Coleção pessoal de anwpetry

1 - 20 do total de 206 pensamentos na coleção de anwpetry

Moscas na Casa

Meus dias sem você, são tão escuros
Tão compridos, tão cinzas
Meus dias sem você
Meus dias sem você, são tão absurdos
Tão amargos, tão duros
Meus dias sem você
Meus dias sem você, não tem noites
Se alguma aparece
É inútil dormir
Meus dias sem você são um desperdício
As horas não tem princípio nem fim

Tanta falta de ar
Tão cheia de nada
Sucata imprestável
Lixo no solo
Moscas na casa

Meus dias sem você, são como o céu
Sem luas prateadas
Nem rastros de sol
Meus dias sem você, são só um eco
Que sempre repete
A mesma canção

Tanta falta de ar
Tão cheia de nada
Sucata imprestável
Lixo no solo
Moscas na casa

Pisando nas pedras
Ainda sigo esperando que volte para mim
Ainda sigo buscando na cara dos anciões
Pedaços de crianças
Caçando motivos que me façam crer
Que ainda tenho vida
Roendo minhas unhas
Me afogando em pranto
Sentindo tanto sua falta

Meus dias sem você
Como doem meus dias sem você

Shakira

Outono é outra primavera, cada folha uma flor.

Albert Camus
2.4 mil compartilhamentos

As vezes

As vezes eu quero bater no seu rosto,
sacudir os seus ombros,
fazer com que seus olhos chorem...

Às vezes eu quero jogar as suas fotos fora,
apagar a sua imagem da minha mente,
esquecê-lo...

Mas eu não tenho coragem,
Eu não quero perder você,
Eu sou uma covarde...

E então, eu fico quieta,
Eu choro dentro de mim,
Eu me perco...

E o meu coração é como um pedaço de vidro,
que tem muitas rachaduras...

Andréa, Abril de 2016

Andréa Wollenhaupt Petry

Hoje

Hoje não tenho palavras,
hoje não tenho encantos.

Só um grande desejo de descanso...

Andréa Wollenhaupt Petry

Demore na dúvida...E descubra a sabedoria que insiste em se esconder na ausência de palavras.

Padre Fábio de Melo
1.8 mil compartilhamentos

Quando estou triste

Quando estou triste, qualquer coisa boa que acontece, para mim, é um presente.
Hoje, eu estava triste...
No caminho para o estacionamento, cruzei por um menininho, que me olhou bem nos olhos e me disse: - Oi!
Os olhos dele brilhavam de felicidade, e eu lhe devolvi o sorriso e um: - Oi!
Foi meu primeiro presente...
No final da tarde, já estando um pouco escuro, vi o vulto de um gato cruzando a rua, bem na frente do meu carro. Diminuí a velocidade, para deixar o bichano passar em segurança.
Quando cruzei o ponto onde ele havia passado, ouvi um: - Obrigada!
Era a dona que estava na calçada, aflita pelo seu bichinho.
Foi meu segundo presente...
Me contento com pouco?
Não acho. Para mim foi muito. Foram gotas de luz amenizando a minha tristeza...

Andréa, Março de 2016

Andréa Wollenhaupt Petry

Eu desejo, como qualquer ser humano, sentir-me em casa onde quer que esteja.

Maya Angelou
22 compartilhamentos

Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota

Adélia Prado
81 compartilhamentos

Catar Estrelas

Oi, criança dos olhos lindos!
Vamos catar estrelas?

Olha, não é difícil,
Está vendo aquele morro ali?

Vem, vem correndo comigo,
Vamos naquele morro subir.

Olha, elas já estão perto,
Percebe o brilho aumentar?

Vem, vamos catar estrelas,
E espalhá-las no mar...

Criança dos olhos lindos,
Vem, depressa, ajudar!

Quero ver teus olhinhos brilharem,
Como as estrelas no mar...

Andréa Wollenhaupt Petry

Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade
11 mil compartilhamentos

Dança Surreal

Nos movíamos assim, como fantasmas,
Dançando pelo puro prazer de dançar.

A música do acordeão a nos enlaçar,
A mim e a você,
Meu parceiro de dança.

Não sou teu amor, nem teu desejo.
Você também não é meu amor, ou meu desejo.

Dançamos assim, como espectros,
De um tempo já ido...

O acordeão chora nas mãos do acordeonista.
Outros também dançam,
Numa imagem surreal,
Que bem poderia, ser eterna...

