Pablo de Queiroz

Encontrados 25 pensamentos de Pablo de Queiroz

Ninguém é 100% confiável. Uma hora todos falham...

Pablo de Queiroz

"O sofrimento é um dos supostos motivos para existência do medo. Supõe-se que para vencê-lo, o otimismo é empregado e apelidado de sonho. Visto que o que se sonha é o ideal - e o ideal não existe - resta-nos o medo da decepção, como a alternativa única, virando uma premissa básica para o ato de sonhar. O que se sonha então, é pura ilusão! O que potencializa de fato, a causa da dor.
Todavia, o resultado a curto prazo é impressionante! A verdade é que ninguém quer sofrer. E acredita-se que nos sonhos, alcançamos abrigo seguro; mesmo que sumam no primeiro abrir dos olhos...
Porém, utiliza-se dessa frustração premeditada e pré-programada apenas quem quer. Acima de tudo, somos racionais e somos conscientes. Nós é quem decidimos o que sonhar! E acreditar no inesperado, sabemos que é sempre decepcionante.
A verdade está na sua frente, e a decisão está em suas mãos. Portanto, antes de agir lembre-se:

- A dor é inevitável. Não tenha medo de sofrer...certifique-se apenas de não ter mais coragem de sonhar!"

Pablo de Queiroz
7 compartilhamentos

Quem eu sou? Um gago mudo e um cego daltônico.
Crendo no Buda Católico, no Maomé Protestante e no Jesus do Islã, vivo uma paz nervosa!
Basicamente vestido com roupa preta clara, porque o branco escurece - o contraste evidencia meu lado negro.
Acho que sou um clichê inédito e um plágio criativo! Um ET terráqueo de improviso planejado com entretenimento monótono e uma tristeza feliz...

Pablo de Queiroz
11 compartilhamentos

Tenho saudade do que não vivi.

Pablo de Queiroz
12 compartilhamentos

Quando você pensa, na verdade não está pensando naquilo que pensa que pensa, e sim no que faz você pensar estar pensando naquilo que você pensa que pensa estar pensando...

Pablo de Queiroz

Acho que desisti desse negócio de desistir dar coisas...

Pablo de Queiroz

Por vezes, sinto-me angustiado.
Algo me atormenta e me deixa nervoso e inquieto durante horas.
É perturbador.
Uma vontade gigantesca que não cessa.
Só nao sei de quê!

Pablo de Queiroz

Minhas vontades são minhas maiores leis!

Pablo de Queiroz

Não existe verdade absoluta. Querê-la, é confessar-se incapaz de criá-la.

Pablo de Queiroz

Um namoro nada mais é que um jogo onde ninguém nunca ganha e alguém sempre perde! Talvez ambos. Porém, você já inicia a partida com 50% de chances [ou mais] de, infelizmente, ser o único perdedor!

Pablo de Queiroz
14 compartilhamentos

A burrice é mais pecaminosa que o acto falho.

Pablo de Queiroz

Não suporto ter que suportar as coisas suportáveis.

Pablo de Queiroz

Em primeiro lugar, se ame! E quando finalmente tiver aprendido a fazer isso, repita de novo.

Pablo de Queiroz
10 compartilhamentos

A única forma de voltar o tempo, é atrasando o relógio.

Pablo de Queiroz

Se prometer não demorar demais, posso te esperar a vida inteira!

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Nunca se apagarão as digitais das vidas em que um dia toquei

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Odeio mentira. E só consigo simpatizar com elas, quando eu as conto!

