Coleção pessoal de aninhanegreiros

Encontrados 11 pensamentos na coleção de aninhanegreiros

Mas a graça da vida é ser assim: indecifrável. O oposto disso é mediocridade, e pessoas medíocres não são desejáveis.

Aninha Negreiros
2 compartilhamentos

Às vezes é preciso revirar as feridas, expor toda sua infecção para testar se estão vivas e saber qual o remédio - se ainda têm cura.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Eu podia ser igual a todo mundo e ser previsível com gostos peculiares ou absolutamente diferentes. Poderia me vestir todos os dias segundo o mesmo padrão e passar despercebida atrás dos óculos escuros, dos fones de ouvido e o sorriso contido.
Mas não. Eu insisto nessa estranha mania de querer ser multi-plus-ultra. E nem tenho um rumo definido. Hoje tenho sonhos revolucionários. Amanhã só quero uma caneca de chocolate e lençóis quentes.
Hoje quero viajar para a Europa e ver as luzes filosóficas. Mas amanhã estarei arrumando as malas rumo ao convento de minhas pudicícias amedrontadas.
Ontem estava entusiasmada com o último lançamento de músicas clássicas. Hoje quero só ouvir meu rock'n roll.
E nem sei se vou te ver amanhã. Não sei se o reflexo que o espelho me devolve sou eu mesma.
Posso voar às 22:22 horas e não me importar se é cedo ou tarde. Para que convenções? Mas são essas regras que me provém o pão nosso de-cada dia.
Não sei rezar direito, mas Deus, Ele existe. E me deu a escolha de ser quem eu quiser.
Então, sou criança. Sou monstro. Sou medo. Sou liberdade. Sou quem eu quiser ser, quem eu puder ser, agrade a você ou não.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento
Tags: reflexão-eu

Cada dia me convenço acerca da existência de Deus. Não pelas coisas boas que me acontecem, pelas vitórias que consegui conquistar, mas, principalmente, pelos momentos de fraqueza, medo, tristeza, que me fazem lembrar que sou humana como os outros, bem como por tudo quanto deu errado, por tudo que tive que abrir mão e sofrer para entender que na vida tudo tem um motivo.
Em todas essas circunstâncias Ele esteve comigo. Em seu silêncio, na minha incredulidade, na minha impaciência... Deus sempre foi a resposta quando nada parecia fazer sentido.
Não estou preocupada se me chamam de tola, se dizem que Deus é invenção para justificar o que a razão tem 'preguiça' - dirão alguns - de explicar. Nada disso importa. Importa é o que sinto e o que sinto é que Deus existe e sempre está ao meu lado.
Estou aqui para dizer apenas o quanto sou grata a esse Deus indescritível, que agradeço por todas essas dificuldades, verdadeiras provações. Peço apenas fé e sabedoria para enfrentar cada uma delas com essa convicção: em Deus tudo faz sentido.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Por que tamanha necessidade de auto-afirmação???
Você é bonito(a), inteligente, sexy, blá, blá, blá...
Permita-se ser descoberto.
Quem fica numa vitrine de exposição com um anúncio é manequim de boutique ou mercadoria e você não é nada disso, ou é???

Aninha Negreiros
2 compartilhamentos

E, de repente, você percebe que por mais que tente não saber a verdade, ela sempre vem à tona... E ela magoa, machuca, mesmo que seja uma velha canção ou uma poesia antiga, uma foto perdida no meio de tantas outras... Você sabe que ela já significou tudo para alguém por algum, por muito tempo.
E você não quer ver, mas ela está ali, até perceber que lembranças não podem ser apagadas com um 'delete'.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Toda mulher merece rosas, bombons e poesias, ao menos uma vez na vida.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Não confio em espelhos...eles mostram o reflexo de todo mundo. Quem me garante que ele não se equivocou e está refletindo outra pessoa que não eu, por engano?

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Outro dia me perguntaram por que gosto de caveiras. Respondi:Ora, porque todos nós morremos e as caveiras fazem recordar que debaixo desta capa que tantos insistem em supervalorizar, somos todos iguais.

Aninha Negreiros
1 compartilhamento

Estes são os meus princípios. Se você não gosta deles, eu tenho outros.

Groucho Marx
80 compartilhamentos

As noivas modernas preferem conservar os buquês e jogar seus maridos fora.

Groucho Marx
42 compartilhamentos