Yago Conforte.

Encontrados 14 pensamentos de Yago Conforte.

⁠Quando não mais puderes ver-me, seja-me.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Gedy lée other, lê horas, li horas, lyót.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠The Beatles, Frank Sinatra, o som gotejante que faz de nós apenas um.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠The Beatles e The Rolling Stones habitam o teu coração.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

É como estar no final do dia e aguentar o caos, euforia.
Um rio de nós se vai todo dia; o fim de nós dois.
O fim da noite depois.⁠

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Aqui sob um mundo turvo
Visão de um muro escuro
Prestes a cair
Coluna prestes depois
de um pós moderno
De um inverno tão deserto
Estão às cenas a seguir.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Eu vivo então dentro de uma janela
Nas portas da aquarela
Brasão, bandeira, o povo aqui.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

As lembranças de um Agosto em Paris, teu rosto me diz que não vai mais voltar.
A saudade de um eterno aprendiz, pelos muros do país; visão do teu luar.⁠

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Mais melancólico que seu olhar, só a chuva que cai ao som de What a Wonderful World.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠o ato reflexo é só um agente
um símbolo possesso manipula a mente
o apartheid sem um fim a todo dia, uma mentira na verdade repetida.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Eu sou um grão de poeira na areia da vida
Enquanto eu não me encontrar eu serei a ferida
E o grito me salta o ar nas pontes caídas
Não me obrigue a saltar pra vencer essa ilha
De riscos, enganos e danos da juventude
Os planos agora são outros; de atitude
O passado já era passado há muito tempo
Num blue jeans recortado/rasgado ao meio.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Não desperdice o seu tempo com o ópio da mídia
Só se pensa direito sem medo da vida
Pra ficar a poeira no canto da sala
É melhor se calar do medo não sai nada.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠Canções que dizem porque...
Canções, cifrões, por quê?
A vida é nossa janela, pintando, descobrindo a aquarela.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte

⁠solidão, vasta e grande solidão
tu és enfim o meu ar, dentro do porão
ambientas tudo que há em mim
mesmo se dentro houver um muro de Berlim.

Yago Conforte.
Inserida por YagoConforte