Luis Kiari E Caio Soh

Encontrados 2 pensamentos de Luis Kiari E Caio Soh

Quando já não tinha espaço pequena fui
Onde a vida me cabia apertada
Em um canto qualquer acomodei
Minha dança os meus traços de chuva
E o que é estar em paz
Pra ser minha sem ser tua

Quando já não procurava mais
Pude enfim, nos olhos teus vestidos d'água
Me atirar tranqüila daqui
Lavar os degraus, os sonhos e as calçadas

E assim no teu corpo eu fui chuva
Jeito bom de se encontrar
E assim no teu gosto eu fui chuva
Jeito bom de se deixar viver

Nada do que eu fui me veste agora
Sou toda gota, que escorre livre pelo rosto
E só sossega quando encontra a tua boca

E mesmo que em ti me perca
Nunca mais serei aquela
Que se fez seca
Vendo a vida passar pela janela

Quando já não procurava mais
Pude enfim, nos olhos teus vestidos d'água
Me atirar tranquila daqui
Lavar os degraus, os sonhos e as calçadas

E assim no teu corpo eu fui chuva
Jeito bom de se encontrar
E assim no teu gosto eu fui chuva
Jeito bom de se deixar viver.

Luis Kiari E Caio Soh
5 compartilhamentos

Meu amor
Estamos sozinhos
E só nos resta o depois

Meu amor
Estamos sozinhos
Desperdiçando arrepios

Ainda não aprendemos amar
Ainda não aprendemos nos dar
Ainda não aprendemos a calejar a dois

Eu já vou
Mas não partirei mais sozinho
Eu já vou
Mas levo você e o caminho

Eu nunca vou te deixar
Eu não vou desperdiçar
O que não foi
O que se vai de nós dois
O que ficou de você

Pode acontecer
Do mundo explodir amanhã
Tanto faz
No final, ainda sou eu e você

Pode acontecer
No mundo existir só nós dois
Tanto faz
No começo, sempre fui eu e você

Luis Kiari E Caio Soh
2 compartilhamentos