Coleção pessoal de AZEVEDODouglas

1 - 20 do total de 193 pensamentos na coleção de AZEVEDODouglas

⁠Meu cajuzinho, parte do nosso namoro se traduz em comer... antes das viagens e depois de pedalar, é antes e durante os filmes, nas festas, casamentos e é também o presente mais frequente que tenho dado pra te alegrar.
A gente sente falta do restaurante, da pizzaria, do açaí, do bar e da sorveteria. Queremos de volta o x-salada depois dos rolês, os chocolates e as batatas fritas de cortesia, o pastel com garapa das feirinhas, pedir pamonha quentinha pra comer em família ou ter pra gente dividir "aquela" barca inteira de sushi que você queria... E mal posso esquecer dos jantares super românticos que a gente já fez por aí!
Real, o nosso namoro me enche a barriga, as vezes me tirando até o ar.
Mas o que enche meu peito, querida, é aquele combo inteiro que só você sabe dar! É carinho, é gesto contínuo, é surpresa, esforço e companhia com muito sabor!

Douglas Bahia

Em cena, ação.

Convivo com histórias que protagonizei
Mas que não mais subirão aos palcos

Acabaram-se as sessões e só quem pagou, consumiu
E cheio de emoções se foi

Porque sou tão volátil que não me presto
Nem a ser imprestável por muito tempo

Faço o mal dizendo o bem
E me dispo inteiro para caber em uma peça

Afim de poder escrevê-la
Descobrindo quem fui
Enterrando o que senti
Desenhando quem sou

Já fiz, já revivi,
Guardo os pôsteres das exibições
Não me considero culpado
E também não sinto a dor do remorso

Já que sou mero ator das minhas vontades,
Das minhas repentinas e fluídas fases

Muito embora não as busco repetir
Agora quero o agora, quero ouvir aplausos que nunca soaram antes e dispensar os cochichos de reprovação

Quero adiante até quê
Um pouco depois de fecharem as cortinas e acenderem as luzes
Esteja eu novamente livre...
de volta pra mim.

AZEVEDODouglas

Eu andei e procurei
A paz que a gente precisa
E quando parei a busca
Ela me abraçou

As vezes é preciso
Não precisar de nada
É preciso simplesmente
Não se importar com nada
Além de guardar um momento
Para ouvir todo som em volta e
Não ouvir nada além de si mesmo

As vezes ela vem depois de uma luta
Depois que esgotou-se ela vem
E mostra que suas conquistas
Chegaram e que continuar
É uma das maiores delas

Cuida! Não é fácil buscar
Quando encontrar
Trate de guardar
Em si

AZEVEDODouglas

Quando tu chegares

Enxágue meu corpo com tuas ondas abrasivas
Que me deixo desmoronar salpicando no teu leito.

E com o amor forte de mulher me convidas,
A compor do tremor som satisfeito.

Depois encostas tua crista sobre mim e,
Se escutas, fertilizas o que já plantaste em meu peito.

Derrama os teus sonhos nos meus,
Enquanto descansamos sob silêncio perfeito.

AZEVEDODouglas

Nem sempre ter entre tantos pra escolher é a melhor escolha.

Quando se dispõe de lugares que você já conhece, que sente que pertence ou que simplesmente gosta, é desses lugares que você sente falta quando já experimentou de tudo ou quando não quer despender esforços para o que pode ser só 'superestimado' por aí.

Nada troca a paz da certeza de que se eu ir para minha cidade terei a extensa liberdade de fazer o que eu quero quando bem quero, de ir exatamente encontrar o que eu procuro sabendo que vai estar praticamente como eu esperava. Nada mais do que já sei. O picolé na praça, o litrão antárctica, a ponte de Cora, a carioca, a sota e os pés de cajazinho do larguinho. De saber como ninguém de fora poderia saber, pois muitas vezes fui, dali cresci e vivi. Maior parte das vezes prefiro estar lá, reencontrando a paz, do que me aventurando numa cidade nova, com um mapa e roteiros imensos na mão. Perdido na confusão.

Também... nada troca o conforto de saber que, assim como eu pertenço a minha família, meus familiares pertencem a mim. E que por mais complicado que as vezes parece ser, sei que se fosse escolher vagaria em tantas casas. E esse vagar cansa muito mais do que tentar melhorar o que você já tem. O que você já ama. Se despedaça, os pedaços ainda estão lá, você junta, cola, recomeça em nova forma no mesmo lar.

