Coleção pessoal de gabrielaaraujo

1 - 20 do total de 33 pensamentos na coleção de gabrielaaraujo

Nem um nem outro. Nem você nem ninguém. Eu, isso basta. Estou numa fase egoísta, alguma problema?

Gabriela Araújo

É outra vez aquela mesma história. Estava tudo tão bem... Ou pelo menos parecia estar. Infelizmente ainda existem momentos em que tudo que eu queria era te ter. Pareço estar vazia de coisas boas. Às vezes estou deitada e de repente me pego pensando em um próximo encontro entre nós. Ainda acho que existem chances dele acontecer. Sei que isso pode não passar de uma ilusão e que ter esperanças demais me faz mal, mas é assim que eu estou agora. Cheia de esperanças, mesmo sem motivos.

Gabriela Araújo

Pretendo começar uma nova fase em minha vida, mas dessa vez não quero certezas. Aprendi muitas coisas com o passado e uma delas foi que quanto menos certezas você tiver mais simples serão as coisas. Serão também mais atraentes e mais gostosas de serem vividas. Mesmo tendo aprendido algumas lições com o que vivi, continuo achando que elas não valeram todas as lágrimas que deixo escapar até hoje por inúmeros motivos. O maior deles, como sempre, é a saudade.

Gabriela Araújo
30 compartilhamentos

E sempre que preciso de um colo, de um conforto e alguém para desabafar as únicas que me acolhem são as palavras. Estão sempre aqui para me ajudar e aliviar um pouquinho dessas dores que a vida traz. São meu corpo e alma refletidos em cada texto, mesmo que não sejam muito claros ou devidamente traduzidos, são os meus sentimentos mais verdadeiros e sinceros. Mas não as uso somente quando estou precisando de consolo. Muitas vezes retrato essa felicidade tão intensa que sinto quando estou com algumas pessoas. De qualquer forma, as únicas a quem confidencio meus segredos, saudades, lembranças e minha coleção de dores, sentimentos não correspondidos, etc. são as palavras, que me dizem tudo que preciso ouvir. Queria uma forma de agradecê-las, mas acho que prometer nunca parar de escrever e dar vida à elas já é um bom agradecimento.

Gabriela Araújo

Agora me dei conta de que não faz tanto tempo assim desde a última vez que nos vimos. Pra mim pareceu uma eternidade, pois a cada dia eu tinha que me superar. Me superar para manter o controle e disfarçar a saudade para não desabar em lágrimas. Tem sido difícil, e muito. É uma rotina cansativa. Me mata aos poucos por abstinência. Mas uma hora passa, eu sei. Nada é para sempre, então se não foi hoje, amanhã quem sabe. Ou na próxima semana talvez... Só preciso continuar assim, porque uma hora tudo vai mudar. Não peço que seja da noite para o dia, sem mais nem menos. Sei que esse tipo de coisa é aos poucos, com o tempo e paciência. Mas parece o meu tempo nunca passa quando estou sozinha.

Gabriela Araújo

Hoje eu estava pensando em você -apesar de que isso já se tornou rotina-. Estava lembrando do teu jeito de cantar e tocar para mim. Ah, como era lindo aquele seu jeito! Dá um aperto no coração pensar nesses momentos sabia? Dói, como dói lembrar... Se lembra de uma das nossas músicas preferidas que tínhamos em comum? Aquela que você cantou para mim pela primeira vez. Sempre gostei daquela música, mas depois daquele dia passei a lembrar de ti quando a ouvia. Era uma música triste, que eu nunca quis que fizesse algum sentido para nós além de que quando eu ouvia lembrava de você cantando, o que sempre me fez sorrir. Agora essa letra tão triste continua me lembrando você, mas por outros motivos. Antes, eu sorria ao cantar, hoje choro. Choro por lembrar e por infelizmente entender cada verso daquela música. Entender a dor que se tornou inspiração para o compositor. Esse sempre foi um dos meus medos quando pensava no futuro, e hoje tenho que lidar com ele todos os dias, pois se tornou real.

Gabriela Araújo

Me impressiono como sempre pareço estar fazendo algo errado. Gostando da pessoa errada, escolhendo caminhos errados e amigos errados.

