor é uma rosa que, não solta espinhos, mas exala os suaves perfumes, no coração de quem ama.
Um amor cresceu sem se importar onde ia chegar e chegou onde deve morar.
Essa é a razão do amor, para quem sabe o que é amar

Maria José dos Santos Ferreira

Poema " Divino"

Nas noites de luar, olhando o céu azulado...
Mil estrelas a brilhar.
Contemplo o infinito...
Pergunto-me quem foi que isto tudo criou.

Entendo que existe alguém além dos horizontes.
Alguém com tanto amor porá me dar.
Alguém que me deu o mais lindos dos viveres...
Deu-me...
O Céu...
Repletos de estrelas a brilhar.
A lua a me iluminar nas noites frias e vazias.
Deu-me...
O mar e as imensidões do Oceano...
Deu-me as planipenes repletas de verdes e as cores do arco-íris.

Deu-me...
As mais lindas aves da face da terra que voam em círculos enfeitando toda a terra...
Só para tornar mais lindo o dia a dia. Deu-me tudo para que possa amar.
Então eu deixei que...
A luz Divina habitaste em mim.

Deu-me a luz irradiadora, para brilhar dentro do meu coração.
Acendi a Luz do Amor na minha Alma...
E espantei as trevas do egoísmo que pouco...
O pouco busca degenerar a humanidade.

Acendi a Luz do Perdão e deixei que minha alma...
Irradia doces ondas reconciliatórias...
Desarticulando planos hediondos de...
Desestruturação daqueles que vem...
Marchar unidos na construção...
Do bem na Terra.
Acendi a Luz da Caridade em meu Espírito...
De forma a brilharem como as estrelas da esperança...
Na densa noite dos tempos.
Recordo sempre, principalmente nos...
Momentos de tristezas e lutas.

Abri meu coração e deixei à luz de Deus, que é o único...
Combustível capaz de manter sempre...
Acesa a luz da minha fé.
Segui, pois, confiante, na certeza de que...
Deus guia-me pelos caminhos de Jesus.
Que acende a Luz do meu mundo Interior...
Vi que não seguia a sozinha...
Nem tão pouco na escuridão.
No caminho adiante vi que a havia uma luz a brilha...
Para que eu pudesse chegar ao meu destino.

Vi que, alguém caminhou lado a lado comigo.
Esse alguém é a...
Luz...
A luz do Espírito Santo...
Uma luz chamada Jesus.

Maria José dos Santos Ferreira!
1 compartilhamento

"Destino"
O que eu faço com essa vontade de ouvir a sua voz,
O que faço essa distância que nos separa,
O que faço com essa vontade de te abraçar.
Ficar por horas, sem dizer uma só palavra,

E com um beijo te dizer tudo,
O que não conseguiriam dizer com palavras.
O frescor do nosso amor, faz parecer que te conheci ontem.
A força e certeza do que sinto,
Faz-me ter a impressão que te conheço há vida inteira.
Eu quero que você me veja não como uma pessoa qualquer,
Mas como a única pessoa capaz de te fazer sorrir,
Como a única que possa te fazer rir sem motivo,
Como a única que sempre estará do seu lado,
Como a única que nunca vai te abandonar,
Como a única que,
Sempre vai te amar.
Muitos dizem que o tempo é inimigo do amor,
Que o amor se acaba com o passar dos anos.
Mas isso não é verdade,
Pois vêm os dias, as noites,
A lua o sol e as estações,
Mudam.
E eu continuo te amando com a mesma paixão,
De quando te conheci.
Sinto que o tempo renova o nosso amor,
E meus sentimentos a cada dia.
Como se os laços que nos unem estivessem mais estreitos,
E firmes a cada segundo.
Esses laços apertados não nos oprimem nem limitam os nossos movimentos,
Não nos tiram a liberdade individual,
Pelo contrário,
Dá-nos a sensação exata do grandioso amor,
O que nos une.
Este sentimento que me permite amar você,
Cada vez mais e mais a cada dia.
Porque sei que juntos somos capazes de vencer todas as barreiras,
De vencer as horas com alegria,
De voar sobre as asas do tempo.
Concluir o nosso destino.
Experimentando os bons ares da experiência que ele proporciona,
Tornando-nos cada vez mais confiantes na eternidade deste,
Nosso amor.
Mesmo tendo a certeza de que esse amor é para sempre,
Ainda sim quero dizer-lhe que,
Cada minuto que passamos juntos,
Só tenho boas recordações de todos os momentos que,
Juntos passamos.
Amo-te eternamente.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

