Wesley Rodrigues Correia

Encontrados 25 pensamentos de Wesley Rodrigues Correia

Assim funciona a minha natureza
Viver mesmo só por viver
Creio estar morrendo aos poucos
Creio estar perdendo o controle da situação
Creio ainda que sou homem de pouca fé
Assim caminha o meu ser.

E eu estava lá antes de tudo e de todos
Eu começo virei fim
Fui em direção do desconhecido
Foi me negado a chave da passagem
Mas uma vez estava sem rumo
Sem norte
Perdido em terras de ninguém
Abandonado ao próprio destino

Daí não sei se sou vitima ou vilão
Mas sei que a alegria de outros
Não faz bem ao meu coração angustiado,triste,louco e parcial.

Wesley Rodrigues Correia
3 compartilhamentos

Vivo perdido no tempo
Vejo tudo passar
Já conheci muita gente
Já fiquei doente
E hoje já estou bom
Amanhã não sei
Sei que no mês de março completo mais uma primavera
Ficarei mais velho neste mês
Março nunca me preocupou
Mas neste ano tudo mudou
Acho que é o peso da idade
Já não serei mais garotão
Terei que tentar criar responsabilidades
Mas isso só lá pro dia 26 de março
Como falta algum tempo
Vou continuar neste meu desalento
Tão desatento
Eh! o ano passado passou tão rápido
E este ano também esta querendo andar tão depressa.
E a economia do Brasil vai bem?
Esperamos que sim...
Pois se não eu me ferro mais uma vez
Ficarei mais uma vez na metade do caminho
Enquanto meus amigos continuam
Dando alguns passos adiante.
É a velha crise do mês de março...

Wesley Rodrigues Correia
2 compartilhamentos

De noite
Ao me deitar
Tento dormir rapidamente
Tento não levar os pensamentos pra cama
Mas mesmo assim eles me acompanham
Queria logo dormir
Mas não consigo parar de pensar,
Pensar, pensar, pensar, pensar e pensar!
A insônia me faz pensar bastante
Poderia estar dormindo
Tendo maravilhosos sonhos
Ou quem sabe terríveis pesadelos
Queria tanto dormir
Mas continuo sem sono
Reviro os nossos lençóis
Levanto e acendo um cigarro
Mas eu não fumo!
Desperdicei mais um cigarro
Então levanto
Abro a porta
Volto ao quarto
Pego as chaves do carro
E saio pela cidade adormecida madrugada a fora
Depois desta grande epopéia
Volto pra casa
Deito na cama e tento dormir
Já são quase seis da manhã
Começo trabalhar as sete
E nada do sono querer vir
Olho no relógio
Ele esta marcando quinze minutos para as sete da manhã
Nesta hora me bate aquele sono
Não agüento
Caio na cama
Durmo até as quatorze horas
Ninguém me chama
Quem dorme ao meu lado não me chama
Acordo louco desesperado
Escovo os dentes
Faço a barba e corto-me todo
Tomo um banho bem gelado
Pois a energia acabou
Vou ao guarda-roupas pegar uma camisa
Mas ela esta amarrotada
Tento passa-la, mas não tem energia.
Visto-a assim mesmo
Tento esquentar a água para fazer um café
Mas o gás também acabou
Com toda essa enrolaçao
Chego ao trampo às dezessete horas e trinta e cinco minutos
Teria que apresentar um relatório muito importante naquele dia
Cheguei em minha mesa
Ela estava vazia
Só restava um bilhete em cima da escrivania
No qual estava escrito
‘Você foi demitido
Pois sem responsabilidade não há emprego’.
Então agora fiquei bem feito
Sem emprego e sem leito
Eis que chegou o meu fim...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc
1 compartilhamento

Dias normais

Dias normais
Compostos de tantos nadas
Quebrando a rotina da dor
Relembrando dos pensamentos pensados
Revirando os baús da consciência
Esperando reaver lembranças esquecidas ou adormecidas.
Queria tanto ressuscitar partes de meu passado,
Esquecer loucuras do meu presente,
Grudar em um futuro de prosperidades,
Ser dono de minhas propriedades,
Físicas,mentais
Materiais e intelectuais.
Um dia serei livre
Um dia serei louco
Um dia serei o tempo...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Caminhos de virtudes
Abismos de consolo
Diretrizes arbitrarias
Pecados do pensamento
Tormento de ser
Lamurias de querer...

