Luís Roberto de Toledo

Encontrados 8 pensamentos de Luís Roberto de Toledo

Tanto no socialismo/comunismo/bolivarianismo, como no fascismo ou nazismo, a história nos mostra que sempre vai dar merda no final, ou você perde seus bens ou perde sua liberdade ou perde sua vida.

Luís Roberto de Toledo
22 compartilhamentos

Gosto de gente simples, sem frescura, aquele tipo incomum, de gestos imprevisíveis e sorriso fácil.
Daquelas papo cabeça que se entregam de corpo e alma no romance ou na loucura.
Que vivem no mundo da fantasia, mas são mestres em compreender, ouvir, falar...sem pudor, medo ou covardia.
Gosto de gente que anima, que ilumina.
Gente que não tem preconceito e não faz distinção, que tem elegância na comunicação. Gente repleta de paz e amor, que reflete luz e sabe vagar entre mundos, pois possui na bagagem o senso de liberdade.
Essa gente é julgada como louca, um ser que não se enquadra, que quebra regras e nunca se lamenta por nada – que bom!
Essa gente é rara, porque carrega uma energia que irradia e contagia.
Aprenda a enxergá-las com os olhos do coração.
Quando encontrá-las, mantenha-as por perto.
Essa gente é rica daquilo que está em extinção - lealdade, fidelidade e compaixão.
Por um mundo com mais gente verdadeira, real e espontânea.
É nessas que eu me amarro!

Luís Roberto de Toledo

Pessoas perfeitas não mentem, não bebem, não brigam, não erram e não existem. Nesse mundo só existem pessoas que fazem a diferença em meio às imperfeições. Enquanto alguns perdem tempo escolhendo pessoas perfeitas, eu escolho as que me fazem bem. Fala sério!! Querer um ser perfeito é o mesmo que desejar não existir!

Luís Roberto de Toledo

Ponto final ou Ponto e Vírgula?
Somos o resultado de nossos encontros e desencontros!
Somos os autores e protagonistas de nossa própria existência, pois temos esta liberdade, temos o nosso livre arbítrio. As buscas os encontros e desencontros são fragmentos de texto que produzem uma sentença e preenchem cada página de cada dia do nosso livro da vida.
Por isso, poderemos escolher entre optar por usar o ponto final ou o ponto e vírgula nesses encontros e desencontros que acharmos convenientes e oportunos. “O ponto final será um sinal que delimitará esses fragmentos de texto, apontando o término do discurso. E o ponto e vírgula seriam usados quando o autor e protagonista poderia ter escolhido terminar esses fragmentos de texto ou discurso, mas optou por não fazê-los, e decide continuar.”
Metaforicamente falando, os sinais ortográficos, poderiam ser as bifurcações que encontraremos pelo caminho: as paixões avassaladoras os amores traiçoeiros ou romances mágicos completamente imprevisíveis que nos deixarão inebriados de amor.
Mas mesmo não havendo garantia de que as coisas transcorram na forma exata que desejaríamos, é corajoso correr atrás de nossa felicidade decidindo entre os caminhos.
E mesmo além de não haver garantia de nada, num acidente ortográfico qualquer você tropeça em outro ponto e vírgula, e quando isso acontecer, use aqueles três pontinhos tão românticos…Prefiro um "eu te amo" com reticências a um com ponto final.

Luís Roberto de Toledo
Inserida por Toledo2016
1 compartilhamento

A vida é um difícil equilíbrio entre, não desistir tão fácil, nem insistir para sempre.

Luís Roberto de Toledo
Inserida por Toledo2016

Meu cupido deve adorar matemática, só me trás problemas.

Luís Roberto de Toledo
Inserida por Toledo2016

Às vezes, apesar de bruta, a vida também tem sua magia. Sempre dá pra tirar um coelho da cartola...

Luís Roberto de Toledo

As mulheres só ainda não dominaram o mundo porque ainda não decidiram qual a roupa certa que irão usar para a ocasião!

Luís Roberto de Toledo
Inserida por Toledo2016