A mesma coisa vale quando se tem a capacidade de escolher entre tantas parceiras, pessoas, e que se imaginaria mais feliz se relacionando com outras por aí. Vai ser interessante, vai ter momentos inesquecíveis, e vai ter mais a experiência do que a suficiência. Não, nunca será suficiente e, se você se desprende... Quem tantas vezes te garantiu também poderá ir e quiçá viver com outro a bela profundeza que você não quis.

Sabe aquele motivo de comprar um disco ou CD, baixar aquela playlist do Spotify "This is..." mesmo (mas muito) porque conhece até as cores de cada nota? É bem por aí o que tento exemplificar aqui.

Posso escolher, posso escolher muitas coisas... e o mundo hoje tem tanta, mas tanta coisa que se pode fazer, que parece um rodízio maluco daqueles que você põe um pouco de tudo mas no final a diversidade de gostos te neutraliza de perceber o que realmente alimentou você.
Parece também o feed aqui do Instagram, que você vê tanta informação em um minuto que nem consegue recitar tudo que viu a não ser que veja de novo!

Meu Deus... Me livre de não criar raízes.

AZEVEDODouglas
Tags: raizes escolha

Que após tantos desastres e vitórias do ano passado eu possa entrar em 2020 como uma pessoa melhor...
Que possa ter mais foco e coragem para alcançar o que realmente desejo e que eu aprenda a respeitar mais meus interesses pessoais.

Que não me falte força e saúde para enfrentar os problemas e os imprevistos que com toda certeza surgirão.
Que saiba tomar nota que sentir demais nunca foi problema e que me expressar é a única solução.
Mas que ignorar, gritar, agredir nunca será opção.

Que não me adequar signifique simplesmente continuar caminhando.
Que continue equilibrando meu ritmo preservando minha saúde mental.
E que eu não confunda por muito tempo comodidade com adequação.

Que não me falte amizades verdadeiras para me divertir e ouvir.
Que tenha o colo da mãe, conselhos do pai e ombros dos irmãos para me levantar quando achar que estou em ruínas.
Que eu preserve a ideia de amar é gesto contínuo e esteja com Ela para tudo em tudo.

Que tenham muitas músicas, muitas festas, artes, muitas viagens, muitos planos, mesmo que nem em todos consiga realmente ir. Quero que a liberdade sempre floresça em mim e que eu não perca o sorriso infantil que as vezes sente vergonha de sair.

Que eu possa da minha passagem na existência minha obra prima, pois o que se leva dessa vida é a vida que se leva.
Serei lavados e sepultado. E o tempo que me foi dado será deixado para o mundo. A mesma carne que viveu e amou será consumida pela praga. Então deixarei que as lembranças sejam boas para aqueles que ficarem.

Feliz novos anos de mim mesmo!

AZEVEDODouglas
Tags: feliz ciclo

Tudo o que eu tenho agora é o desejo de ter tudo com você!

Enquanto eu viver, vou tentar você a ver comigo cada amanhecer e, quando já não houver, vou esperar minha reencarnação, nesse mundo de cão, para lhe suscitar de novo minha presença em seu novo coração.

AZEVEDODouglas

+ que irmãos, brother's

As vezes penso que temos irmãos para que aprendemos a sermos, todos, irmãos.
Ser irmão é ter origem e várias histórias veladas e seguras noutro coração.
É ser filho de uma mesma mãe ou de uma mesma Terra. Nação.
É quando, se tem tanto em comum, busca preservar e acha lindo admirar o que há de único num irmão.
É força, laço, amizade e união.

AZEVEDODouglas

Não aguento

Um dia vou sair daqui... esse é o pensamento mais recorrente na minha mente. É que quando se chega não tem muito mais o que fazer, se chega mesmo sem querer nos lugares, somente porque a gente precisa ficar, na maioria das vezes, justamente para um dia poder sair. Não só dali, mas da vida que leva, da miséria que todo dia seus sonhos serra ou da monotonia que a abundancia traz.