Se o amor for grande...
a espera não será eterna,
os problemas não serão dilemas,
e a distância será vencida.
Se a compreensão insistir,
as brigas fortalecerão-nos,
os fatos farão-nos rir,
e os diálogos marcarão-nos.
Se o respeito prevalecer,
os carinhos serão doces e suaves,
os beijos profundos e cheios de valor,
e os abraços calorosos e confortantes.
Se a confiança existir,
a dúvida se extinguirá,
as perguntas serão respondidas,
e as palavras poderão ser ditas.
Talvez não seja um amor eterno.
E não é um amor doentio,
Nem um amor ideal.
Mas um amor verdadeiro.
Aquele que vence as barreiras
Impostas pela vida e pelas ocasiões.
Aquele que não teme a escolha,
E faz a opção de simplesmente
Ser intensamente vivido.

Desconhecido
863 compartilhamentos

“Poema. Sei que vivo”
Sei que vivo porque não te esqueço...
O carinho que me dás eu sei que mereço.
Mereço porque sempre foste para mim...
O primeiro, o maior, amor sem fim…
No coração guardo a mais bonita das canções...
Não pela harmonia ou a beleza da escrita...
Mas porque, de todas, foi a mais ouvida, a mais sentida.
Sempre o hoje me dás tanta ternura...
Fizeste-me a mais feliz das mulheres.
Conheci a beleza do amor...
A beleza do amor eterno.
Do sempre, do tudo, tão difícil de entender...
O importante é amar você.
Tão simples para nós que nos queremos tanto...
Que sentimos o gosto do primeiro beijo...
O encanto o desejo...
Pensar só em ti o que é para mim...
Sentir teus braços em meus abraços...
No afago eloquente da paixão.
Falar contigo, recordar, viver tudo novamente...
Saboreando o amor que nunca foi ausente.
Oferecendo-te, de mim, o que há de mais belo...
Meu coração cheio de paixão e amor eterno.
Amor, como é doce os beijos seus...
Acordar e sentir teu corpo junto ao meu.
Amor, o sonho perfeito já aconteceu...
Amor nasceu entre você e eu.
Estar contigo é pura alegria...
Não tem tristezas nem fantasia...
Primavera gentil do meu amor sem fim.
Chova no teu peito a florescer um amor assim...
Esplende, Primavera, os teus fulgores...
No azul do céu o seu riso aparece, sorveste é como o fel das minhas dores.
Que me trás o néctar dos teus sonhos...
Virá, porém, o triste outono...
Os dias voltarão a ser tristonhos.
E tu hás de dormir o eterno sono...
Num sepulcro de rosas e de flores...
Sagrada Arca de sonhos...
Seu rosto aparece em meus sonhos...
Como a primavera gentil do amor que tenho por ti...
Meu amor eterno.

Maria José dos Santos Ferreira
1 compartilhamento

“Nevoa da noite” Poema

Vai o dia vem à noite ela se encontro em passo lento...

Caminha lado a lado com você como a nevoa da noite.

Caminhando sem destino sem saber aonde vais...

Perde-se nos caminhos sem saber o que fazer.

Olhando o infinito...

O tempo quebrado invade o canonizado lugar e ao amor deixa-se viver...

Somente o murmurar das ondas do mar... T

Talvez desta reflexiva via, meditação do seu coração.

