Coleção pessoal de Iaravecio

1 - 20 do total de 26 pensamentos na coleção de Iaravecio

O tempo passa para as palavras do amor excelso se acomodar no coração, alicerçando ao despontar de uma tormenta o fundamento do perdão.

Iara Vécio

A Luz reflete os padrões do teu interior, e clama por ser acesa a cada mover do teu pensar.

Iara Vécio

Embarque seguindo o perfeito amor, e constate a primorosa projeção do Pai Celestial reluzindo na terra, no mar e no ser pensante.

Iara Vécio

A fraqueza não é um ponto de abate, mas a espera do florir e o tempo de solidificar o escolhido.

Iara Vécio

A fé estabiliza o ponto central do autocontrole, e sustenta a esperança de vencer os labirintos com perseverança.

Iara Vécio

Quando a lágrima se funde com o olhar e despeja sentimentos profundos, surge nova imagem alegrando o âmago amargurado.

Iara Vécio

Alcance o céu adornando tua casa nos parâmetros do amor, e creia na dádiva surreal da livre escolha.

Iara Vécio

Fortifique teu baluarte, tua essência, tua independência no teu reino que é teu pensamento, e compartilhe o amor brotado em ti.

Iara Vécio

Supere o ocaso, e descubra os padrões surpreendentes das indubitáveis evidências do amor divinal.

Iara Vécio

Permita à fé ressurgir na tua vida com a vida vivida em vida, vivendo na expectativa da vinda singular de Jesus.

Iara Vécio

Aprecie o meditar, interagindo com o amor Divino, e suavize tua estrada refletindo a Luz no teu caminhar.

Iara Vécio

Transfunda o amor doado a tua vida, e experimente a vitória do preço inimaginável do aroma de Cristo Jesus na tua consciência.

Iara Vécio

Olhe o firmamento com fé, e concretize as respostas dos sonhos e das ideias fluentes do teu pensamento.

Iara Vécio

Anule imperfeições do teu mundo, renovando tua vida com o cheiro suave do Amor Celestial.

Iara Vécio

Influencie a polemista cidade que te desprezou, e creia nas contingências das mudanças significativas do teu mundo externo.

Iara Vécio

A consciência de si que surge a partir da fé, independe da dificuldade e impulsiona subir cada degrau.

Iara Vécio

TEUS OLHOS SÃO OS MEUS

Menino dos olhos castanhos
Em quanto tempo viverás...
Não devo, nem vou pensar,
Viverei a cada luar,
Velando o teu pensar.

Menino dos olhos de mel
Cresceste e tão forte ficou,
Mais uma vez lembro...
Foi bom não pensar
O tempo que viverás!

Menino dos olhos amarelados
Os meus olhos também são assim,
Olhe no espelho e verás
Nossos olhos se encontrar...
Vai me ver ao te olhar.

Menino dos olhos de girassol,
Será que vou alcançar
Quando velho estiver,
Seguindo a direção do poente
E teus olhos azulados ficarem?

Menino teus olhos não vão ter cor,
Quanto isso acontecer...
Os meus também assim vão ficar,
Não tenhas medo da escuridão,
Vigiando estarei pegando tua mão.

Menino quando partires
Já deixaste tua semente,
Para florescer e frutificar,
Teus descendentes irão lembrar
Pois, alguns, teus olhos terá.

Menino nós temos que partir,
Áureas abriram para o infinito seguir
E num lugar florido encontrar
A cor transparente dos nossos olhos,
Que esperando, vai estar.

Iara Vécio

Aceite a crítica de forma compensatória imbuído de fé, e favoreça a sociabilidade construtiva do seu interior.

Iara Vécio

Memórias lapidam o aprendizado e a construção de sua inteligência influencia na expectativa do seu querer.

Iara Vécio

Reage, compreenda o palpitar efêmero e contemple o contentamento presumível da fé, com teu coração redivivo.

Iara Vécio
1 compartilhamento