Coleção pessoal de MAGODIONES

1 - 20 do total de 35 pensamentos na coleção de MAGODIONES

ORAÇÃO PARA ATEU


Deus disse: "FAÇAMOS o ser humano a NOSSA IMAGEM e segundo a NOSSA SEMELHANÇA..."

"Deus criou o ser humano à SUA IMAGEM, à IMAGEM de Deus o criou."


Gênesis 1, 27

MAGO DIONES
1 compartilhamento

HINO DO CAOS


No redemoinho das águas
No meio do furacão
No fundo do abismo
No giro da galáxia
No buraco de minhoca
No sonho esquisito
No dente arrancado, felicidade-louca-macabra...
No caminho das aves
No fim da vida
No canto da morte
No sono profundo


Na luz da estrela
Na sociedade alternativa
Na liberdade total
Na permissão: foi tomada


O amor se fez lei
Pela espada do forte
E o olho do rei

MAGO DIONES
1 compartilhamento

VAGA-LUME


O ser humano é uma bosta
Que maltrata, que violenta
Que descarta, que mata
Que bosta
Mas, é o único que salva-me desta merda
De vida

MAGO DIONES
1 compartilhamento

ESTAÇÃO BRÁS


Corpos em pilhas de homem
Como molhos de coentro
Respirando à agonia do outro
Marés de gente numa brecha que os consomem


Assim o rebanho corria sem tempo a perder
Deixando a vida passar dentro de lata apertada
E por vinte centavos, a ganância fugiu apressada
Na sombra do gigante acordado: POVO NO PODER


As promessas voltaram em canto bonito
O gigante coitado, de sono caiu
O mundo na lata, à barriga consentiu
Passando_ a força sua _as sanguessugas de granito


E no sonho, ele se viu acordado
Sem parasitas dos lados
Mostrando que não é nada coitado
Se seus olhos, nossos e vossos abrir, estão acabados.

MAGO DIONES
1 compartilhamento

O SILÊNCIO DE MADRE TEREZA DE CALCUTÁ


O silêncio se fez presente,
Dizendo tudo sem nada falar
Toca hinos com som ausente
De poesia, que não ouso declamar


Ouvindo-o, não se esculta
Foi feito pra escultar
O que em seu coração pergunta
E esse segredo vai lhe contar


Proseava com ele, e alguém a perguntar:
_Sabe o que vai pedir?
_Nada, só vim pra escultar
_Ele responde?
_Nada, só está pra me ouvir

MAGO DIONES
2 compartilhamentos

CHICO XAVIER

Em tenra idade com outros aprender a ter
Eles lhe ensinavam o que iriá vir
Diante de olhos torcidos ao que ai ser
Caminho único nesta vida: servir


Sua mão tracejava mensagens do Lado
Aos lamentados, filhos apartados do coração
Em memórias revividas, hoje é encontrado
Paziguando a tristeza e a dor da multidão


Lágrimas colhidas, no balde da vida
Aos que fadados perderam para morte
Amados levados pelo destino que finda
Esperança encontrada em Xavier nova sorte


Caridade e instrução chamavam todos da Luz
Ajudando povo doente de profunda saudade
Exemplo vívido, sempre SERVINDO o guia da cruz
Amor enjaulado, SER de humilde verdade


Sina traçada, abraçava os de cá
Aonde há dor arrancava esperança
Vida marcada, ensinava os de lá
Que era no outro a grande bonança


O que fez é celebrado, com admiração
Os livros escritos, a palavra semeada
Aos pobres: o ombro, aos ricos: compaixão
O santo da gente, fez sua própria jornada


Um mandamento somente cumpriu
Amou-os como a si mesmo:_ vivia
E feito o trabalho da terra partiu
Em dia de festa, de muita alegria

MAGO DIONES
1 compartilhamento
Tags: poesia poema

PATATIVA DO ASSARÉ

Pássaro pequerrucho ao sol cantou
Nas terras rachadas, passos levou
Garimpando sabedoria antiga gritou
A voz da natureza por ele falou


Na lida pesada, no olho da enxada
Sina travou, com a cabeça enfestada:
Inspiração. Não comia, dormia nem nada
Só teve sossego quando escutou a danada


Futucava, avistava num botão verso escondido
Montava na cachola o viveiro de poemas entupido
Juntava quantos podia, para soltar no mundo florido
Gritava, chorrava, cantava as lágrimas do povo sofrido


Nome mudava, vida mudava e raízes no chão
Patativa era a patente maior do sertão
O que é bom é imitado, dessa ave tem de montão
Agora, Assaré é um junto consigo na certidão


Magia divina brilhava na mente do nosso Camões
Onde olhava, poesia jorrava de internos vulcões
Poesia nascia da mata, vida, dores e emoções
Na métrica, na rima, sem saber dando lições



Meses corridos aprendeu nos livros a grande lição
Orgulhoso falava, professor melhor que esse: tem não
Das aulas saí meio letrado, tinha o mundo na mão
Palavra arranjada, da viola pulava poesia pro coração


Mas, calou-se o gigante que ao mundo encantou
Assaré da patativa, com sua sabedoria profetizou
A vida foi longa, no fim, o destino sua vista levou
Descobrindo de novo, que era de si que a beleza brotou

MAGO DIONES
2 compartilhamentos
Tags: poesia poema

POESIA DO EXÍLIO

W.W. MATTA E SILVA
_O ESCRITOR ESPIRITUALISTA _
GARANHUENSE,
TORNOU-SE PÁGINA VIRADA?