Gabriela Araújo

Então, o que a gente faz quando não tem ideia do que fazer? Estou assim, perdida entre a possível ideia de ter você só pra mim e a minha vida sem você -mesmo eu achando a segunda opção inexistente-. Preciso escolher uma direção para seguir, mas a curta estrada que andei ao seu lado insiste em ficar constantemente em meus pensamentos me fazendo achar que ela poderia ter se prolongado. Mas agora realmente é hora de mudar, deixar algumas coisas para trás para que novas possam vir. Parece fácil falando porém na prática isso é bem mais difícil. Sei disso, pois tento te esquecer um pouquinho a cada dia, mas parece que toda vez que tento perco uma parte de mim. Isso machuca. Dói mais do que qualquer outra dor física, porque diferente dos ferimentos que temos em nosso corpo, os da alma não se cicatrizam. Podem até ser esquecidos por algum tempo, mas estão sempre ali. É disso que tenho medo, de esquecer algo que não era pra ser esquecido. Que era pra ser meu, mas que infelizmente se tornou uma ferida que remédio algum cure. Enfim, acho que só preciso de tempo para pensar, um colo para me acalmar e boas risadas para me distrair. O resto vai se ajeitando aos poucos, sei disso. Afinal, como dizia Caio Fernando Abreu, se for meu vai voltar.

Gabriela Araújo
1 compartilhamento

Querido futuro, não gosto de pensar em você sabia? Pois é, porque sei que quem eu queria que estivesse comigo não estará e que as coisas não serão fáceis. Nada na vida é fácil, eu sei. Só queria que você me surpreendesse um pouco. Mas surpresas boas, por favor. Ando precisando de uma força a mais, uma vontade, uma razão para seguir em frente. Então, se não for pedir muito, me traga coisas novas. Novos sentimentos, novas pessoas, novas alegrias... Só não faço questão de que elas venham acompanhadas de novas tristezas, decepções e mais saudade. Não aguentaria reviver tudo isso.

Gabriela Araújo

Não resisti e te mandei uma mensagem agora pouco. Nem sei se você já leu ou se não quis me responder, mas senti necessidade em te procurar. Acho que não posso aceitar a ideia de te perder quando o que eu mais quero é estar contigo. Tive coragem de escrever apenas um ''sumiu?'' e não pensei duas vezes antes de enviar. Sei que é pouca coisa, afinal foi apenas uma palavra. Mas achei melhor assim, já que seria muita ousadia da minha parte me declarar logo de cara. Não estou tão desesperada assim. Bom, até estou, mas por sorte aprendi a lidar um pouco melhor com isso. Não quis realmente te perguntar o por que de ter sumido das redes sociais pois eu sabia que estava viajando. Queria saber o motivo de ter sumido da minha vida, e se algum dia voltaria... Espero que você entenda o verdadeiro sentido dessa mensagem e ao menos me responda. Mesmo que a resposta não seja a que eu gostaria de ler.

Gabriela Araújo

Hoje eu só precisava de um abraço apertado e ouvir você dizendo ''senti sua falta.''

Gabriela Araújo

Eu tinha muito pra falar depois de tudo que vi e li. Muitos sentimentos misturados aqui dentro, muitas coisas passando pela minha cabeça e muitas lágrimas caindo sem que eu pudesse fazer algo para evitá-las. Juntei minhas forças, me contive por alguns instantes e disse à mim mesma: "chore agora tudo o que tem pra chorar, mas quando se sentir melhor, erga a cabeça e mantenha seus pés no chão. Nada de lembrar o passado, pois ele não te deixará continuar." E é isso que estou fazendo, ou pelo menos tentando fazer. Vale avisar que é bem difícil, mas uma hora eu aprendo. Ou não. Por enquanto prefiro apenas encostar a cabeça no travesseiro e pegar no sono pensando em coisas boas. Mesmo que todas elas envolvam você.

Gabriela Araújo

Muitos dizem gostar, outros dizem amar. Eu só digo que o que eu sinto não é normal. Não para mim. É diferente e inexplicável, por isso não sei como rotular. Simplesmente carrego esse sentimento comigo, mesmo não sabendo lidar.

Gabriela Araújo

É sempre assim. Começo escrevendo sobre coisas boas que estão me acontecendo, tentando te tirar de foco, mas nunca consigo. É incrível como sempre acabo te encaixando nas minhas histórias. Preciso tomar mais cuidado com isso. Volta e meio me pego pensando no futuro ao seu lado e fantasiando momentos. Quando me dou conta de que isso nunca deixará de ser apenas mais uma fantasia, as lágrimas vêm pra aliviar essa decepção. Tem sido assim ultimamente. Primeiro a alegria, depois a saudade e por fim a dor. As palavras são meu único modo de esvaziar a mente. Me ajudam a colocar todos esses sentimentos pra fora e a recomeçar o ciclo. Vou levando a vida assim, pois o que me resta é a esperança de que um dia você ainda volte pra mim.