Wesley Rodrigues Correia
2 compartilhamentos

100 anos de vida solidão
100 dias de escuridão
100 dias de voltas
1000 voltas
A quantas voltas me encontro?
Qual destino é meu?
Qual caminho é o meu?
À somente uma resposta
100 comentários...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Já andei por muitos lugares
Já sonhei com vários olhares
Já bati com a cara no muro
Consegui muitos que eu quis
Também abandonei velhos sonhos
Recomecei muitas vezes
Acertei e errei
Mas a vida sempre continua
Errando ou acertando eu ainda continuo...

Wesley Rodrigues Correia
2 compartilhamentos

A vida,
Ora mais bonita,
Ora preenchida de obstáculos,
É um desabrochar bastante incógnito, volto ao meu passado e desta viagem trago as fragrâncias de minhas doces e cruéis virtudes.Penso no momento da chegada, relembro os momentos da partida e daí me pergunto,de onde eu vim? Para onde eu vou? Quem será o meu eu interior? Pois não conheço nem bem o meu eu exterior.A vida continua sendo um grande caixinha de pequenas e gigantes surpresas,ninguém sabe de tudo,alguns todos erram primeiro para depois acertar,a vida não é uma loteria,pode até ser um conjunto de tantas outras coisas.Bem na verdade também pode continuar sendo aquela velha incógnita duradoura.
Ah continua tudo na santa paz!,Tudo na minha paz,viva a minha vida que depois viveremos a sua...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Ventos

Que um dia sopre em meus ouvidos o murmurar da velha canção e que traga logo de volta toda essa sua alegria e acorde a minha fantasia que fará adormecer aquela nostalgia.Que um dia este mesmo vento leve pra bem longe as coisas ruins das quais me judia e que a velha canção faça todos caminhar na mesma direção em prol da fuga da desilusão

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Forças


Que a força do amor que sinto por você seja maior que o ódio que sinto de mim mesmo, que a lembrança que tenho de ti seja melhor que a lembrança que tenho da vida passada de nós dois, que a desventurosa obra ávida da terra inclini-se para o vão da passagem amarga e paralise o tempo enlouquecido com o vil metal da cobaia humana.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Solidão


Derrepentemente me sinto tão só
Inesperadamente o mundo me deixa só
Inexplicavelmente eu fico só,
Sozinho no mundo de ninguém
Aflito e perdido, procurando uma saída neste vasto e curioso labirinto.
Grito, choro e dou um riso, mas ainda continuo tão só.
Ando vagamente sem pensar que tenho mente.
Caio, levanto, assusto e bato com a cara no muro.Onde será que eu estou? Devo ainda está escondido ou perdido? Onde ninguém pode me achar e me buscar! Pelo menos eu ainda vivo...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Imbecil

Letras, palavras e frases descompostas, confusas e obscuras,
Ninguém pode entender,
Ninguém quer ler, ler pra que? Pois são coisas idiotas, sem cabeça e pés,
totalmente descomunal infernal ou boçal.Tudo isso e muito mais, tudo isso e muito menos,
ameno,
terreno,
nostálgico,
plagio e otário, pois quem escreve é o ordinário.
qualquer um,
qualquer dois,
qualquer nada.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Obras minhas

