Vinicius Carvalho Campolina

Encontrados 11 pensamentos de Vinicius Carvalho Campolina

Por que não ?

Por que não tentar? Por que não querer? Por que não sentir? Por que não fazer? Muita pergunta. Pouca resposta. Os por ques de quem somos, os por que de quem queremos ser? Devemos seguir sem perguntas ou sem as respostas se ter? A vida é mais que interrogaçoes, ou respostas sem fim. Pode pontos de exclamação em meio a vírgulas de si? Pode sorrir e chorar. Pode amor sem amar. Pode carinho sem tocar.
Pode prazer só de olhar.
Pode o bem sem querer. E sabe o que não precisa ter no meio disso tudo? O POR QUE. As vezes a razão foge a lógica, o que é inteligente se torna burro e o que mais se foge é o que mais se mostra perto. Nos escondemos em perguntas ou em buscar respostas e esquecemos de apenas viver. Por que não amor? Por não paixao? Por que não amigos? Por que não se permitir aquilo que se quer ser? Troquemos os por que não e coloquemos os por que sim em nossas vidas mas sabendo que para as nossas escolhas não cabe uma explicação nem á nos mesmos. Ou seja, apenas POR QUE É.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina
1 compartilhamento

Parabéns a você

Vou fazer 20. Eu 23. Meu irmão 28. Mas como diz Confúcio "Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem? Deixaria de usar a roupa estampada dos 9 anos, o short colorido dos 15 ou a calça rasgada dos 20. Deixaria de lado a vontade de chorar quando sentisse, a de sorrir quando quisesse ou a de falar aquilo que acha. Se importaria tanto em ter e comprar, ou em planejar o futuro ou apenas viveria o presente. Ficaria receoso de encarar os seus medos ou seria mais corajoso em ir atras dos seus sonhos?. Ainda soltaria pipa? Jogaria vídeo game? Pra mim a idade é uma marca de períodos vividos. Essa contagem de tempo nunca deveria determinar como ou de que forma devemos agir. Já escutei muito: fulano tem 60 e se veste como alguém de 30. Ou nossa fulano tem 18 mas só frequenta lugares de gente velha. Devemos ser o que queremos se o que somos não prejudica aos outros e a nós mesmos. Buda falava " às vezes almas velhas habitam corpos novos, assim como idosos são de novo convidados a serem crianças". Não devemos nunca parar de evoluir, de querer o bem ao próximo, de nos conhecer. Mas se der vontade de gritar aos 45, grite. De cantar canções de desenhos aos 60, cante. De escutar músicas clássicas aos 12 escute. A vida é muito rápida para se impor experiências a partir das épocas vividas. Até pq algumas épocas possuem experiências maiores que as outras, mesmo que a quantidade de dias sejam os mesmos. A simplicidade de viver não esta em ser feliz aos 20,30,40,50. Mas em buscar ser feliz independente de qual época se esteja. Não preocupe em estar mais velho. Preocupe em estar feliz. Como diz o ditado de aniversário " oh parabéns pra você, oh nessa data querida, oh muita felicidade, oh muitos anos de vida". Parabéns pra você, eu só vim pra comer, a idade que é bom fiz questão de esquecer. SEJA FELIZ.

Vinicius Carvalho Campolina
1 compartilhamento

Se conheça, se aceite , se supere, se ame.

Deixei meus medos um pouco de lado. Fiz um escaneamento do meu eu. Nele busquei compreender meus receios, minhas dificuldades, o que pra mim era considerado como felicidade. Coloquei num papel meus defeitos, deixei alguns espaços para que os meus amigos me ajudem a completar. Resolvi me entender por inteira. Precisava me decifrar. Levantei às virtudes e tudo aquilo que aprendi. Não deixei de lado a modéstia em entender que pouco ainda vivi. Anotei o nome dos meus amigos e das pessoas que carinho criei. Precisava entender como de pouco em pouco nesse momento eu cheguei. Escrevi meus gostos, minhas dificuldades e receios. Fiz questão de enumerar um a um a maior parte dos meus erros. E quando me conheci por completo resolvi me olhar no espelho. Aceitar que sou bonita sendo eu mesmo. E que não precisava de perfume nenhum pra ter cheiro. E que roupa nenhuma iria me dar a forma diferente daquela que eu iria escolher como própria. Com uns quilos a mais, com uns quilos a menos, com cabelo solto, com cabelo preso, de saia ou calça, o espelho dali adiante ia refletir a mesma imagem. A imagem do que eu tinha escolhido ser e me aceitar. Dai deitei na cama e pensei. Mas e os sonhos? Quantas vontades eu ainda quero. Quanta vitória ainda espero. Como controlar a ansiedade de querer o futuro mais perto do presente. E refletindo tudo isso escolhi: sonhar. Não um sonho eterno, mas um sonho que possa ser real com muita força de vontade e superação. Então irei enfrentar meus medos, irei ir atrás das minhas vontades e sim irei continuar evoluindo. Deixarei choros bobos de lado e colocarei bem dosado a paciência em entender cada fase, cada momento, cada dificuldade. Quero seguir plantando o bem e podando a maldade. Superando o “é impossível” pelo “eu consigo”. O pensamento transforma. Quando queremos e mentalizamos nos tornamos mais próximos daquilo que almejamos. Irei me amar. Entender que antes de gostar de alguém, preciso me amar mais que qualquer coisa ou qualquer sentimento. E que se sentir sozinho nem sempre é estar solitário. E quando acontecer de seguir dali pra frente acompanhado, explicarei antes de tudo para quem quiser seguir comigo adiante todos os meus conceitos, visões o que sou quando escaneado. Para que não se crie uma expectativa de mudar coisas que devemos a nós carregar colados. Assim seguirei me conhecendo, me aceitando, me superando, e me amando. Prazer a todos. Esse será meu verdadeiro eu.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina
1 compartilhamento

