noitescura

Encontrados 10 pensamentos de noitescura

Dor que nem fogo apaga
Que prevalece do desejo do saber
Que me impede de viver
Sem saber o que faça.

Digo às folhas o que sinto
Não sei se haja alguém que as leia
Mas agora pouco importa
O futuro o dirá.

Raiva, fúria tudo isto me trazes
Tu, Ò dor que me afogas
Que da alegria me libertas
Mesmo com o fogo lá fora.

Se não estivesse só…
Não sei,
Não estamos todos?
Fingindo-se e iludindo-se
Não somos nada além de sós.

noitescura
Inserida por noitescura

Tu, aquele que caíste
Como cai a noite
E tu que cais na noite
Onde ninguém te vê.

Nunca pensei nos que caiam
Apenas naqueles que voavam
Mais alto que o céu
Até que te vi tão baixo
Quase no chão como nós
Tu que voavas.

Como tu me sinto eu
E quem sabe muitos outros
Pois quem sobe há de descer
Então que desçamos até não mais haver
O que descer.

noitescura
Inserida por noitescura

Eles que vivem
Não são como nós
Eu e tu,
Os mortos do real
Do que existe e do que não;

Tu que te iludes
Vós que vos iludais
Penseis que vivem
Quando o não;

Eu.

noitescura
Inserida por noitescura

Tudo é incerto
Neste mundo de onde escrevo
Não há nada de sucesso
Para além do pouco
Que escondido e louco
Não deseja ser-lo;

Tudo é falso
E nada o é
Porque se o fosse,
O falso era o tudo
E nada era nada;

Dos poucos que com o nada se contentam,
Porque pouco mais têm
Que o nada,
Não sei se sou,
Porque nada eu tenho
Para saber o que é ter.

noitescura
Inserida por noitescura

Nunca fui bom com palavras
Talvez porque palavras
São para ser sentidas
Coisa que eu não faço
Pouco sinto e menos penso;
E muito minto.

Quem me dera ter desejos
Eu que nem ambições tenho
Porque sem ambições não me decepciono
Ao falhar como tanto faço;

Nunca é diferente
Não mudo, não penso
Pouco sinto;
E muito minto.

noitescura
Inserida por noitescura

Gostava de sonhar
Só para saber como é
Mas não o posso
Pois se pudesse não conseguia.

noitescura
Inserida por noitescura

Gostava de ser como os outros
Os simples Calculista
Fingidores e inteligentes
Inocentes e malévolos;

Mas , se não consigo nem ser eu
Como hei de ser alguém que nem sou;

Gostava só de ser alguém
E não aquilo que sou
Que nem alguém sabe o que é
Porque alguém nunca o foi.

noitescura
Inserida por noitescura

Por vezes sinto que nada sou
Por vezes sinto que muitos sou
Só sei que o sou
Porque se não o fosse
Nada seria;

Pouco sei
Não por querer
Mas por desistir
O saber não é algo meu;

E daqueles que sou
Um deles de algo sabe
Eu que eram todo
E agora sou muitos nada
Que dos muitos
Pouco sabem.

noitescura
Inserida por noitescura

Nós somos os do fundo.
Piores do que ser nada,
Somos os que não se aguentam de pé
Pois nem pernas tem
Porque as perderam na queda.

E os que em baixo nos colocam
Os de mente poluída
São os que almejamos ser
Para sermos mais que nada
E sermos tudo.

Quem nos dera ser os outros
Que percebem o que digo
Sendo que nem eu, o nada,
O percebo.

noitescura
Inserida por noitescura

Eu sou nada e eu sou tudo
Porque tudo é nada
E ninguém é algo;

Somos um mundo de nadas
E assim o seremos
Até que tudo acabe
Ou paremos de fingir que já não acabou;

Os outros que vêem a verdade
Não sabem se os ilusionistas a sabem
Pois será que sabe a lua que não brilha
Pois eu sei que sou tudo.

noitescura
Inserida por noitescura