Que a desventurosa obra da compaixão siga o caminho retrós da incompreensão e deixe marcas na pele sanguinolenta de vós, que a chama que queima a minha alma possa se fortalecer em cada grito de arrependimento ou medo, talvez a morte leve uma surra da vida, pois quem vive é o ser incompreendido pelas causas levianas de alguém.Que o tempo passe vagarosamente, para que eu possa sentir a verdade de minha desgraça maldita que no começo foi desventurosa.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Arrependimento


Não me arrependo de nada que fiz ou que faço, mesmo que seja totalmente irresponsavelmente maluco ou folgais.Desculpas mil eu já pedi e agora o que eu posso fazer para mudar quem me criou com essa mentalidade liberal.Será que o silencio pode responder as perguntas falantes que se calam? Ou a burguesia enlatada e mórbida pode falar sobre a paralisia dos membros que das faces gélidas? Qual indagação tem o poder de conseguir arrancar as respostas que insistem em ficarem sepultadas em covas fundas de desprezos rasos.

Wesley Rodrigues Correia
33 compartilhamentos

Mochileiro

Eu sei de sua vida passada
Da mochila rasgada
Da pessoa empolgada
Do seu dia feliz

Eu sei dos teus pensamentos
Os momentos vividos
Das histórias que fiz.

Eu sei de tua alegria
De tua fantasia
Dos momentos tristonhos
E de suas nostalgias

Quero ser o véu que te cobre
Ser o vento que sopra no seu litoral
Vou te dar os meus sonhos
Relembrar planos que um dia eu quis.

Wesley Rodrigues Correia
2 compartilhamentos

Quanto vale o Paraíso?

Gostaria tanto de saber quanto vale o paraíso, será que alguém tem alguma procuração para estar vendendo um terreninho celeste? Isso eu duvido! Mas muitas pessoas acreditam ou são levadas a acreditar. Hoje a grande maioria das igrejas trabalha em cima do “DÍZIMO” pedem esse dinheiro em nome do senhor nosso “DEUS” e de seus agregados, será que “DEUS” tem contas em algum paraíso fiscal, alguma empresa ou fundação que administra todo esse dinheiro arrecadado em seu nome. Primeiro foi à igreja católica que na idade média vendia indulgências, depois veio as igrejas protestantes que cobravam um certo valor para você entrar no paraíso, se você pagasse seria salvo e se não só o “DIABO” iria saber de seu destino.Como o negocio estava ficando lucrativo outras igrejas resolveram usar da mesma artimanha para conseguir arrancar dinheiro sofrido do povo sofrido.Nas celebrações, reuniões e cultos de hoje em dia só os “DÍZIMISTAS” recebem uma oração especial, será que as orações que as pessoas que não pagam o “DÍZIMO” são feitas com menos fervor será que “DEUS” separa as pessoas por classe ou cor?

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc
1 compartilhamento

SAUDADES

Saudades de partir
Saudades de querer
Saudades também de esquecer.
O pensamento ainda é forte,
confunde-se com saudade e me deixa perdido,
por isso não consigo achar o meu norte
Creio que aqui acaba a minha sorte.
Preciso querer não esquecer da
possibilidade de reencontrar a sorte
Felicidades, saudades e alegrias.
Tudo isso embalado de ingenuidades
e maldades impensadas
Compostas por pensamentos d`eu
Ainda bem que sou eu que penso
Ainda bem mesmo, pois sem ele eu
não sou ninguém.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

PASSAGEM

O outro mundo permanece fechado para nós.
A outra porta foi fechada na nossa cara, e como nós ficaremos? Ficaremos soltos por ai! Por ali e nem sei mais por onde, ah! Pode ser também por onde me levam os próprios passos passados descompostos e descompassados, mas eu ainda não sei e nem sei se ainda estou aqui.Estou com a cara de alguém que não sou eu, pareço até fotografia...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

PENUMBRA

Por onde andas a vida?
Só consigo ver a morte
Só vejo o escuro
Não consigo ver a luz, pois ela me machuca.
Eu vivo tão assim
Muito mais pra lá
E muito menos pra cá
Por onde andas a velha busca
Por onde anda o novo encontro que barra o nosso encanto
Será que é pelos cantos
Lá onde há tantos prantos
Somos, vamos
Não sei o que e nem pra onde
Que isso não me espante
Ou me aponte o caminho dos moinhos longínquos errantes.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

SERÁ QUE EU POSSO VOAR?