Os mesmos fantasmas se cruzam pela praia, nos paradoxos repetidos entre a cobiça e o cego desejo...

Do seu coração.

Mas retorna devagarzinho pelas ruas vagarosas...

Caminnhado sempre com os braços abertos para o mar, brancos e amarelos filigranados de tempo e sal, uma lentura durando no ar.

Segue o caminho do Norte...

A sua Ilha, os sinais e as sedas que ali se trocaram...

Nessa beleza buscam-se entregar na linguagem do amor.

Para ela alguns percursos mais, alguma linguagem submarina a impulsiona, buscando-te por entre negras enroladas sem suas cabeleiras arrepiadas...

Altas, magras, frágeis e belas como as miçangas...

O ver te pelos seus grandes olhos azuis.

Então diz no seu intimo:

Viajo meu amor, para tocar-esses búzios, esses peixes vulneráveis que são as tuas mãos...

É também como me sonho...

Coberta de turbantes e filigranas e uma navalha que arredondada já não mata...

É minhas oferendas de Java ouros e frutos incensos e volúpia.

Avivou-me a lembrança desse local e, pela meditação...

Buscou esconjurar «os fantasmas e paradoxos» do nosso passado, «de cobiça» que ultrajaram o chão insular...

Adepto o caminho do amor e dos sonhos, alçando o vôos através das asas da poesia

Nas poesias busca reencontrar «as raízes do afeto» e o mistério da sua própria vida.

Autora Maria José dos Santos Ferreira.
1 compartilhamento

“Sorrir com a lua” Poema

Desejo de tudo um pouco...

Um pouco...

Sensibilidade para não ficar indiferente diante das belezas...

Da vida.

Coragem para colocar a timidez de lado e poder realizar o que tenho vontade.

Solidariedade para não ficar neutra diante do sofrimento da humanidade.

Bondade...

Para não desviar os olhos de quem me pede ajuda.

Tranquilidade para quando chegar ao fim do dia poder deitar e dormir o sono dos anjos.

Alegria...

Para distribuí-la.

Colocando um sorriso no rosto de todos que fazem parte da minha história.

Humildade para reconhecer aquilo que não é. Sinceridade...

Para que eu veja o que ah de ser verdadeiro em mim.

Gostar de mim mesma e viver melhor.

Felicidade, para descobrir dentro de mim...

E doá-la a quem precisar.

Amizade para que eu saiba que, quem tem amigos...

Tem muitos tesouros.

Esperança para fazer que todos acreditem na vida...

E sentir ser uma eterna criança.

Sabedoria para entender que só o bem existe...

O resto é ilusão.

Autora Maria José dos Santos Ferreira.
1 compartilhamento

“Caminho das rosas”Poema

Todas as rosas são chamadas rosa...

As rosas falam a linguagem do amor.

Exalam os perfumes das flores...

Canta a vida, a alegria, à dor.

Falam dos sonhos, embalam o amor...

Soluçam baixinho e bebem gotículas do orvalho da noite.

Desabrocham-se felizes com os raios do sol.

E se curvam tristonhas debruçam em seus galhos...

Solta os espinhos que ferem doidos.

Com que elas enfeitam a realidade da vida.

Mostram-lhes cores vibrantes...

Aos apaixonados transmite carinho.

Aos braços da amada, suspiros baixinhos.

Das mães a alegria e lagrima no olhar...

Dos amigos o aroma marcante...

Parecem escutar com carinhos.

Dos que vagueiam nos silencio da alma...

Trás esperança ao coração sofredor.

As rotas por onde transpassam...

Não deixa ninguém sozinho.

Sorriem ao nascer do dia...

Dançam, acenam e dizem bom dia.

Depois de exalarem perfumes suave...

Na calada da noite se silenciam.

Falantes, transmitem mensagens de amor...

Na amizade conquista o calor.

E aos noivos trazem felicidade...

Tornando se em boquê de flor.

