Natalha Aquino

Encontrados 23 pensamentos de Natalha Aquino

Benditas sejam as pessoas de sorriso leve.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Mais vale um café gelado, que um amor implorado.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Peça desculpas, perdão, e até mesmo esmolas, mas jamais peça ou implore por amor.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Que sejamos luz quando tudo for escuridão;
Que sejamos paz quando tudo for caos;
Que sejamos alegria quando tudo for tristeza;
Que saibamos voltar quando nos perdermos de nós mesmos pelo caminho, e principalmente aprendermos com cada passo dado de volta.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

- É verdade que só se esquece um amor com outro amor?

-Sim, e esse outro amor, é o AMOR PRÓPRIO.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Não é sobre está só, é sobre está em paz.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Cada pessoa é um universo particular, cada uma com seus defeitos e qualidades, cada uma com sua cruz e sua glória individual.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Ando negociando com a saudade, ignorando a arrogância, sendo hipócrita com o amor, tomando doses de insanidade com a loucura das minhas mais perfeitas faculdades mentais, jogando conversa fora sobre crises existenciais com a felicidade, dando meios sorrisos para a tristeza, pedindo o troco as mentiras medíocres do coração e sendo paciente com a solidão.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Estou naquele bar outra vez, naquele bar que a gente frequentava aos sábados à noite para rirmos até tarde do nosso passado meio torto, e o garçom está me olhando como se tivesse pena da minha alma, e na verdade ele tem, é a segunda vez que toca nossa música favorita, e é quase impossível não te procurar entre um gole e outro de um Chivas Regal 18 anos.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Esses goles de bebida não vão conseguir desmanchar esse nó que está preso na sua garganta, e esse gosto de whisky na sua boca não vai tirar o sabor do meu beijo.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Esse cheiro de perfume barato que fica na sua roupa a cada noite, não vai preencher o vazio que está te consumindo a cada dia.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Tentar impedir um escritor de escrever o que sente, é como condená-lo a morte precocemente, pois a escrita é seu oxigênio.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Literariamente falando, acredito que vou acabar igual aqueles filósofos escritores metidos a cristãos com um "Q" de romantismo barato, jogado em alguns dos bares do exterior tomando algumas doses de tequila e whisky.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Queria ser uma enciclopédia ambulante, mas sou somente da leitura e da escrita uma amante.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Escrevo com a alma, ao invés de tinta e papel.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

- Ei garçom, garçom?!

- Sim, qual o pedido senhor?

- Um café e um amor sem favor, o café eu quero quente e não muito forte, e o amor eu quero gratuito, recíproco e resistente o suficiente para que dure uma vida inteira.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

É tanta superficialidade recheada de mentiras e ausência de amor próprio que se faz mais presente cada dia na vida de tantas pessoas, olha essa é uma das coisas mais bizarras que já vi durante esses dois mil anos da existência humana.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Aprendi a costurar quando precisei remendar pedacinhos de mim.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

A vida só vai te devolver no presente, o que você deu para ela no passado.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Enquanto chove lá fora, também chove aqui dentro.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

Escrever poesia em algumas ocasiões, é como tomar uma garrafa de vinho barato num quarto úmido onde a saudade é nossa única companhia.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos

E logo eu que não conhecia a dor da despedida, fui apresentada às pressas a distância num curto momento que caía uma lágrima dos olhos da saudade.

Natalha Aquino

Enquanto meus pés e minhas mãos tocarem o solo da terra e tudo que nela possa existir, lembrarei que sou somente pó, e que ao mesmo retornarei algum dia, e assim sendo não sou melhor ou pior que ninguém, nem mais ou menos que ninguém, pois a mortalidade é a prova do quão frágil somos.

Natalha Aquino
Inserida por JosephRamos