Gabriela Araújo

Vai tudo mudando, tudo se ajeitando. Não pense que te esqueci. Pelo contrário. Você está mais presente em minha vida do que pessoas com quem convivo todos os dias. Mas uma hora a gente tem que mudar o foco. Deixar de lado algumas coisas para conhecer outras. Vou tentar disfarçar quando algo me lembrar você, fingir que não vi pra não desabar em lágrimas. E quando aquela saudade que insiste em me acompanhar, for maior que o meu orgulho, não hesitarei em te procurar. Em te ligar pra dizer o quanto senti sua falta. Te dizer que quero ser sua vida, ter seu colo, seu carinho. Quero ter você. Sei que é clichê, mas o amor é assim... É clichê porém sempre está pronto para nos surpreender.

Gabriela Araújo

Essa cidade me acalma. Gosto de olhar pra fora e saber que não estou sozinha. Gosto de saber que cada luz acesa representa uma pessoa, uma família, uma vida. É tão boa essa sensação de não estar sozinha. É bom perder o seu valor por alguns minutos. Saber que sou só mais uma pessoa nessa cidade imensa. Que não faço diferença pra maioria das pessoas, e que elas também não fazem pra mim. Gosto disso, gosto dessa falta de importância por morar em uma cidade grande e saber que o mundo lá fora não vai parar porque algum idiota não te deu o devido valor.

Gabriela Araújo

E a cada dia me desentendo mais. Não vejo o menor sentido em mim, em morar onde moro e conviver com quem convivo. Parece que a cada dia tenho mais certeza de que aqui não é o meu lugar. A falta de assunto de algumas pessoas, de coisas em comum, a ignorância... Tudo isso está me deixando louca. Não entendo o por quê de viver em um lugar onde nada faz sentido. Onde você não se sente bem. Por esse e outros motivos prefiro ficar no meu quarto a maior parte do tempo. Lá é meu mundo, minha vida, sou eu por inteira. Corpo e alma retratados em cada detalhe. Fora do comum para a maioria, mas é onde eu me encontro. Na bagunça de pensamentos, sentimentos e até mesmo roupas. Meu mundo, o qual ninguém entra nem sai sem a minha permissão.

Gabriela Araújo

Tenho tantos assuntos pra falar que fica até difícil escolher um. Poderia contar o quanto me sinto bem em alguns lugares, de como a noite é encantadora e até mesmo das inúmeras lembranças que carrego comigo. Mas não importa sobre o que eu fale, pense ou escreva, sempre tem um detalhe que me leva a você. Por menor que seja, por mais que eu tente disfarçar, eu sei que sempre terá um pouco de você em mim.

Gabriela Araújo

O fato do mundo estar totalmente de pernas para o ar nunca me importou muito. Sempre me senti bem, pois o meu mundo sempre esteve bem. Tão normal como o de qualquer outro adolescente. Foi aí que você chegou. Assim, do nada, pra tirar todas as minhas certezas e toda a paz que havia ao meu redor. Bagunçou tudo. Mas não te culpo por isso, porque foi no meio daquela bagunça toda que eu me encontrei. Me encontrei nas suas risadas, nos seus carinhos, nos seus planos e no seu futuro. Aquele futuro o qual eu sempre quis fazer parte. O qual nunca me conformei que não se realizaria do jeito que eu tinha sonhado. Mas sei que um dia ainda podemos nos encontrar. Numa rua ou num bar, na esquina ou em qualquer outro lugar ainda vamos nos reencontrar. E nesse dia em que o acaso for ao meu favor, quero que seja apenas o primeiro de muitos outros reencontros que teremos, meu amor.

Gabriela Araújo

E à noite, não tem coisa melhor do que o silêncio. É bom pra esclarecer os pensamentos, colocar tudo em ordem e sair da agitação do dia-a-dia. Uma música e um café até caem bem nessas noites frias que tenho passado sozinha. Não por falta do que fazer ou de com quem sair. Por necessidade mesmo. Preciso de uns momentos comigo mesma. Deixar meus pensamentos soltos e as palavras saírem assim, naturalmente. Sem esforço algum, apenas com a leveza de um texto sincero.

Gabriela Araújo