Um dia eu vou sair... Desafiar o mundo? Não, não mesmo. O mundo eu já desafio o dia inteiro, dá para vencê-lo, mas e daí? O que eu tento mesmo é desafiar a mim. Quero me desafiar a dar aquele grito de não aguento mais, a pegar logo o nojo da rotina e sair por aí fazendo o que não se faz.

Não quero o lanche que me dão, não quero a prometida promoção, nem o luxo, nem uma mansão. Tudo isso fica e não atende minha satisfação. Um dia eu vou embora, explorar minha natureza ficar onde quer que esteja pelo tempo que durar. Só precisar do que eu tiver.

AZEVEDODouglas
Tags: aguento natureza

grato por toda nossa conexão
por toda nossa intensidade
por todo gesto feito
e toda palavra dita
com sinceridade.

que o cosmos nos afaste de toda inveja
e de toda maldade.

se me faltar alguém
não seja você

se nós faltar algo
não seja verdade

AZEVEDODouglas

Sobre 2

[...] dispensando narrar todas suas qualidades, reservo esse momento para te dizer que, por você, meu amor, eu quero estar sempre a altura de honrá-las lhe proporcionando o melhor ou pelo menos as mais ricas experiências que um namoro pode trazer, das quais as mais intensas e brandas eu tenho descobrido contigo, em apenas… dois meses.

Quero que em momentos difíceis, a forma de me relacionar seja sempre capaz de sustentar nosso amor, pois que em momentos especiais contigo já me é tão natural e fácil agir assim.

Quero cuidar para que seu sorriso sempre goste de visitar meu olhar e que sua boca sempre namore a minha, que suas tranças ou cachos sempre recaiam sobre meu ombro durante as noites ou que meu cafuné possa sempre te dar o melhor descanso e seu olhar possa sempre alavancar meu coração, pois repleto do brilho de alegria. [...] Meu bem, você pra mim é privilégio!
O único que preciso

AZEVEDODouglas
Tags: alavancar cachos

Nada nos separa,
Sou de terra
Você de água
Avança preparada
No nosso melhor momento

Chega mas invadindo
E faz onda de calor
Me pego estremecendo
Sou todo seu meu amor

Me jogo na sua
É de cara lavada
É queda abrupta
Desejo não cala

A mesma sensação
Por tanto tempo
A pele já não basta
Me rasga a carne
Me toca a alma

Já me sinto tão seu
E quando sou todo
Você vem e me fala
Sou toda sua
É fusão de lava

Erupção ininterrupta
Vigora, exala
vida, sonho e amor

Nosso melhor é ser
no outro o bem mais preciso
Que nunca falte você
Sem amor não vivo

AZEVEDODouglas

Há tempos não escrevo pra ti
tudo tem sido um turbilhão
Mas existem palavras em mim,
que não cabem no meu coração

Minha rima é boba eu sei
mas a carrego com o coração
Lentamente vão surgindo
palavras que nunca se tornarão em vão!

Existem pedacinhos em mim
que eu gosto de guardar
Alguns que envolvem você
vou agora te contar...

Em cinco meses tenho visto
você se transformar,
apresentar uma felicidade frequente
que não se pode controlar

Fazer parte disso não tem nem comparação,
te sentir de tantos jeitos me leva a gratidão!

Te senti em meus braços é realmente um esplendor,
meu peito pula ligeiro revelando o meu amor

Seu cheiro incomparável já não posso confundir,
porque existem coisas em você que já estão guardadas aqui.

Escutar a sua voz, seu assobio a ressoar,
pequenos pedaços de você que meus sentidos conseguem guardar.

P.A.M
1 compartilhamento
Tags: pedacinho cinco

Um gosto de querer dançava envolto aos meus lábios
No exato momento em que eu pensava nos seus
Um sorriso novo surgiu...
Fui ao ceu e ao inferno mil vezes
Minha alma saia e voltava para o meu corpo;
Imaginando as vidas passadas em que fomos um só.
Um só clichê perdido num "looping" infinito,
em que um espiríto buscava seu par em meio a
toda uma imensidão de outros.
Sensação que arrepiava até a espinha,
Um molde da euforia juvenil que me cegou
em um estalar de dedos e que até o encontro dos nossos lábios vai me embaçar as vistas.
Saudade!

