Coleção pessoal de luferraz

61 - 80 do total de 90 pensamentos na coleção de luferraz

Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.

Há Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar,
porque um belo dia se morre.

Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.

E o que o ser humano mais aspira é tornar-se ser humano.

Quem quiser vencer na vida deve fazer como os seus sábios: mesmo com a alma partida, ter um sorriso nos lábios.

"Jamais me esquecerei dos teus preceitos, pois por meio deles que preservas a minha vida."

" Non dimentichero' mai i tuoi comandamenti, perché per mezzo di essi tu mi hai vivificato."

Oh, onde esta Romeu?...Quieto, perdi eu mesmo, não estou aqui e não sou Romeu. (Ato I, Scena I)" “Romeu, Romeu? Por que és Romeu? Renega teu pai e abdica de teu nome; ou se não o quiseres, jura me amar e não serei mais um Capuleto (...) Teu nome apenas é meu inimigo. Tu não és um Montecchio, és tu mesmo (...) Ó! Sê algum outro nome! O que há num nome? O que chamamos uma rosa teria o mesmo perfume sob outro nome (...). Romeu, renuncia a teu nome; e em lugar deste nome, que não faz parte de ti, toma-me toda!

Mas qual luz abre a sombra deste balcão? Eis o oriente é Julieta, e o sol! Oh, e a minha mulher e o meu amor!
(Ma quale luce apre l'ombra da quel balcone? ecco l'oriente. E Jiulietta, é il sole, oh, é la mia donna, é il mio amore! Atto II, Scena II

"Nenhum indício melhor se pode ter a respeito de um homen do que a companhia que frequenta: o que tem companheiros decentes e honestos adquire, merecidamente, bom nome, porque é impossível que não tenha alguma semelhança com eles."

Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.

Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.

Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.

É possível descobrir mais sobre uma pessoa numa hora de brincadeira do que num ano de conversa.

Resgate a criança curiosa e filosofa que dorme em algun canto do seu self, toda criança sadia é uma filosofa.De asas a sua imaginaçao, ou seja, permita em muitas ocasioes que a sua imagem se transforme em açao, com vista a libertar sua criatividade.Para que voce seja bem sucedido no resgate de sua criança-curiosa, filosofa, imaginativa, criativa, é impressidivel que tenha bem estabelecida a diferença que existe entre uma curiosidade patogenica e uma sadia.A primeira é de natureza essencialmete intrusiva, invasiva, invejosa e controladora. A segunda é uma curiosidade saudavel e estruturante do psiquismo, visto que conduz a um estado mental interrogativo, aliado a um amor pelas verdades, o que conduz a um sentimento de sentir-se verdadeiro e autentico.
Destarte nao se apoquente com a sua relativa ignorancia; pelo contrario faça um bom uso dela.Aplique para si mesmo o "método maieutico" preconizado por Socrates, que induzia o interlocutor a reconhecer sua propria ignorancia e, a partir dai, encontrar e partejar possiveis soluçoes e novas aberturas. "Novas aberturas" nao quer dizer que elas devam ser certas, ou originalissimas, mas, sim, simplesmente, que elas sejam outras...
Incorpore o "principio da incerteza" do filosofo Heisemberg, principio hoje aceito por todas as ciencias, logo, pela psicanalise - alude ao fato de que a verdade é sempre relativa, e que a significaçao dos fenomenos observados dependem, em grande parte, da atitude e da posiçao do observador. Cuide-se para que nao caia em dogmatismo moralista e doutrinario.

Em algum lugar da situaçao analitica, sepultada sobre massas e neuroses, psicoses e demais, existe uma pessoa que pugna por nascer.O analista esta comprometido com a tarefa de ajudar a criança a encontrar a pessoa adulta que palpita nele, e por sua vez, mostrar que a pessoa adulta ainda é uma criança.

Deixa de lado todos os seus afetos e também sua compaixão humana e concentra as suas forças espirituais numa única meta: realizar a cirurgia o mais de acordo possível com as regras da arte.

Essas crianças autistas nao estao fugindo ou escondendo-se, elas, de fato, estao perdidas, à espera de que alguém va ao seu alcance.

Todos nos acabamos nos acostumando com uma coisa extraordinaria: esta conversa esquisita, que denominamos[...]psicanalise, funciona.E INACREDITAVEL, mas ela FUNCIONA.

Nenhum ser humano é capaz de esconder um segredo. Se a boca se cala, falam as pontas dos dedos

Amor sem verdade nao é mais do que paixao; verdade sem amor nao passa de crueldade.