Coleção pessoal de danielaraffo65

1 - 20 do total de 336 pensamentos na coleção de danielaraffo65

Na geografia da vida existem montanhas, abismos, vales e desertos...
Quando estamos no topo da montanha só conseguimos rir o dia todo e ficar exaustos de tanta excitação e alegria...
Até que alguma coisa acontece e nos precipitamos montanha abaixo...
O tombo pode ser maior ou menor, os arranhões mais ou menos profundos, porém a dor é sempre a mesma... mas ninguém a conhece, pois não há ninguém caindo junto com você.
Quando chegamos lá no fundo, ficamos machucados e doloridos por um tempo, deitados em nosso abismo... mas o tempo que demorem nossas feridas em sarar dependerá somente de nossa disposição para nos levantar.
Chega então o tempo de atravessar o deserto, o tempo das lamentações e das lágrimas, e de avançar arrastando os pés e a alma, mas a medida que avançamos a dor vai se transformando em meditação e finalmente, em aprendizado... e quando queremos lembrar, nosso deserto tem-se transformado num verde vale.
Chegaremos então novamente ao topo da montanha, e voltaremos a exultar de alegria, e o ciclo recomeçará...
Estranhamente, não produzimos frutos quando estamos no topo da montanha, nem quando estamos agonizando no abismo de nossa dor... só produzimos frutos de sabedoria enquanto atravessamos o deserto.

Sábio não é aquele que nunca cai, mas sim aquele que lembra o que aprendeu com cada cicatriz...

Daniela Raffo
2 compartilhamentos

Tudo que me deixa mais perto de Deus é sempre para melhor... mesmo que ao presente me provoque dor.

Daniela Raffo

Amigos são melhores do que fadas...
Eles não têm asas, mas voam ao nosso encontro quando mais precisamos deles...
Eles não têm varinha de condão, mas com um sorriso mudam nosso mal-estar como num passe de mágica...
Eles não têm luzes coloridas ou brilhos cintilantes, mas eles iluminam nossos momentos tristes e festejam nossos momentos alegres...
Eles não têm aparência leve e sutil, por isso um abraço deles conforta de verdade o nosso coração!
Além disso tudo... fadas não existem, mas amigos sim!

Daniela Raffo
13 compartilhamentos

Quando as palavras não conseguem expressar os sentimentos, são como flores que não conseguem explicar o seu perfume... pois algumas coisas precisam somente ser sentidas, e se transmitem melhor num olhar ou num sorriso do que no mais belo dos poemas...
Assim acontece com a amizade!

Daniela Raffo
1 compartilhamento
Tags: palavras sentimentos

Nós podemos pensar que conhecemos a Deus... Mas é necessário que Deus NOS CONHEÇA.
E não ensinará cada um a seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: "Conhece o Senhor", porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior... Hebreus 8.11

Nós podemos clamar a Deus... Mas é indispensável que ELE NOS RECONHEÇA.
Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus. Mateus 10:33

Nós podemos amar a Deus... Mas o mais importante é que Deus NOS AME.
Nós o amamos a Ele porque Ele nos amou primeiro... 1 João 4.19

Nós podemos achar que trabalhamos muito para Deus... Mas é sempre preciso que FAÇAMOS A VONTADE DE DEUS.
Nem todo o que me diz: "Senhor, Senhor!" entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus... Mateus 7:21

Você tem fé em Deus... Mas Deus TEM FÉ EM VOCÊ?
De ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Gênesis 12.2