Noite fria

Um cobertor, um pensamento, um vazio
E de companhia me faz o frio,

Uma cama, um aconchego, um sorriso,
E de longe sopra o frio.

Uma ideia, uma tosse, um calafrio,
E o vento traz o frio.

Uma sensação, uma vontade, um martírio,
E sinto em mim o frio.

Me aqueço, me esfrio
Põem fogo e apaga.
Me acho me perco.

O contraditório esfriou
Ou o a razão super aqueceu.

O molhado deu lugar ao seco,
Ou será que sou eu?

Frio de junho que fogueira não esquenta,
Frio de junho que sentimento congela,

Congele as preocupações da vida,
E todo o resto deixe que eu aqueça.

Pois pra ter fogo não basta o calor,
Mas a chama que se faz com o mais puro querer ser feliz.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

Uma noite de esperança

Já percebeu como o céu é belo. Como a lua nos encanta. A vida pode ser vista de varias maneiras. Mas nem sempre olhamos com os verdadeiros olhares que devemos. As estrelas são uma prova disso, estão la todos os dias mas nem sempre as notamos ou paramos apenas uma noite para admirar sua beleza. Parece que as vezes os problemas são tão grandes dentro de nos mesmos que nos esquecemos de olhar mais, prestar atenção além daquilo que estamos passando. Sentir o medo, encarar uma decepção, ver algo ou um objetivo fracassar, são sintomas necessários para viver. Mas acima de tudo olhar para essa fase com outros olhos é importantíssimo para se aprender a viver. O mundo perfeito com sorrisos eternos e felicidade abundante não é um mundo de aprendizado, mas sim uma fantasia de se achar sentimentos completos onde nunca ira existir a “felicidade para sempre”. Mas já percebeu como o céu é belo. Como a lua traz inspiração. Já olhou pra si mesmo hoje e tentou se enxergar além daquilo que esta no espelho. Aquilo que atrai , mas não sacia. Que tem carne, mais não traz pensamentos, não transmiti a essência. E importante olhar pra o que somos, eu mesmo faço isso muito ultimamente, mas e ver o que esta dentro. Tentar enxergar o nosso interior. Já tentou fazer isso? Eu quando faço me apaixono por mim mesmo as vezes. Outras enxergo o quão vazio eu posso ser. A vida e como uma noite estrelada onde existem varias estrelas no céu mas enxergamos muitas vezes apenas aquelas que nos interessam, do modo como interessam. Mas você já percebeu como o céu é belo. Como a lua vive de fases. Assim como a lua as fases da vida nos acompanham em vários momentos. Hoje posso estar minguante, amanha crescente ou talvez ate “cheio”. Da mesma forma que posso estar triste, estar feliz ou simplesmente em paz. Viver traz isso. Enxergar por vários ângulos é importante por isso. Faz você ver a vida de varias maneiras e enxergar como quer que a sua visão faça a vida passar em seus olhos. Viver positivamente. Ser positivo. Enxergar a realidade e ter a certeza do que viu, mas nunca enxergar que aquilo é o que ira se passar com você sempre ou simplesmente buscar enxergar tudo sobre uma nova perspectiva. Onde o triste pode ser menos triste pois quero ser alegre, onde a felicidade esta aqui agora mas sei que nunca será sempre isso, e deve ser algo normal. Ver, sentir, viver. O céu pode não estar todo dia cheio de estrelas ou a luz da lua nem sempre lhe mostrar o que é claro, mas a noite sempre deve ser uma noite de esperança.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina
1 compartilhamento

A estrada

A estrada é o caminho, a direção o rumo. A estrada é o destino marcado a cal por novos limites. A estrada é escola, ensina, machuca, nos faz crescer. A estrada traz dor e também esperança. Apresenta-nos a raiva e depois a alegria. Traz o medo em cada curva, acentuado e sem sinalizações de saída. Nas retas nos da tempo para descansar, pensar, nos preparar para novas curvas. Essa é a estrada. Esburacada, Mal cuidada, Perigosa. Fascinante, Bela, Sedutora. Na estrada se vê o por do sol e também o seu nascer. Na estrada se conhece o amor e também a desilusão. Como canta o Titãs “Estou na estrada, ou a estrada é que esta em mim. Tenho pressa, será que a estrada é que não tem fim. Em cada curva uma vontade, em cada reta uma ilusão, se eu queria uma resposta, só encontro interrogação. O tempo passa ou será que quem passou fui eu”.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

Chuva

Chuva de pranto em esperança que assola.
Molha alma, molha cara, molha a vontade de limpar tristeza pra vir certa a felicidade.