P.A.M
1 compartilhamento
Tags: saudade estalar

Vou dormir só hoje,

E o que eu tenho pra dizer

Eu espero, te cantar

Num próximo amanhecer

Em que você esteja

Em que você deixa

uma música rolar (retorna)



E quando ela parar

Você volta pra mim e canta

Baixinho que me ama

Que me ama e não tem

Motivos pra parar (não tem)



O que eu pedi

nos momentos tão meus

Não saberia que era você

Que iria me trazer (você)



O que eu pergunto

Antes de deitar

Não saberia que

É você que viria

Me fazer sonhar (contigo)



Compôs meu céu tão escuro

E vazio com o brilho reconhecível

do seu sorriso

Impossível não te amar



Eu te tenho e não deixo

Te tenho mas desejo

Ter seu cheiro e voz

pra me acordar



Seu olhar descansado

Um café bem passado

Um abraço apertado

E uma vida pra levar (nós dois)

AZEVEDODouglas
1 compartilhamento

Amar é um gesto contínuo

AZEVEDODouglas
1 compartilhamento

Despretensão

Sentindo respingos ainda morto
Com aquela arma no meu peito
Em segundos soube do caminho

Uma despedida do desconhecido
Eu não tinha nada a fazer
Era uma meio passo pro espaço
Sem controle de nenhum passo

Acaso me fez deitar
E casar com a terra
Filtrando a luz
Regado e purificado pela maré

Conversei sem dizer nada
Já nos conhecíamos
De milênios atrás

Eu era pedra e ela me fez ceder
E formei, virei gente
De repente foi tão longo

Quem eu veria quando despretensioso
Corto o horizonte visível em milhares de quilômetros à frente buscando respostas antes de caminhar de volta?

AZEVEDODouglas
1 compartilhamento
Tags: despretensioso respingos

É de vontade e de desejo
De que é feito nosso jeito
Porém, de onde venho,
Nada tinha e já tive medo

Do que eu poderia temer?
Se nada tenho a perder?

Nas historias desprotegidas
A primeira realidade vivida
É quem nos convida
A nela se inscrever

Um furto, uma agressão.
Eu juro...
Eu sofri isso primeiro, irmão!

Tenho alguns sonhos que outros alcançam tão facilmente
Mas às vezes me parece q eu nasci do avesso do mundo
Sem endereço, sem coração

Essa cidade que cresce mais rápido que eu, não me deixou opção
Eu só queria ter aquela vida que vi um dia na televisão
Mas parece que nada daquilo foi feito pra mim
Pois que onde quer que eu tenha ido
Quem falou em me ajudar
Me deixou na contramão.

AZEVEDODouglas
1 compartilhamento

Ela chega na sua casa só pra te acompanhar.
Fica recostada ao pé dá sua cama, no chão.
Cada um de vocês confortáveis na sua própria maneira de se acomodar, ela deita em cima do próprio braço e você deitado reto de barriga pro ar.
Você observando e manuseando qualquer ferramenta que não é um celular, ela com olhar perdido e parado sem nada a procurar, leve, carinhosa e automaticamente beliscando a sua pele sem incomodar.
Vez ou outra um fala alguma coisa que pescou nos pensamentos lentos sem comentário esperar.
De repente acontece, vez ou outra de assim rirem sem parar.
E depois voltam...
a parar.
Vocês dois bem acomodados no silêncio do exterior e na paz interior.
Nada pra explicar.

Intimidade no amor.

D. Azevedo
1 compartilhamento
Tags: intimidade acomodados

Bem-estar

Minha querida, você já sentiu o pesar
Da vontade e do medo, desespero,
Implorar para que atenda seu apelo
Sem ao menos saber que você está
Com muita falta de estar,
Com medo de atrapalhar?
Tudo que você conta de bom no dia
Toda aquela rotina que eu queria
Só porque lá vou lhe encontrar

Querida, diga o que quer fazer,
Porque eu quero participar
Diga onde vai estar,
Porque estou indo pra lá

Venha,
Mostre-me o seu melhor desenho,
Diga que vai me ensinar
Terei por este grande empenho,
Tomarei seu tempo pra lhe agradar

Minha querida, não precisa perguntar
Quando quiser sair comigo
Eu imagino o lugar mais amigo
Do nosso bem-estar

D. Azevedo
1 compartilhamento