Daniela Raffo
1 compartilhamento

Por que só falamos acerca de não prestar atenção ao tempo quando somos jovens ou quando já somos velhos... e nunca no tempo intermédio?
Por que quando somos velhos lembramos os sonhos de quando éramos novos e suspiramos com tristeza, e pensamos que se tivéssemos uma segunda chance, faríamos as coisas completamente diferentes, aproveitando mais as oportunidades e desfrutando mais da vida?
Por que quando somos jovens deixamos as coisas para fazer "depois"... num futuro que nunca vira presente?
Por que passamos a vida adulta enchendo nosso tempo de coisas que depois só consideraremos perda de tempo?
Por que sempre concordamos quando alguém nos fala em desfrutar das coisas simples, mas continuamos a esperar desfrutar da água quando cheguem as férias, em vez de curtir a beleza das gotas do chuveiro em nossa pele?
Por que aceitamos que outros nos imponham seus sonhos pré-condicionados e bem empacotados de uma vida que é perfeita só na foto da propaganda, e que depois revela uma realidade tão diferente... e que nem se parece conosco?
Por que teimamos em perder nosso melhor tempo correndo atrás de metas que nunca foram nossas, de coisas que nunca desejamos antes de vê-las, de pensamentos que nunca passaram pelas nossas mentes, de idéias que nunca mentalizamos, de futuros que nunca nos pertenceram?
Por que a cada fim de ano a gente se detêm e faz uma espécie de balanço do tempo vivido, e sempre encontra coisas que devia ter mudado? E faz listas prometendo que no ano que se inicia vai cumpri-las, só para esquecer o papel numa gaveta no dia 2 de janeiro?
Por que só olhamos para trás quando temos saudades de coisas que nos faziam felizes?
Por que só olhamos para baixo quando perdemos alguma coisa?
Por que só olhamos para dentro quando nos sentimos vazios e sozinhos?
Por que nunca olhamos para cima?

Eu não te proponho fazer diferente desta vez...

Eu te desejo ser diferente de uma boa vez...

Eu te desejo que você acorde cada dia do ano como se fosse o teu aniversário, com um Ano Novo a cada manhã... E que viva uma renovação contínua sem se importar com o que o calendário diga...
Eu te desejo que você não deixe as coisas para depois, que não perca o tempo com erros e mágoas, que jogue fora para sempre as lembranças que não servem, que semeie mais alegria a ambos lados do teu caminho, que seja mais rápido em dar e receber perdão e em sair correndo em busca da nova seguinte lição...
Eu te desejo que você sorria quando o tempo dizer pra chorar, e que ame quando as circunstâncias falam em aborrecer...
Eu te desejo que você espere quando todo mundo correr, e que você tenha paz quando o medo encher a escuridão.
Eu te desejo que você busque a Deus enquanto Ele ainda se deixa achar, e que O conheça de verdade, sem religiosidades vãs... como um filho conhece seu pai.
Eu te desejo que você não esqueça este vídeo assim que ele terminar... e que a cada manhã ao acordar você se lembre que ainda é dia e que então há tempo para recomeçar.
Eu te desejo que você pense sozinho e não permita que o mundo te venda uma ilusão que não vai se cumprir... pois esse sonho já foi vendido a muitos porém nunca ninguém o viu.
Eu te desejo uma vida nova... uma vida viva. E não uma morte com aparência de vida.
Eu te desejo um verdadeiro despertar à vida.
Feliz 2011.

Daniela Raffo
1 compartilhamento

Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!

Daniela Raffo
350 compartilhamentos

Você não tem alma. Você é uma alma. Você tem um corpo.

C.S. Lewis
389 compartilhamentos

Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança,
do medo uma escada,
do sonho uma ponte, da procura um encontro!

Fernando Sabino
4.4 mil compartilhamentos

Às vezes me dá enjôo de gente. Depois passa e fico de novo toda curiosa e atenta. E é só.

Clarice Lispector
1011 compartilhamentos

DEFINIÇÕES

Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.

Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta
um capítulo.

Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.

Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.

Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.

Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.

Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.

Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.

Ansiedade é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja.

Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.

Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.

Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.

Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.

Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.

Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.

Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente mas, geralmente, não podia.

Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.

Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.

Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.

Paixão é quando apesar da palavra "perigo" o desejo chega e entra.

Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
Não... Amor é um exagero... também não.
Um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?

Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação,
Esse negócio de amor, não sei explicar.

Adriana Falcão
3.9 mil compartilhamentos
Tags: definições

O amor faz-nos viver no futuro quando se é novo, no passado quando se é velho; e no céu durante um dia.