Viver e não poder sonhar
Sonhar e não poder conseguir
Conseguir e não poder sorrir
Sorrir e não poder cantar
Cantar e não poder pular
Pular e não poder falar
Falar e não poder dizer
Dizer e não poder gritar
Gritar e não poder sentir
Sentir e não poder voar
Voar e não poder brincar
Brincar e não poder dormir
Dormir e não poder fazer nada
Então o que me resta na vida,
Se não pagar pelo que fiz ou morrer
Pelo que ainda não fiz.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

UNIVERSO RESPLANDECENTE

Universo resplandecente
Quem adverte pode comprar
O álcool destrói a mente ou leva a gente a uma realidade total
Que a subversiva mente do meu eu não destrua o acalanto original
E que perpetue a altivez da diguinataria esquadra real, ou seja, que a loucura não me empeça da vontade de viver.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

CAMINHOS...

O que resta na vida de um homem inundado de sonhos (PERSPECTIVA)
Se não calar a boca diante de sua própria razão.Depois de consumado o fato é que somos condenados ao calvário do silencio eterno, mesmo que tenhamos as respostas para tantas indagações.Isso é a chaga derradeira de nossa vida sombreada por constantes desventuras que nos leva a martirizar o pensamento que foi de vão em vão direto para o nosso sujo e desvirtuoso chão.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Sou rosa
Câncer
Cravo

Agonia

Apareço
Me desfaço
Despedaço
Sou obra da alquimia

Desagrado
Desafeto
Isolado
Descolado

Mas ainda estraçalhado
Patético
Absurdo
Ovacionado
Abstrato
Abismado com a corte que queimou a minha mente
Conturbada e demente
Criminosa envolvente
Eu sou a dor vivente
Eu sou a dor latente

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

Sou lixo da escória
Sou barreira sem memória
Sou o ser inexpressivo
Carrego este castigo
Por ter cometido algo pervertido
Complexo ou abusivo
Na passagem derradeira
Sou carne viva da videira
Sou fruto desfavor
Sou capaz de matar ou de morrer
Sou louco sem pensar
Apático sem usar
No meu pensamento
Caio, saio e desapareço
Passo a viver no desconhecido
Além do mais com tantas e outras coisas banais
Eu me aborreço
Sou levante
Sou constante
Deste errante
Sou cova aberta a me esperar...

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc

QUE O ESPIRITO QUE ME ILUMINA NA ESTRADA DA ESCURIDÃO
POSSA ENCONTRAR O MELHOR CAMINHO PARA VELAR EM COVA RAZA O MEU CORPO
QUE CARREGA AS CHAGAS DA TRISTEZA DE SER SÓ. E QUE NESTE RITUAL SEJA INVOCADA AS LEMBRANÇAS DE UM PASSADO QUE JÁ SE FOI E QUE SE PERDE NOS PENSAMENTOS DO FUTURO. QUE DESTE MEU PASSAMENTO REINE UMA UNICA BOA LEMBRANÇA E QUE AS REGISTRE ENTRE AS RUINS QUE NÃO SÃO MENOS IMPORTANTES DOS QUE AS BOAS. QUE A COROA DE FLORES NÃO SEJA SEJA FLORES,E SIM DE ROSAS VERMELHAS QUE SÃO MUITO BONITAS MAS FEREM AO SEREM TOCADAS,POIS O ESPINHO DA CONCIENCIA ESTA ALI APREGADO COMO UM PARASÍTA VENENOSO QUE SUGA MI'ALMA.

Wesley Rodrigues Correia
Inserida por aierroc