O berço deixado, caiu na estrada
No Rio de Janeiro fez casa, tenda.
Na caridade desmanchando contenda
Sabedoria, tirou: porque a vida é jangada


E sem rumo não chega, quem se deixa levar
A rota da fé, só o íntimo é timão
Não vive na paz, quem não tem coração.
Foi na caridade que serviu a ajudar.


Escritor de diversas obras religiosas
De cunho afro-brasileiras e míticas
É estudado em suas obras volumosas.
Dos acadêmicos, recebeu positivas criticas


Tornou-se por mérito referencia
No fundamento esotérico umbandista
Com preparo argumentou com ciência
Abrindo caminho para linha doutrinista


Sua inteligência, abaixo da humildade
Na aflição e na doença o povo atendia
Guindo como podia: os pequenos da sociedade
Atraindo também, os cultos da época que vivia


A fama que trouxe consigo, não o tirou
O sacerdote da fé; do prumo da razão
A disciplina, estudo e caridade o guiou
Simplicidade, amor e trabalho sua missão.


Assim, foi chamando pelo saber profundo
Que sem todos, não somos nenhum
Semeando na prática como de um
se faz quatro, correr o mundo.

MAGO DIONES
1 compartilhamento
Tags: poesia poema

OUTRO PAULO, O LEMINSKI


Na tarde fria me jogava
Em gelo frio e quente
Dentro de mim vindo
Na liberdade escorregadia
Tu me ensinaste a ser
Liberto de mim
Pra ser você:
deus de poema

MAGO DIONES
1 compartilhamento

PAULO COELHO


Garoto pequeno que o mundo engoliu
Nos livros jogado, seu mundo surgiu
A vocação que nascia
Da Grande Magia

Que as vendas da “boa moral” jurava não ver:
Um coração oprimido, apertado
Gritando por SER

MAGO DIONES
1 compartilhamento

SALVE, DEDÉ SEIXAS


Conheci um atlante andando no chão
Vi com meu olhos, iludidos pelo ancião
Com meia idade, tinha saber de um milhão


Falou de uma universidade, por ele cursada com fervor
Daquelas que a vida, te coloca como aluno e professor
É um ser que se inventou, como homem, sábio e doutor


Maluco beleza, que veio aprender o que tinha pra ensinar
Não cresceu, pra esconder seu tamanho, e humildade mostrar
Aos olhos dos que carregam o mundo, nas costas a lhes esmagar


Os pensamentos e as palavras em medidas bem pitada
Encheu livros, cabeças, poemas e conversa animada
Percorreu o mundo, voltando pra amada


Em sua fome desenfreada, um tal de Nietzche devorou
Vomitou outro Seixas, aquele do rock and roll
Filosofraseando o mundo encantou




O Dom Quixote da Suíça Pernambucana
Desbravando o frio daqui, dentro do sertão em chama
Enfeitou-se de glória, sem espaço pra fama


Na simplicidade ocultou, os poemas da vida espalhada
Editores não enxergaram as obras, pelo leitor aclamada
Do poeta de fogo, que tira poesia, entre a cruz e a espada


Vou falar só uma vez, pra quem lê e quem não leu
Que mistério nele transcendeu, nas frases que escreveu
O pequeno se fez grande, e como sol a iluminar se deu

MAGO DIONES
1 compartilhamento
Tags: poesia poema

OSSOS


Os ossos dos
meus
olhos
CALEJADOS
de tanto ver aquela
MENINA

MAGO DIONES
1 compartilhamento

ARAÇÁ (A RODA DO TEMPO)


Quem tá, veio, porque já foi
Quem veio, tá, porque voltou
Quem voltou, já veio, porque tava
Quem foi, voltou, porque não tá
Quem vai, não vem, porque tá

MAGO DIONES
1 compartilhamento

A SEMENTE


O TODO contém o TUDO
O TUDO está contido no TODO
Do TODO veio o TUDO
E TUDO voltará ao TODO
Todos estão no TUDO
Ninguém está no TODO
O TODO é TUDO
Mas o TUDO não é o TODO

MAGO DIONES
1 compartilhamento

ALEGRIA


Todo boneco escuta
Todo carro toca
Todo pião observa
Todo vídeo game é viciado
em alegria de criança.

MAGO DIONES
1 compartilhamento

CRIAÇÃO


As cores devorando o papel
As cores devorando o pincel
As cores devorando a criança
A criança devorando a vida
A vida devorada por Deus
Que vomita: vida

MAGO DIONES
1 compartilhamento

SELF- SERVICE


A poesia é feita
do vômito
do próprio saber.

MAGO DIONES
1 compartilhamento

CAMA MACIA


Cama macia para sono pesado
Por um instante tornou-se retardo
Descansando, acordar para quê?
_Se nesse sonho lucido tudo vê

O frio da noite, o breu do dia
Estancada de joelhos em fé pia
Lágrimas banhavam a fria cova
A mãe rezava segurando a rosa

Carnaval apoteótico de vermes com fome
Cavucando carne gelada, a forma se some
Sem pressa, agonia vagarosa a alma consome

Uma chorrava em prantos, enquanto outra ria
A última trouxe a morte; Daquela, a sua luz sumia
Sonhando acordado em cama macia

MAGO DIONES
1 compartilhamento

CONHECE-TE À TI MESMO


Certo dia fiquei estacado
Olhando dentro do espelho
Os meus, OUTROS olhos me engolindo
tentando sai do espelho e
ver o que nos MEUS olhos
estava refletido.

MAGO DIONES
1 compartilhamento

CRIANÇA É POESIA


Tou, tá, tamo.
Não sabo,
Te amo.

MAGO DIONES
1 compartilhamento