Coleção pessoal de caiqueferro

1 - 20 do total de 66 pensamentos na coleção de caiqueferro

Um amor de verdade nunca acaba, só deixa de ser cultivado.

Caique Ferro

Eu não quero saber se a gente vai dar certo ou não no futuro. O que eu gosto de pensar é que esta dando certo agora. E nada mais.

Caique Ferro

Rasga dinheiro, e come coco.
Sem camisa no frio, e com camisa no calor.

Caique Ferro

Fazer dos dias uma poesia bonita. Ou uma canção.

Caique Ferro

Um coração partido, não são duas metades, são dois corações. E com dois corações você pode distribuir mais amor... Não ver o ruim como ruim, mas ver o ruim como uma oportunidade de fazer o bem.

Caique Ferro

Não se orgulhe por ser romântico, ou por ser rude. Se orgulhe por ser quem você é.

Caique Ferro

O orgulho é um escudo cheio de espinhos.

Caique Ferro

Se for beber que beba, se for amar que ame e se for morrer que morra. Mas que morra numa segunda-feira pra não atrapalhar o feriado de ninguém.

Caique Ferro

O vento sempre trás lembranças.

Caique Ferro

Eu poderia estar ai cuidando de você.

Caique Ferro

Não sou eu que não sei me expressar. Você que não sabe me entender.

Caique Ferro

Tem dia que a safadeza me domina, mas tem dia que só um bolo de chocolate com cobertura de morango basta.

Caique Ferro

Amar é um ato de coragem. Ou loucura.

Caique Ferro

Eu gosto do inverno, porque ele me faz gostar mais do Sol.

Caique Ferro

A felicidade de um solteiro é o sofrimento do ex.

Caique Ferro

Eu deixo você me adotar. Se prometer que vai cuidar bem de mim. E eu prometo que também vou cuidar muito bem de você.

Caique Ferro

Tem muito bolo de cenoura se achando bolo de casamento. Mas eles não percebem que tem muito bolo de cenoura mais gostoso que bolo de casamento.

Caique Ferro

Acho que se queremos viver em um mundo onda as crianças cresçam aprendendo a valorizar o esforço do trabalho pelo dinheiro, ou pela comida. Devemos voltar a fazer pamonha todo sábado.

Caique Ferro

Eu gosto de me ferir. Quanto mais vezes no mesmo dia melhor… Buscar, correr atras pra poder ler palavras e apelidos que me doem mais que facadas, lembranças que basicamente ‘amassam’ meu coração, meu pulmão, minha cabeça… Eu gosto que doa, porque eu sei que hoje vai doer mais que amanha, e depois de amanhã então menos ainda… Eu sei que um dia vou sentir falta da dor, porque eu sinto saudade de emoções, se é pra escolher entre ficar anestesiada e sentir tristeza… que venha a tristeza! Depois de dias lendo e lendo essas palavras, essas risadas, essa sua felicidade, esse seu novo amor, finalmente chega o dia em que eu me preparo pra sofrer de novo.. E então eu releio aquilo novamente, e percebo que não passam mais de palavras. A dor terminou, me acostumei, sumiu… Eu leio e não sinto emoção nenhuma, como se fosse feita de pedra. Eu releio, e nada… Eu releio e fico feliz pela sua evolução, eu releio e acho graça. Eu releio e fico com orgulho por ter seguido em frente, porque hoje, eu estou mais feliz que em qualquer outro dia.

Caique Ferro
1 compartilhamento

Tem dias que queremos ficar sozinhos. Queremos ouvir apenas o bater do nosso coração. Sonhar acordado. Precisamos do silencio absoluto, o silencio da morte. Morte das palavras, de todas as pessoas, das brigas, de tudo. Barulhos dos carros, gente falando ao mesmo tempo. Isso mata as vezes. Agora quem tem que morrer um pouco são eles.
Precisamos ouvir mais os cantos dos pássaros. Os rangidos das arvores, vento levando as folhas caídas, e as que estão caindo.
O barulho do Sol refletido em um a janela. O som que ele faz quando esta indo dormir.
A musica da dança do calor do fim da tarde com o frio do começo da noite.
Precisamos prestar mais atenção nesses sons. São eles que nos fazem meditar, sem ao menos saber.

Caique Ferro