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Não é novidade para ninguém que, hoje, o que se vive é um estado de pleno caos. Tal situação se alastra de forma generalizada em todos os setores da sociedade, e, não contentando-se, como um vírus se propaga também na vida pessoal dos indivíduos, modificando de forma assustadora a maioria das atitudes dos mesmos.
É surpreendente e intrigante observar como algumas contradições extraordinárias surgem em meio a essa ‘bagunça organizada’ que chamamos de sociedade. Diante de uma faceta global problemática e cheia de distorções em todos os setores componentes da forma atual de governo (que é o maior propulsor do referido caos), vivemos hoje num mundo, onde o nada passou a ser tudo, e o tudo é absurdamente tratado como um nada.
Como se não bastasse todas as dificuldades enfrentadas pelas pessoas no dia-a-dia, sejam em suas casas, na família, nos relacionamentos de trabalho (ou a falta dele), ou nos relacionamentos amorosos, o que se percebe é que muitas situações que poderiam ser evitas e/ou amenizadas, acabam por ser supervalorizadas, ganhando status protagonista de um enredo que não deveria ter sido escrito, tão pouco holofotizado.
Discussões desnecessárias, desentendimentos e agressões de todos os gêneros ocorrem a cada segundo por conta disso. Relacionamentos rompidos, brigas de trânsito, bate-boca com os pais, amizades desfeitas, confianças destruídas, muitas vezes por motivos pífios e sem a menor necessidade. Apenas pelo calor do momento, pela falta de parcimônia ou até mesmo por não ter dado duas respiradas a mais.
As pessoas estão em estado de ebulição. A correria diária causada pela pressa e pressão em cumprir os compromissos dados, associada à falta de tempo, faz com que todos estejam com os nervos à flor da pele.’ N’ são os motivos que poderiam ser mencionados como culpados e vilões de tal situação. Dá até para entender muitas vezes esse comportamento. Porém, é inadmissível pensar em concordar ou aceitar o modo como essas pessoas têm conduzido de forma agressiva seus atos, onde muitas vezes, resultam até em morte.
Do mesmo modo, essa inversão de valores também atinge o outro lado da moeda. Assim como tragédias e catástrofes são criadas a partir de um ‘nada’ – vide efeito bola de neve -, inúmeras são as frustrações sofridas, somente pelo fato de muitos coroarem pessoas, momentos ou coisas completamente banais, dando-lhes importância descabida e colocando-as num patamar aonde nunca deveriam chegar/estar.
Quantos namoros e casamentos acabam apenas um mês depois de começarem? Quantas amizades são desfeitas pela quebra da confiança precoce que alguém depositou? Quantas vezes não já nos decepcionamos por termos valorizado demais, de forma precipitada, algo ou alguém que não merecia? No fundo, não é difícil prever esses resultados, quando se tem consciência de que demos atenção exacerbada a algo que não deveria sequer ter passado perto de nossa visão periférica.
Acredito que o que está faltando, é uma manutenção mais adequeada nas balanças da nossa razão, do nosso julgamento. Temos que pesar melhor e pensar melhor nas coisas. É inevitável sofrer influência do caos em que vivemos, já que somos parte e compomos esse sistema. Não dá pra fugir dele. Mas podemos blindar mais nossos valores, selecionar e direcionar melhor nosso foco, nossas atitudes. Não é possível que iremos continuar nesse desgaste continuo, nos deteriorizando por um nada, tão pouco nos frustrando por criarmos esperanças em castelos construídos em base de areia.
É no início. É aonde começa. É ali que devemos atuar. Às vezes, uma pequena atitude muda tudo. Um pouco de calma e observação em muitas oportunidades é o suficiente. A análise da situação com mais perícia e o uso do filtro certo para separar o joio do trigo, já faz grande diferença. Não é tão difícil, basta ter um pouco de sobriedade, pensar um pouco e não deixar a gama de sentimentos fazer com que apenas siga o bonde. Não estamos falando de um câncer, é algo que pode e deve ser evitado.
Tudo e nada. Em estado normal, seria uma dicotomia perfeita. Palavras tão avessas... Porém, hoje em dia, tão singulares.

Pablo de Queiroz
2 compartilhamentos

No fundo, a verdade e a mentira são iguais. Só são ditas quando são convenientes.

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Não existe lei q não possa ser discutida,
cultura que não possa ser modificada
ou verdade que não há de ser desconstruída.
É tudo apenas uma questão de história, influência e poder.

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

O que seria da fé, se não fosse a fé?

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

A esperança só é a última que morre porque também é a última que aparece na estória.

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Desde que te conheci, me conheci.

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

Política é uma merda mesmo. Quando você não entende é ignorante. E quando finalmente a entende, é frustrado!

Pablo de Queiroz
Inserida por pablodequeiroz

A vida é mesmo muito injusta. Não importa o quão bem você a viva, ela sempre termina de forma trágica.

Pablo de Queiroz