Matsuo Basho

1 - 25 do total de 39 pensamentos de Matsuo Basho

E tu, aranha
como cantarias
neste vento de outono?

Matsuo Basho
18 compartilhamentos

Nesta noite
ninguém pode deitar-se:
lua cheia.

Matsuo Basho
78 compartilhamentos

Silêncio:
cigarras escutam
o canto das rochas

Matsuo Basho
27 compartilhamentos

O grito do faisão -
Que saudade imensa
De meu pai e minha mãe.

Matsuo Basho
317 compartilhamentos

Viagem de anciões,
Cabelos brancos, bastões
- visita aos túmulos.

Matsuo Basho

Outono
Empoleirado num ramo seco
um corvo

Matsuo Basho

Este caminho!
sem ninguém nele,
escuridão de outono.

Matsuo Basho
23 compartilhamentos

Relvas de verão
sob as quais os guerreiros
sonham.

Matsuo Basho
57 compartilhamentos

Frescura:
os pés no muro
ao dormir a cesta

Matsuo Basho

Extingue-se o dia
mas não o canto
da cotovia

Matsuo Basho
19 compartilhamentos

árvore curva
o vôo do corvo
inverno

Matsuo Basho

casca oca
a cigarra
cantou-se toda

Matsuo Basho
15 compartilhamentos

Trégua de vidro:
o canto da cigarra
perfura rochas.

Matsuo Basho

A mesma paisagem
escuta o canto e assiste
a morte das cigarras

Matsuo Basho

Uma velha sem dentes
que rejuvenece
cerejeira em flor

Matsuo Basho

Quimonos secando
ao sol. Oh, aquela manguinha
da criança morta!

Matsuo Basho

Quimonos secando
ao sol. E a pequena manga
da criança morta.

Matsuo Basho

Vamo-nos, vejamos
a neve caindo
de fadiga.

Matsuo Basho

De que árvore florida
chega? Não sei.
Mas é seu perfume...

Matsuo Basho
21 compartilhamentos

Brisa ligeira
A sombra da glicínia
estremece

Matsuo Basho

de tantos instantes
para mim lembrança
as flores de cerejeira.

Matsuo Basho
24 compartilhamentos

Ao sol da manhã
uma gota de orvalho
precioso diamante.

Matsuo Basho
159 compartilhamentos

Num atalho da montanha
Sorrindo
uma violeta

Matsuo Basho
13 compartilhamentos

Mesmo um velho cavalo
é belo de manhã
sobre a neve

Matsuo Basho
19 compartilhamentos

Ruídos nas ramas.
Trêmulo, meu coração detem-se
e chora na noite...

Matsuo Basho