O buquê é o sonho que se tornou verdade.

Fazendo os noivos chorar.

Alegra as moças que espera um...

Um buquê poder abraçar.

As rosas de todas as cores...

Vibram incentivando o amor.

Olhando para a lua vi seus olhos brilhar...

Vi sua alma suspirando no desejo de amar.

Senti as gosta do orvalho no meu corpo a saltitar.

Senti o sabor de seus beijos mesmo sem te beijar.

enfeitados com rosas vermelhas, no doce prazer de amar.

Autora Maria José dos Santos Ferreira.
1 compartilhamento

“Carta de amor de amor eterno ” Poema

O que seria da minha vida...

Sem o seu amor...

Sem o seu carinho eu não sei viver..

Vivo por amar você.

Tão feliz que sou seu lado...

Se tudo o que eu desejo...

Eu encontro em ti...

Amor da minha vida...

Razão do meu viver...

Luz da minha alma, meu amanhecer...

Eu não vivo sem você...

Meu grande amor...

Eu sei que a felicidade existe...

E ela sempre esteve aqui no meu coração...

O meu coração vai bater forte...

Enquanto ouvir o bater do seu coração...

Não se assuste se um dia você não ouvir...

As batidas do meu coração...

Se você não o ouvir responder...

É porque com tanta alegria...

Ele não resistiu, e deixou de viver.

Saiba que fui muito feliz...

Enquanto amei você.

O amor verdadeiro e puro, forte...

É uma rocha resistente.

Nada o separa...

A não ser a morte.

É esse sentimento que sinto por você...

Meu grande amor...

Razão da minha existência...

Meu bem querer.

Autora Maria José dos Santos Ferreira.
1 compartilhamento

“As rosas não falam” Poema

Se as rosas falassem contaria ao mundo a beleza dos sentimentos...

Elas espalhariam lindas palavras de amor...

Palavras doces, alegres, eternas...

Palavras de lindos momentos.

Levada suavemente, nos corações de quem se ama.

Tudo seria mais belo e suave como o aroma das rosas.

Rosas de todas as cores.

Mas as rosas não falam...

Simplesmente testemunha o amor e guardam para si.

As lindas palavras de amor que não foram ditas...

Mas que foram sentidas, num momento tão lindo da vida.

Muitas vezes não demostramos esse amor...

Ocultamos os mais lindos sentimentos...

Não deixando transparecer que amamos...

Deixamos escapar esse momento sagrado...

Momento tão lindo que jamais será esquecido.

Momentos de um grande amor...

Acompanhado das lindas noites, repleta de cores e flores de uma canção de amor.

Ficamos em silêncio quando deveríamos gritar para todo mundo ouvir...

As rosas vermelhas exalam um suave perfume...

Que embebedá a alma trazendo a sensação de, estar dançando...

Ar livre ao som das canções das flores.

Olhamos e vimos o amor passar...

Sem nada falar.

Guardo na lembrança a voz, de um sussurro doce e suave...

De quem disse lindas palavras.

Com lágrimas nos olhar, implora o amor.

Amor que deixamos ir embora no silencio triste da noite.

Mas que, sentimos saudades dos doces momentos não vividos.

Autora Maria José dos Santos Ferreira.
1 compartilhamento

“Viver de amor” Poema

Quero de amor viver no teu coração!

Sofrer e amar essa doce paixão.

Na tua alma, em teus encantos...

Falar de amor ouvir seu planto.

Quero nos teus ardentes beijos suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber os teus amores...

Quero morrer de amor e amanhecer no céu.

No enlevo do olhar teu!

Quero viver d´esperança...

Quero tremer e sentir!

O perfume do corpo teu.

Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, meu...

Encher minha alma, meu coração!

Que noite, bela cheia de doce paixão.

E entre os suspiros do vento...

A noite trás o frescor...

Quero viver um momento...

Morrer contigo de amor!

Autora Maria José dos Santos Ferreira.