Condessa Diane
345 compartilhamentos

Jamais haverá ano novo se continuar a copiar os erros dos anos velhos.

desconhecido
4.2 mil compartilhamentos

Feliz Ano Novo
Glückliches Neues Jahr
Nytar
Feliz Año Nuevo
Felicigan Novan Jaron
Heureuse Nouvelle Année
Feliz Aninovo
Shaná Tová
Happy New Year
Felice Nuovo Anno
Akemashite Omedetou Gozaimasu

Desconhecido
2.6 mil compartilhamentos

Para falar do Natal, não existem segredos, basta olhar para dentro de nós mesmos. No Natal, estamos propícios a amar mais, ter mais carinhos, ser mais solidários. É o que nos envolve, este Espírito Natalino. Mas vejamos o mundo num foco mais nítido - isso ocorre somente nesta época do ano. O nascimento de Jesus Cristo tem o poder de causar essa transformação em nós. Época em que surgem milhares de voluntários, pessoas fazendo seus donativos, pessoas se abraçando, trocando calor humano com seus entes queridos. Eu vejo muita gente se engrandecer diante desse espírito, mas eu somente tenho a perguntar: - Por que?

Porque essas coisas só ocorrem no mês de Dezembro? Será um mês sagrado? Será que é tão difícil sermos assim o ano inteiro? Todos os dias de nossas vidas, nós devemos amar uns aos outros, respeitar uns aos outros, sermos solidários. O mundo não funciona somente no Natal, as crianças não necessitam de carinho, apenas no Natal, os necessitados, não passam fome, não sentem frio apenas no Natal. Eu quero olhar o Mundo e poder ver isso todos os dias.

Se Deus me concedesse um desejo, desejaria que nascesse um Jesus Cristo todos os dias.

Fernanda Molina
752 compartilhamentos

A Alegria na Tristeza

O título desse texto na verdade não é meu, e sim de um poema do uruguaio Mario Benedetti. No original, chama-se "Alegría de la tristeza" e está no livro "La vida ese paréntesis" que, até onde sei, permanece inédito no Brasil.

O poema diz que a gente pode entristecer-se por vários motivos ou por nenhum motivo aparente, a tristeza pode ser por nós mesmos ou pelas dores do mundo, pode advir de uma palavra ou de um gesto, mas que ela sempre aparece e devemos nos aprontar para recebê-la, porque existe uma alegria inesperada na tristeza, que vem do fato de ainda conseguirmos senti-la.

Pode parecer confuso mas é um alento. Olhe para o lado: estamos vivendo numa era em que pessoas matam em briga de trânsito, matam por um boné, matam para se divertir. Além disso, as pessoas estão sem dinheiro. Quem tem emprego, segura. Quem não tem, procura. Os que possuem um amor desconfiam até da própria sombra, já que há muita oferta de sexo no mercado. E a gente corre pra caramba, é escravo do relógio, não consegue mais ficar deitado numa rede, lendo um livro, ouvindo música. Há tanta coisa pra fazer que resta pouco tempo pra sentir.

Por isso, qualquer sentimento é bem-vindo, mesmo que não seja uma euforia, um gozo, um entusiasmo, mesmo que seja uma melancolia. Sentir é um verbo que se conjuga para dentro, ao contrário do fazer, que é conjugado pra fora.

Sentir alimenta, sentir ensina, sentir aquieta. Fazer é muito barulhento.

Sentir é um retiro, fazer é uma festa. O sentir não pode ser escutado, apenas auscultado. Sentir e fazer, ambos são necessários, mas só o fazer rende grana, contatos, diplomas, convites, aquisições. Até parece que sentir não serve para subir na vida.

Uma pessoa triste é evitada. Não cabe no mundo da propaganda dos cremes dentais, dos pagodes, dos carnavais. Tristeza parece praga, lepra, doença contagiosa, um estacionamento proibido. Ok, tristeza não faz realmente bem pra saúde, mas a introspecção é um recuo providencial, pois é quando silenciamos que melhor conversamos com nossos botões. E dessa conversa sai luz, lições, sinais, e a tristeza acaba saindo também, dando espaço para uma alegria nova e revitalizada. Triste é não sentir nada.