Andréa Wollenhaupt Petry

Conclusões de Aninha

Estavam ali parados. Marido e mulher.
Esperavam o carro. E foi que veio aquela da roça
tímida, humilde, sofrida.
Contou que o fogo, lá longe, tinha queimado seu rancho,
e tudo que tinha dentro.
Estava ali no comércio pedindo um auxílio para levantar
novo rancho e comprar suas pobrezinhas.

O homem ouviu. Abriu a carteira tirou uma cédula,
entregou sem palavra.
A mulher ouviu. Perguntou, indagou, especulou, aconselhou,
se comoveu e disse que Nossa Senhora havia de ajudar
E não abriu a bolsa.
Qual dos dois ajudou mais?

Donde se infere que o homem ajuda sem participar
e a mulher participa sem ajudar.
Da mesma forma aquela sentença:
"A quem te pedir um peixe, dá uma vara de pescar."
Pensando bem, não só a vara de pescar, também a linhada,
o anzol, a chumbada, a isca, apontar um poço piscoso
e ensinar a paciência do pescador.
Você faria isso, Leitor?
Antes que tudo isso se fizesse
o desvalido não morreria de fome?
Conclusão:
Na prática, a teoria é outra.

Cora Coralina
792 compartilhamentos

Dias de Sol - da comunicação

Houve um tempo em que eu vivia em paz com os outros, projeções de mim mesma.
Sim, eu era criança, e a vida era simples...
Os raios do sol faziam brilhar os cabelos das pessoas, e eu imaginava que todos partilhavam de sentimentos iguais.
Imaginava que olhos "conversavam" com olhos, e que nem sempre era necessário palavras...
Não é assim que as crianças são?
As palavras são obsoletas ainda, pois seus olhares, se comunicam com perfeição.
Por fim, adaptação ao crescimento, as palavras tomam o lugar dos olhares. E a compreensão, aumenta?
Doce ilusão... Nós constantemente tropeçamos nas palavras, nos enrolamos nas frases, nos perdemos tentando conceituar sentimentos.
Ah, como eram simples aqueles dias de sol...
Nos tornamos adultos, sim, aprendemos a falar. Mas, aprendemos a nos comunicar, a nos compreender?
Depois da infância será este o nosso contínuo aprendizado, da primavera ao inverno das nossas vidas.

Andréa Wollenhaupt Petry

Motivo

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.

Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.

Cecília Meireles
7.4 mil compartilhamentos

Uma ocasião,
meu pai pintou a casa toda
de alaranjado brilhante.
Por muito tempo moramos numa casa,
como ele mesmo dizia,
constantemente amanhecendo.

Adélia Prado
448 compartilhamentos

Pássaros Chuvosos

Hoje acordei com barulho de chuva no telhado.
Mas... Que chuva diferente...
Um pingo aqui, outro acolá,
Sem a harmonia que a chuva geralmente tem.

Apurei o ouvido e percebi que a chuva era,
Na verdade, os pés dos pássaros no telhado...
Não era chuva, por fim. Eram pássaros chuvosos...

Andréa Wollenhaupt Petry

Meu costume

Tenho um costume, que aprimorei durante a vida:
o de entrar com cuidado na casa de outra pessoa.

Observo os quadros, os enfeites.
Entro com cautela em cada cômodo...
Olho onde piso, pois pode haver algo precioso no chão.

E, cada vez que lá retorno,
conheço um pouco mais,
noto coisas novas, para mim.

E, se tenho o privilégio de adentrar no quarto principal,
aquele que guarda o seu coração,
falo baixinho e com delicadeza,
pois, somente ela, sabe o que viveu...

Andréa Wollenhaupt Petry

Minha Herança: Uma Flor


Achei você no meu jardim
Entristecido
Coração partido
Bichinho arredio

Peguei você pra mim
Como a um bandido
Cheio de vícios
E fiz assim, fiz assim

Reguei com tanta paciência
Podei as dores, as mágoas, doenças
Que nem as folhas secas vão embora
Eu trabalhei

Fiz tudo, todo meu destino
Eu dividi, ensinei de pouquinho
Gostar de si, ter esperança e persistência
Sempre

A minha herança pra você
É uma flor com um sino, uma canção
Um sonho, nem uma arma ou uma pedra
Eu deixarei

A minha herança pra você
É o amor capaz de fazê-lo tranqüilo
Pleno, reconhecendo o mundo
O que há em si

E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu


Achei você no meu jardim

Vanessa da Mata
12 compartilhamentos

Sou um coração batendo no mundo.

Clarice Lispector
1.3 mil compartilhamentos

As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.

Madre Teresa de Calcutá
5.1 mil compartilhamentos