Chuva de relva em positividade, traz a esperança em cada gota e em cada batuque dos pingos um novo ânimo para vencer.

Chove chuva de amor, vem relâmpago de paixão, se for pra arrastar algo pra longe, leve qualquer ilusão. Vida molhada agasalhe no frio de estar sozinho.

Chove cá, lá, aqui , agora.
Molhe o tempo, as horas e o passado. O futuro fique limpo para as tempestades de outono, e a primavera seja início dos desafios que pretendemos alcançar.

Chove, ou não chove.
Molhe ou não molhe.

O céu está td escuro, mas a beleza do dia nunca esteve tão clara.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

De texto em texto. De verso em prosa. De sussurro ao ouvido ou de grito afora. Sigo nessa fala mansa, com pressa. Destino vai ou volta. Futuro se escreve ou passado se lembra? A estrada é o caminho , o aprendizado o pedágio. Tentar pegar atalhos é passar por cima do necessário. Vai amor, chega razão. Vai companhia, vem solidão. Nessa vida tudo se transforma. É o tempo , o local e a situação. As dores são da Alma, mas a Alma ainda não é coração. . O corpo é o reflexo do que enxergamos um dos outros. Ver além disso pode ser antes da hora, perturbador e perigoso. Deus da a mão, Buda a doutrina. O espiritismo a vida eterna como reencarnação em outras cinas. De entender que não há crença, não há teoria ou achado. Que seja mais importante que o viver agora sem muito importado. Felicidade é espírito e ao mesmo tempo o objetivo final. Sem ela todo o aprendizado e o querer bem perdem todo o seu ideal. Siga a vida em prosa, cântico ou rima, passe em vários caminhos estradas ou cinas. Mas escreva felicidade em seu cotidiano.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

Eu Vivo

Hoje, ontem, amanha.
O passado, o presente, o futuro.
O gostar, o desejo, a paixão.
O carinho, o tocar, o beijo.

O que foi pode nunca ter sido.
O que é não se sabe como chegou.
O caminho pode ser todo errado,
E o certo nem caminho tomou.

Os dois lados estão divididos,
Por razoes e pretextos em vão.
Se o por que não é sabido,
E por que vem ao lado de um não.

Assim o completo não é cheio,
E o que falta se carrega na mão,
Se é rico ou pobre,
Se vende ouro, mas colhe humildade no chão.

Pois se viver é confuso e deserto,
Se solidão é destino,
Prefiro viver sem provar dessa aridez,
Que maltrata e traz desatino.

Acredito em flores, amores, paixões.
Que sempre me seja narrado conto de fadas e dragões,
Pois de espada em punho gritarei: EU VIVO.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

LUA,

Não sei se ai de cima tu me escuta.
Se entende o que converso contigo.
Como pode estar tão longe e ao mesmo tempo tão perto.
Como pode escutar tantas melodias urbanas em legiões e não me ouvir.
Me fazer companhia, me iluminar por dentro de tanta beleza.
Lua por onde se esconde, tem medo de mim?
Lua como e bom olhar para você. Um dia irei ai te visitar, te contar meus pensamentos, abrir para você meu coração.
Lua quando estiver crescente me guie, quando estiver minguante me fascine, quando estiver nova me renove, e quando for cheia me apaixone.
Mas nunca o lua me faça chorar. Pois lagrimas sobre a lua doem mais que brasas sobre os pés.
Lua sei que o pote de ouro fica no fim do arco Iris, mas acho que a felicidade fica bem próximo da sua beleza

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina

Big Bang do Cérebro

Nas telas dos vários visores coloridos,
Saem luzes, passatempos divertidos,
Que te domam o pensar, Que te escondem a realidade.
Nas redes e não mais nos livros,
Hoje se cria conflitos,
Se discute o mundo, esboça opiniões.

Sozinho e não mais junto, se prolonga o assunto,
Com que mora na mesma casa.
Estranho modo interativo, Que aproxima mais deixa um vazio,
Ao olhar para os lados e não ver rostos.

Compartilhamos as coisas la julgadas,
Coisas nunca pensadas,
Curtidas sem a menor importância.
Frases de Shakespeare, Poemas de Moraes, passagens bíblicas,
Citações googlelianas em estilo copia e cola.
Esta e a nova função dada ao cérebro, não a de criar conteúdo, mas a de copiar opiniões.

OH Big Bang do cérebro, não compartilhe minha pagina e nem curta meu modo independente de pensar.

Vinicius Carvalho Campolina
Inserida por vinicius_campolina