Martha Medeiros
1.9 mil compartilhamentos
Tags: alegria tristeza

A TRISTEZA PERMITIDA

Se eu disser pra você que hoje acordei triste, que foi difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava se exibindo lá fora e o céu convidava para a farra de viver, mesmo sabendo que havia muitas providências a tomar, acordei triste e tive preguiça de cumprir os rituais que faço sem nem prestar atenção no que estou sentindo, como tomar banho, colocar uma roupa, ir pro computador, sair pra compras e reuniões – se eu disser que foi assim, o que você me diz? Se eu lhe disser que hoje não foi um dia como os outros, que não encontrei energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de nada, você vai reagir como?

Você vai dizer “te anima” e me recomendar um antidepressivo, ou vai dizer que tem gente vivendo coisas muito mais graves do que eu (mesmo desconhecendo a razão da minha tristeza), vai dizer pra eu colocar uma roupa leve, ouvir uma música revigorante e voltar a ser aquela que sempre fui, velha de guerra.

Você vai fazer isso porque gosta de mim, mas também porque é mais um que não tolera a tristeza: nem a minha, nem a sua, nem a de ninguém. Tristeza é considerada uma anomalia do humor, uma doença contagiosa, que é melhor eliminar desde o primeiro sintoma. Não sorriu hoje? Medicamento. Sentiu uma vontade de chorar à toa? Gravíssimo, telefone já para o seu psiquiatra.

A verdade é que eu não acordei triste hoje, nem mesmo com uma suave melancolia, está tudo normal. Mas quando fico triste, também está tudo normal. Porque ficar triste é comum, é um sentimento tão legítimo quanto a alegria, é um registro de nossa sensibilidade, que ora gargalha em grupo, ora busca o silêncio e a solidão. Estar triste não é estar deprimido.

Depressão é coisa muito séria, contínua e complexa. Estar triste é estar atento a si próprio, é estar desapontado com alguém, com vários ou consigo mesmo, é estar um pouco cansado de certas repetições, é descobrir-se frágil num dia qualquer, sem uma razão aparente – as razões têm essa mania de serem discretas.

“Eu não sei o que meu corpo abriga/ nestas noites quentes de verão/ e não me importa que mil raios partam/ qualquer sentido vago da razão/ eu ando tão down...” Lembra da música? Cazuza ainda dizia, lá no meio dos versos, que pega mal sofrer. Pois é, pega mal. Melhor sair pra balada, melhor forçar um sorriso, melhor dizer que está tudo bem, melhor desamarrar a cara. “Não quero te ver triste assim”, sussurrava Roberto Carlos em meio a outra música. Todos cantam a tristeza, mas poucos a enfrentam de fato. Os esforços não são para compreendê-la, e sim para disfarçá-la, sufocá-la, ela que, humilde, só quer usufruir do seu direito de existir, de assegurar seu espaço nesta sociedade que exalta apenas o oba-oba e a verborragia, e que desconfia de quem está calado demais. Claro que é melhor ser alegre que ser triste (agora é Vinícius), mas melhor mesmo é ninguém privar você de sentir o que for. Em tempo: na maioria das vezes, é a gente mesmo que não se permite estar alguns degraus abaixo da euforia.

Tem dias que não estamos pra samba, pra rock, pra hip-hop, e nem pra isso devemos buscar pílulas mágicas para camuflar nossa introspecção, nem aceitar convites para festas em que nada temos para brindar. Que nos deixem quietos, que quietude é armazenamento de força e sabedoria, daqui a pouco a gente volta, a gente sempre volta, anunciando o fim de mais uma dor – até que venha a próxima, normais que somos.

Martha Medeiros
4.8 mil compartilhamentos

Vida

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é muito para ser insignificante.

Augusto Branco
35 mil compartilhamentos

Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida... Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos,
Mas também tornemos todos esses desejos, realidade!

Glácia Daibert
8.6 mil compartilhamentos

Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calmo e perdôo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.

Clarice Lispector
8.1 mil compartilhamentos